20 de Abril de 2019
17º/33º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Além das aparências

COLUNISTA - Clovis Marcelino

"Jesus viu um homem chamado Mateus, que estava sentado no posto do pagamento de taxas. Disse-lhe: Segue-me. O homem levantou-se e o seguiu.” Mt.9-9; Quando Jesus encontra-se com Matheus seu olhar vai além das aparências. Mesmo sabendo ser ele um cobrador de impostos, vê além e revela nele um discípulo e assim o chama para segui-lo. Esse desafio nos é apresentado também em nossa vida. Todos nós temos um pouco de Matheus encalacrados em nossa maneira de agir e tratar as pessoas, com as quais convivemos. Muitas vezes, também portamos nossos livros de "contabilidade”, para apontarmos, assim como Matheus, as cobranças que julgamos devidas por tais pessoas, não importando se são "taxas ou mesmo impostos”. Não se discute o justo, discute-se a visão exteriorizada de "cobrador de impostos”, que nos revestimos no trato para com os outros. O interessante é a maneira que nos posicionamos diante de Jesus, ou seja, exigimos que Jesus nos olhe com o mesmo olhar com que olhou para Mateus. Com a mesma piedade e misericórdia que o Rei olhou para o servo que lhe devia, perdoando sua dívida, antes, agimos igualmente o servo perdoado e não usamos do mesmo olhar, nem do Rei, nem de Jesus. Triste, não somos capazes de edificar em nosso coração: piedade, compaixão, misericórdia, acolhimento e acima de tudo, amor! Olhar como Jesus olha, é exigência mínima para que também supliquemos ao Senhor, o mesmo olhar além das aparências, com o qual Ele olhou para Mateus. Basta querermos!

Divulgação
Clovis Marcelino
Clovis Marcelino faz reflexões diárias sobre versículos bíblicos e escreve semanalmente no AssisCity
+ VEJA TAMBÉM