21 de Setembro de 2018
17º/33º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Motorista de carreta que provocou morte de criança de Assis é preso por embriaguez

Motorista passará por audiência de custódia na tarde desta segunda-feira (12) em Marília (SP)

O motorista da carreta envolvida em um acidente que matou Eduardo Comelli Aguiar e deixou seus pais e irmão feridos na noite de domingo (11) em Marília (SP) foi preso por embriaguez nesta segunda-feira (12).

Segundo a Central de Polícia Judiciária, no local do acidente, o motorista foi submetido ao teste do bafômetro pelos policiais rodoviários. O resultado, 0,21ml/L, apontou que ele havia consumido bebida alcóolica.

Em seguida, ele foi encaminhado até a delegacia e disse aos policiais que havia bebido no horário de almoço. Apesar disso, o delegado ratificou a voz de prisão em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Segundo a polícia, foi arbitrada uma fiança de R$ 10 mil, que não foi paga, por isso ele continua preso e, na tarde desta segunda-feira, passará pela audiência de custódia.

O motorista contou aos policiais que teria perdido o freio e tentado jogar o veículo no barranco para conseguir pará-lo. O caminhão, porém, acabou ficando com parte da carroceria atravessada na pista.

"Eu estava vindo e creio que houve alguma falha, alguma coisa. Não tinha mais tração. Aí, a carreta começou a dar ré. Eu tentei jogar pro barranco. Mas, infelizmente, não consegui tirar do carro que vinha atrás e o ônibus acabou prensando ele na minha carreta", disse o motorista antes de passar pelo teste do bafômetro.

O acidente

O acidente aconteceu na noite deste domingo (11), por volta das 20h30, deixou uma criança morta e outros três feridos graves na Rodovia do Contorno, em Marília (SP). O choque aconteceu nas proximidades do pontilhão da Via Expressa.

Equipes de socorro confirmaram a morte de Eduardo Comelli de Aguiar, de 10 anos. Segundo os bombeiros, outras três pessoas, o pai da criança, a mãe e o irmão, de 11 anos, foram socorridos em estado grave.

"Nós vimos quatro vítimas nas ferragens. O serviço foi bastante complicado porque não tínhamos como tirá-las com o caminhão em cima e o ônibus atrás. Tivemos que fazer algumas manobras para conseguir acesso às vítimas", afirma o Tenente Corradi, do Corpo de Bombeiros.

O motorista do ônibus sofreu um ferimento leve na boca e nenhum passageiro se machucou. O motorista da carreta e seu ajudante não se feriram.

De acordo com o Hospital das Clínicas de Marília, onde as vítimas estão internadas, Hélio Aguiar, de 42 anos, teve fraturas múltiplas e permanece internado e inconsciente, mas não corre risco de morte. Já a mãe, Bruna Marques Comelli e o irmão, de 11 anos, também continuam internados.

Segundo informações dos bombeiros, o carro com os quatro passageiros bateu na carreta que estava atravessada na rodovia. O ônibus intermunicipal que fazia a linha Marília-Presidente Prudente veio na sequência e atingiu o carro, que ficou prensando entre os dois veículos maiores.

O trânsito no local ficou parcialmente interditado, com uma das pistas liberada para a passagem dos carros.


Acidente entre ônibus, carro e carreta deixa criança morta e feridos graves em Marília


G1
+ VEJA TAMBÉM