17 de Novembro de 2019
17º/33º
NOTÍCIAS » MUNDO

Uruguai venderá maconha legalmente nas farmácias a partir de 2016

O limite será de 30 gramas mensais para pacientes cadastrados e com autorização

Ao contrário de muitos países em que a maconha é vendida nas temidas bocas de fumo, o Uruguai passará a comercializar a droga em farmácias.

A medida é anunciada quase dois anos após a aprovação da pioneira lei que regula o mercado da cannabis sob o controle do Estado.

O governo uruguaio anunciou que duas empresas se encarregarão de cultivar cannabis e fixou um prazo "não inferior a oito meses" para que seja vendido em drogarias.

O limite será de 30 gramas mensais para pacientes cadastrados e com autorização.

Estudos sugerem que alguns componentes da maconha podem ser benéficos para problemas como: insônia, dores, espasmos musculares, tratar doenças como Esclerose Múltipla e Glaucoma, além de amenizar náuseas causadas por quimioterapia e ajudar no estímulo do apetite em pacientes com Aids.

No entanto, cientistas alertam que a droga em si possui outros componentes que podem ser prejudiciais à saúde.

No Uruguai, médicos devem avaliar os prós e contras existentes, assim como todo medicamento.



Rádio2
+ VEJA TAMBÉM