24 de Outubro de 2019
17º/33º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Saúde lança edital cultural na "Semana da Visibilidade Trans”

Iniciativa do Programa Estadual IST/Aids quer reunir relatos literários de experiência da população trans

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo lança nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, um edital cultural inédito com objetivo de promover e dar visibilidade às questões que envolvem a população de travestis, transexuais e outras identidades trans.

Com o nome "Trans-critos: Relatos de Vidas”, o lançamento faz parte do calendário de eventos da "Semana da Visibilidade Trans”, programados pelo Programa Estadual IST/Aids-SP.

O concurso consiste na apresentação de relatos de qualquer natureza: humor, drama, ficção, direitos, ativismo, gestão, histórias de vida. O objetivo é estimular pessoas trans a expressar, de forma literária, suas vivências, esperanças, desafios e vitórias. O edital estará disponível no site: www.crt.saude.sp.gov.br e no facebook do CRT (Centro de Referência e Treinamento) DST/Aids-SP.

Qualquer pessoa que se identifique como travesti, transexual ou outras identidades trans, acima de 18 anos, residente no Estado de São Paulo poderá participar do concurso.
As inscrições devem ser individuais e poderão ser feitas de 1º de fevereiro até o dia 31 de março, por meio do link http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=45019.

Os trabalhos serão avaliados por uma Comissão Julgadora com base nos seguintes critérios: inovação no relato; criatividade; superação; lições aprendidas; e coerência entre história e estilo. Doze trabalhos serão escolhidos e anunciados em maio.

"Convidamos a todos os trans para encarar esse desafio. Compartilhar experiências contribui para quebrar paradigmas, preconceitos, e para ampliar a conscientização da população sobre a importância dos hábitos preventivos”, comenta o coordenador do Programa Estadual IST/Aids-SP, Artur Kalichman.

A Comissão é composta por representantes das Secretarias Estaduais de Saúde, Justiça e Cidadania, Educação, Cultura, Desenvolvimento Social, Administração Penitenciária, e por representantes da sociedade civil participantes do Grupo Técnico de Visibilidade Trans.

Assessoria SP
+ VEJA TAMBÉM