SAÚDE

11/01/2017 -- 16:30

Diminuição no consumo mundial de sal evitaria milhões de mortes, aponta estudo

Facebook
Twitter
Google +
Whatsapp
Surgerir Pauta
Comunicar Erro

Diminuir em 10% o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, afirma um estudo publicado nesta quarta-feira (11) pela revista médica britânica The British Medical Journal. O sal aumenta os riscos de hipertensão e de doenças cardiovasculares. As informações são da Rádio França Internacional.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a maioria dos adultos consome mais do que a quantidade recomendada de 2 gramas de sal por dia, no máximo. O excesso de sal, presente principalmente em alimentos industrializados, está na origem de cerca de 1,65 milhão de mortes provocadas por doenças cardíacas em todo o mundo, de acordo com a OMS.

Apesar de poucos países até agora terem adotado políticas públicas para tentar diminuir o consumo de sal, pesquisadores, atuando conjuntamente com a indústria alimentícia, avaliaram o impacto de estratégias públicas de prevenção em 183 países. E concluíram que investir o equivalente a apenas 10 centavos de dólar por pessoa (cerca de R$ 0,32), contribuiria grandemente para frear a mortalidade.

Resultado impressionante

Os cientistas também estimaram, baseados no índice de Esperança de Vida Corrigida, o número de anos perdidos pela população mundial por conta do excesso de sal. Segundo o estudo, uma alimentação menos salgada durante um período 10 anos evitaria uma perda anual equivalente a 5,8 milhões de anos de boa saúde.

O custo dos anos ganhos seria equivalente ao que se gasta atualmente em remédios para tratamento de doenças cardiovasculares, apontam os pesquisadores.



Rádio França Internacional
Leia também!
REGIONAL DE ASSIS
Morte de recém nascida com má formação é registrada no Hospital
Foi dada à luz a criança do sexo feminino, que estava sem vida
PESQUISA
INCOR recruta voluntários para estudo sobre vinho e flora intestinal
Podem participar homens, entre 45 e 70 anos de idade, que possam beber vinho
CAUSA
40% dos infartados têm como causa a pressão alta
Hipertensão é uma "inimiga silenciosa"
CRESCIMENTO CONSTANTE
Taxa de suicídio entre jovens sobe 10% desde 2002
Dados do Mapa da Violência 2017 obtidos com exclusividade pela BBC Brasil mostram 2.928 casos somente em 2014
FUNDO SOCIAL
Crianças da Rede Municipal de Ensino farão exames oftalmológicos
Objetivo é diagnosticar a necessidade da utilização de óculos de grau na fase da alfabetização
INVERNO
Como combater a rinite dos pequenos
O frio chegou e com ele o inimigo número 1 das mamães e papais: a rinite
Acesse a versão clássica
Redecity. © 2017
Google Twitter Whatsapp Facebook