12 de Novembro de 2019
17º/33º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Tupã confirma terceiro caso de Sarampo

O paciente é uma criança de apenas 1 ano, do sexo masculino

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, confirmou nesta terça-feira (22) novo caso de sarampo em Tupã.

O paciente, uma criança de apenas 1 ano, do sexo masculino, apresentou quadro de febre no dia 6 de setembro e de enxatema (erupções cutâneas vermelhas em uma região específica ou por todo o corpo, causadas por infecções virais ou bacterianas) no dia 12 de setembro.

A criança passou por atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), sendo notificado como caso suspeito de sarampo. Foi constatado que ele havia recebido apenas uma dose da vacina tríplice viral (que protege contra sarampo, rubéola e caxumba), já que no período em que estava agendada a segunda dose da vacina a criança apresentava febre, impossibilitando a imunização.

Ele foi submetido a vários exames, que foram encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz de Marília. Seguindo o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde, assim que a suspeita foi notificada a Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica e da rede de Atenção Básica, realizou ações de bloqueio vacinal no prazo de 72 horas, abrangendo os contatos da criança, tanto domiciliares quanto na creche em que estuda.

Nesta terça-feira o Instituto Adolfo Lutz divulgou a confirmação laboratorial, apontando quadro positivo para sarampo. Este é o terceiro caso da doença confirmado neste ano em Tupã. A Secretaria Municipal de Saúde informou também que a criança foi avaliada pelos médicos do grupo técnico de sarampo e liberada, já que não apresentou complicações que justificassem sua internação.

A Secretaria Municipal de Saúde informou ainda que aguarda resultado de outros quatro casos suspeitos de sarampo e que as medidas de prevenção contra a doença continuam sendo intensificadas, através de vacinação nas unidades de saúde para quem está em atraso e intensificação em casos de bloqueio.

Vale lembrar que a vacina tríplice viral está disponível para pessoas de 1 a 29 anos, que deverão receber duas doses da vacina. Adultos de 30 a 59 anos necessitam de apenas 1 dose. Já pessoas acima de 60 não precisam ser imunizadas.

Com informações da Assessoria
+ VEJA TAMBÉM