21 de Novembro de 2019
17º/33º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

Homem invade salas vestido de palhaço e assusta alunos de faculdade em Assis

Palhaço chamou a intervenção de "assalto cultural”

Uma situação inusitada preocupou alunos e acadêmicos da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA). Um homem vestido de palhaço invadiu algumas salas de aula e, segundo relatos de alunos, se identificou apenas como professor da Universidade de São Paulo (USP).

Um dos pontos que chamou a atenção foi que o homem pediu para que todos os estudantes guardassem o celular. Depois, durante sua "apresentação", o suposto professor falou sobre a educação pública no país e sobre violência contra a mulher.

Ainda de acordo com os relatos, o homem finalizou dizendo "agora vocês serão assaltadas". O complemento foi "de brincadeirinha", momento em que o palhaço pediu ajuda financeira para "voltar embora" após seu "assalto cultural".

Segundo a FEMA, o homem não pediu autorização e nem comunicou a instituição da sua visita, que incluiu salas das turmas dos cursos de Direito e Medicina.

Conforme apurado pelo AssisCity, o mesmo homem também teria visitado a Universidade Estadual de Maringá (UEM), a Unespar e também a UNESP em Assis.

Fim do mistério

Por meio das redes sociais, a identidade do "palhaço misterioso" foi divulgada. Trata-se de Milton Petrella, que é responsável pelo Grupo Assalto, um grupo de teatro que se apresenta por diferentes lugares do país há quase 27 anos.

A um site de notícias do Paraná, ele deu uma entrevista e confirmou que alguns estudantes ficaram assustados, e chegaram a correr e gritar durante sua visita. O artista, no entanto, disse que não houve nada demais e que seu erro talvez tenha sido não avisar a direção.

Divulgação - Homem invadiu as salas da FEMA vestido de palhaço e assustou os alunos
Homem invadiu as salas da FEMA vestido de palhaço e assustou os alunos


Redação AssisCity/ Fotos: Divulgação
+ VEJA TAMBÉM