16 de Setembro de 2019
17º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Paraguaçu abre inscrições para Frente de Trabalho a partir desta segunda-feira

Inscrições serão feitas até 25 de janeiro nas unidades do CRAS

A Frente de Trabalho, programa gerenciado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT), tem inscrições abertas em Paraguaçu Paulista a partir da próxima segunda-feira, dia 21 de janeiro.

"A ação proporciona qualificação profissional e renda para cidadãos que estão desempregados e em situação de alta vulnerabilidade social”, informa a prefeita Almira Garms ao assinar o decreto da Frente de Trabalho nesta semana passada.

A inscrição e seleção para a Frente de Trabalho terão coordenação do Departamento de Assistência Social.

As inscrições serão realizadas no CRAS I, Rua Jequitibá 507, Bairro Mário Covas; CRAS II, Rua Fernando Costa, 186, Barra Funda e CRAS III, Rua José Lino de Paiva, 304, Vila Galdino, no período de 21 a 25 de janeiro, das 8 às 11 horas e das 13 às 16 horas.

Para ser inscrever, o candidato deverá ter idade mínima de 18 anos e residir em Paraguaçu Paulista nos últimos dois anos. Na inscrição deverá apresentar os seguintes documentos:

- documento oficial com foto, como Cédula de Identidade (RG), Certificado Militar ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
- Cadastro de Pessoa Física (CPF);
- Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), recibos ou declarações; ou certidão emitida por sindicato ou entidade de classe; comprovante de recebimento da última parcela de seguro-desemprego ou declaração do próprio interessado de não ser beneficiário de seguro-desemprego ou qualquer outro programa assistencial equivalente pelo mesmo período e de não recebimento de pecúlios, auxílios, aposentadorias ou pensões;
- carnê de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), contas de luz, água, telefone, contratos e recibos de locação de imóvel em nome do beneficiário, carteira de inscrição em unidades de saúde, carteira de vacinação dos filhos, acompanhadas das respectivas certidões de nascimento, ou correspondência em nome do interessado;
- recibos, holerites, declaração do empregador ou do tomador de serviços, comprovantes de valores recebidos a qualquer título de órgãos públicos ou entidades particulares, tais como: pensões, aposentadorias, pecúlios e demais rendas ou outros meios que possibilitem a comprovação dos rendimentos de cada membro do grupo familiar ou, ainda, declaração do próprio interessado;
- declaração do próprio interessado de ser o único candidato a beneficiário do Programa Frente de Trabalho;
- Título de Eleitor e Certidão de Quitação Eleitoral, emitida e impressa diretamente do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE);
- no caso de candidato masculino, Certificado Militar.

O processo seletivo para o Programa Emergencial de Auxílio-Desemprego (Frente de Trabalho) destina-se à concessão de bolsas, pelo prazo de até um ano, podendo ser prorrogado por até mais um ano, a critério do Departamento de Assistência Social.

Os beneficiários do programa participarão de cursos, palestras e treinamentos de qualificação profissional e desenvolverão atividades de interesse do município e da comunidade. Então entre as atividades as de capinação manual e erradicação de vegetação rasteira em vias públicas e demais logradouros públicos; plantio, cultivo e poda de árvores e de grama em áreas verdes do Município, parques e praças municipais, incluindo o recolhimento do material; manutenção dos sistemas de drenagem, ramais e galerias de águas pluviais; recuperação de pavimento em vias públicas; auxílio na preparação de merenda e limpeza dos setores; outros serviços gerais estabelecidos pela Administração Municipal.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura/ Foto: Ilustrativa
+ VEJA TAMBÉM