14 de Novembro de 2019
17º/33º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Espectros

COLUNISTA - Elda Jabur

ESPECTROS

Suposta aparição de um defunto, incorpóreo, mas com aparência de um fantasma.

ABANTEMA

Alma de outro mundo, aparição terrificante.

Andam mais nas trevas do que na luz. Não são somente supostos defuntos. São almas penadas, acredite se quiser. Ninguém é obrigado a acreditar em algo. Essa foi uma das melhores lições, e silenciosas, que eu adquiri com meu pai. Ele nunca nos empurrou crença nenhuma, mas sim, uma vontade férrea de lutar e acreditarmos em nós mesmos. Procuro agir da mesma forma com minhas meninas. Aliás, só tenho meninas. Até hoje tenho dificuldade em lidar com o sexo oposto. Bem, voltando ao assunto, cada é livre para buscar sua espiritualidade.

Quando nos tornamos defuntos de aceitar o apocalipse com maior expectativa de um final feliz?

Alguns, fisicamente, são lindos. Mas seu corpóreo esconde toda aa feiura e ganância que preenche seu interior. A vontade de conseguir dinheiro a qualquer custo, sem escrúpulos, sem nenhum medo de amealhar o que não lhe pertence, de oprimir os fracos e desfavorecidos.

A maioria, com Incorporamos imediatamente a aparência de um espectro. Tez totalmente amarelada, rigidez e frio total. É a vida que se foi. Normalmente, o cordão de prata, o que liga a alma ao corpo, rompe-se imediatamente onde vai, essa é a questão.

Enxergo muitos vivos como espectros.

Alguns, fisicamente, são lindos. Mas seu corpóreo esconde toda a ganância que preenche seu interior. Possuem uma vontade imensa de conseguir dinheiro a qualquer custo, sem escrúpulos, sem nenhum medo de amealhar o que não lhe pertence, de abusar dos desfavorecidos.

Para onde irão depois de desencarnados?

Para o céu, para o purgatório, inferno? São tantas as visões sobre o assunto. Esperarão o dia do juízo final, onde os corpos ressurgirão. É essa a promessa para o final dos tempos?

Seria a tentativa o decorrer dos tempos.

Fica com marcas indeléveis de maldade. Se sua alma fosse pesada segundo as tradições do antigo Egito, pesaria tanto que arrebentaria o pêndulo. Não são apenas rugas do tempo. São olhares que revelam desejos de vingança, através de pensamentos, palavras e ações.

A sede de vingança.

Passa a contaminar seus vasos sanguíneos. Vive e se alimenta disso. Vocifera seus prognósticos contra alguém que o incomoda, principalmente seus subalternos.

Espectros incorpóreos ou colados a um corpo ambulante?

Talvez seja a mesma coisa. Os incorpóreos podem aterrorizar aqueles que acreditam em espíritos ambulantes. Os viventes, aterrorizam com sua ganância desmedida.

ENQUANTO ISSO:

Vemos:

---o espectro da fome

---a miséria dos pobres e oprimidos

---a morte dos refugiados

---o poder dos ditadores

---a subserviência dos exércitos

---a destruição da natureza

---a poluição dos rios, mares e oceanos

---grande parcela dos jovens drogados

---crescente número de analfabetos, como é o caso do Brasil. Esses ficarão impossibilitados de alcançar por si mesmos uma visão de mundo que lhes possibilite sair do círculo vicioso da miséria.

Elda Jabur
é professora de História formada peLa Unesp de Assis. Trabalhou no Sesi e no Estado até aposentar-se. Há muito tempo dedica-se a escrever para jornais, faz óleo sobre tela e pertence à Ordem Rosacruz - AMORC há mais de 30 anos. Reside na Cidade de Cândido Mota/SP.
+ VEJA TAMBÉM