19 de Fevereiro de 2020
17º/33º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

O aumento da carne: um fato com muitas explicações e consequências!

COLUNISTA - Professor Thiago Hernandes

Classificado como um pilares mais importantes da economia nacional, o agronegócio brasileiro destaca-se pelos empregos e impostos gerados, bem como por sua eficiência e produtividade em áreas como a avicultura, a bovinocultura, a suinocultura, a fruticultura, a cafeicultura, a cana de açúcar, o cacau, a soja e o milho. Esta realidade decorre da interação de vários fatores como as condições climáticas, solos férteis, vastidão territorial, tecnologias aplicadas dentre outros.

Diante deste cenário, a alimentação típica do brasileiro é internacionalmente reconhecida por sua grande diversidade de ítens, seja os de origem animal e/ou vegetal.

Porém nas últimas semanas, a população em geral está sentindo sensivelmente o aumento do preço da carne bovina, suína e de aves. mas o que está provocando esta elevação?

Para responder a esta questão, faz-se necessário considerar alguns fatores, tais como:

- estamos no período da entressafra do boi, fase esta caracterizada pela redução da oferta de boi gordo em decorrência dos períodos de estiagem comumente ocorre entre maio a setembro nas principais regiões produtoras, condição que normalmente acabada somente em março com os pastos recuperados com as chuvas de verão;

- no final de ano normalmente a demanda interna aumenta em razão das festas familiares e nas empresas, o que por ótica de mercado tem-se - maior demanda = maior o preço;

- a China, uma grande consumidora global de carnes, foi obrigada por questões sanitárias a sacrificar milhões de cabeças de suínos, e por esta razão, teve de aumentar as importações para suprir a demanda interna.

Mas quais a razões fizeram do Brasil o grande fornecedor para o "gigante asiático"? Para esta pergunta, muitas são as explicações:

- Brasil e China estão há vários anos estreitando suas relações diplomáticas e comerciais;
- Nos últimos meses, a desvalorização do Real perante ao Dólar, cria um ambiente favorável as exportações;
- O Brasil é detentor de um gigantesco rebanho e a qualidade da carne nacional há vários anos vem ganhando relevância mundial;
- A carne bovina brasileira é cobiçada em cenário internacional por razões como ser essencialmente produzida por rebanhos que se alimentam se pasto, fator este que dá um caráter de "boi mais saudável" e mais viável economicamente em relação aos criados exclusivamente em confinamento com rações;

Como nem tudo são rosas, este cenário de aumento do preço da carne bovina, atrelada as constantes perdas do poder de compra do Real, juntos estão fazendo com que muitas famílias se vejam obrigadas a rever hábitos alimentares, e assim busquem outras alternativas de menor peso econômico, condição esta nem sempre conquistada.

Diante desta cenário, cabe ao Estado Brasileiro por meio de seus agentes políticos, agir de forma justa e eficaz à garantir o bom cenário para as exportações, mas também atuar de forma que haja no mercado interno carne em quantidade suficiente para suprir as demandas da população afim de gerar menor pressão no preço do produto, e por consequência no orçamento familiar

Divulgação
Prof. Me. Thiago Hernandes
graduado e mestre em geografia, professor de ensino médio e ensino superior. Dono do canal no youtube, GEOEXPLICA
+ VEJA TAMBÉM