SAÚDE

11/01/2017 -- 16:30

Diminuição no consumo mundial de sal evitaria milhões de mortes, aponta estudo

Facebook
Twitter
Google +
Whatsapp
Surgerir Pauta
Comunicar Erro

Diminuir em 10% o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, afirma um estudo publicado nesta quarta-feira (11) pela revista médica britânica The British Medical Journal. O sal aumenta os riscos de hipertensão e de doenças cardiovasculares. As informações são da Rádio França Internacional.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a maioria dos adultos consome mais do que a quantidade recomendada de 2 gramas de sal por dia, no máximo. O excesso de sal, presente principalmente em alimentos industrializados, está na origem de cerca de 1,65 milhão de mortes provocadas por doenças cardíacas em todo o mundo, de acordo com a OMS.

Apesar de poucos países até agora terem adotado políticas públicas para tentar diminuir o consumo de sal, pesquisadores, atuando conjuntamente com a indústria alimentícia, avaliaram o impacto de estratégias públicas de prevenção em 183 países. E concluíram que investir o equivalente a apenas 10 centavos de dólar por pessoa (cerca de R$ 0,32), contribuiria grandemente para frear a mortalidade.

Resultado impressionante

Os cientistas também estimaram, baseados no índice de Esperança de Vida Corrigida, o número de anos perdidos pela população mundial por conta do excesso de sal. Segundo o estudo, uma alimentação menos salgada durante um período 10 anos evitaria uma perda anual equivalente a 5,8 milhões de anos de boa saúde.

O custo dos anos ganhos seria equivalente ao que se gasta atualmente em remédios para tratamento de doenças cardiovasculares, apontam os pesquisadores.



Rádio França Internacional
Leia também!
SAÚDE
Saúde inicia coleta de material para diagnóstico ambiental e inquérito sorológico
O trabalho será efetuado nas imediações da Santa Casa e do Tiro de Guerra
EM 90 DIAS
Programa online propõe transformação do corpo através do Yoga
MAPEAMENTO
Pesquisa vai mapear influência genética e ambiental na ocorrência de câncer
DISPONÍVEL
Exame revela sexo do bebê a partir da oitava semana de gestação3
ESPERANÇA
Em São Carlos, cientistas criam método simples para diagnosticar Alzheimer
EXAME
Mais de 50% dos médicos que fizeram exame do CRM paulista são reprovados
Exame reprova mais da metade dos médicos recém-formados no Estado de São Paulo.
Acesse a versão clássica
Redecity. © 2017
Google Twitter Whatsapp Facebook