28 de Fevereiro de 2020
17º/33º
ENTRETENIMENTO » BLOG

Família busca por cachorro desaparecido na vila Cláudia em Assis

Whisky fugiu por volta das 21h25 desta sexta-feira, 21 de fevereiro

A família tutora do cachorrinho Whisky, que fugiu na noite desta sexta-feira, 21 de fevereiro está a sua procura.

Ele fugiu junto com seu irmão do Hotel HD Park, por volta das 21h25 desta sexta-feira; seu irmãozinho foi encontrado morto pouco depois na rodovia Raposo Tavares.

A família está muito preocupada e as crianças estão sentindo muito a falta de Whisky; ele está usando uma coleira com seu nome e telefones de contato.

Quem tiver informações que colaborem para sua localização pode entrar em contato pelos números (18) 99775 2882, (18) 99608-4442 e (18) 3324-2144, gratifica-se.

divulgação - Cachorro Whisky
Cachorro Whisky


Tutores buscam por gato que desapareceu no Jardim Paulista em Assis

O gato Juba está desaparecido desde quinta-feira, 13 de fevereiro

Os tutores do gato Juba, que desapareceu na quinta-feira, 13 de fevereiro, estão à sua procura.

Juba vive em uma casa na Rua da Assembleia, no Jardim Paulista e, por ser castrado, não costuma sair de casa.

Os tutores pedem que se alguém tiver notícias que ajudem a localizar Juba, para que entre em contato pelos números (18) 99807-1333 ou (18) 99822-6116 (falar com Everton ou Ariane).

divulgação - Gato Juba
Gato Juba


Dia do Gato: Fatos e fakes do comportamento felino

Data é comemorada nesta segunda-feira, 17 de fevereiro

Nesta segunda-feira, 17 de fevereiro, é comemorado o Dia do Gato. Esses animais com personalidade bem peculiar, pelos lustrosos, já conquistaram o coração de muita gente e vêm povoando cada vez mais casas de brasileiros -- são mais de 22 milhões de felinos no país, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Mas muitos tutores ainda têm dúvidas sobre o comportamento desse pet, que costuma ser bem diferente do cachorro, por exemplo.

Segundo Marcio Barboza, médico-veterinário e Gerente Técnico Pet da MSD Saúde Animal, os chamados "gateiros", que são aqueles que têm uma preferência por gatos, amam a autenticidade e personalidade mais independente desses animais. Saber respeitar os seus limites e compreender as peculiaridades do seu comportamento é fundamental para a construção de uma relação saudável e de longo prazo com o animal. Abaixo o especialista esclarece cinco fatos e fakes sobre os hábitos desse pet:

Ao mostrar sua barriga, os gatos mostram submissão ao seu dono - FAKE. Ao contrário dos cães, os gatos não estão mostrando submissão ao ficar de costas para o chão. Em alguns casos, podem até arranhar o tutor ao receber carinho nessa hora. Segundo Marcio, isso acontece porque ao agir dessa forma, os felinos estão demonstrando confiança e podem encarar o contato como uma ameaça a sua dominância do local. Portanto, deixe-o curtir esse momento no cantinho dele, ok?

Gatos podem ter dificuldade de descer de lugares muito altos - FATO. Não é incomum procurar o gato em casa e encontrá-lo sobre os armários, eletrônicos ou outros lugares mais altos. Isso acontece porque eles gostam de explorar a casa e muitas vezes se sentem seguros nesses locais. Mas quem nunca ouviu histórias de bombeiros que precisam retirar gatinhos das árvores? Essa situação pode acontecer porque esses pets não são anatomicamente projetados para descer de locais muito altos, e podem até sofrer graves quedas. Fique atento!

Pixabay - Segundo IBGE, já são mais de 22 milhões de felinos no país
Segundo IBGE, já são mais de 22 milhões de felinos no país


Meu gato sabe quando eu estou me preparando para viajar - FAKE. Você já deve ter visto algum vídeo fofo de gatinho entrando dentro da mala de viagem de seu dono enquanto a bagagem é arrumada. Muita gente pensa que é porque o animal reconhece que o tutor irá viajar e está querendo ficar mais próximo. Mas na verdade o pet identifica alguns rituais como uma forma de obter atenção ou um sinal de mudança na rotina. Afinal, antes de sair para uma viagem é quase inevitável se despedir do seu gatinho com uma dose extra de carinho, não é? Pois com o tempo o animal se torna capaz de reconhecer tais sinais e passa a se aproximar para ter mais atenção.

Gatos derrubam a água da tigela por não enxergar bem - FATO. A visão dos bichanos não é das melhores, já que apresentam por natureza um pouco de miopia. Por isso, muitas vezes, derrubam a comida ou a água por não ver bem os objetivos. Mas Marcio lembra que alguns deles também podem ver na água uma diversão, e derrubar o seu potinho é um tipo de brincadeira.

Gatos não têm pulgas nem carrapatos - FAKE. Felinos podem sim sofrer muito com pulgas e inclusive obter doenças desses parasitas, como dermatite e anemia infecciosa. Já os carrapatos são mais raros em gatos, mas também podem se alojar no pet. Por isso é importante mantê-lo protegido. "Prefira soluções de longa duração que evitam a reinfestação de seu pet e deixam a casa livre desses parasitas", ressalta o veterinário.

SOS Pets organiza bazar no dia 7 de março em Assis

A ação ocorre na escola Carolina Burali

A ONG SOS Pets organiza para o próximo dia 7 de março, sábado, um bazar beneficente em Assis. A renda será revertida para o pagamento de algumas contas da entidade que estão em aberto.

Durante o bazar serão vendidos itens novos e usados em ótimo estado, além de artigos de grifes famosas, como roupas, sapatos, bijuterias, bolsas, eletrônicos, eletrodomésticos, brinquedos e livros. Produtos da marca Inoar, parceira da entidade, também estarão à venda a preço de custo.

O bazar ocorre das 9h às 16h, na escola Carolina Burali, na Rrua Santa Cruz, 958.

divulgação - Cartaz de divulgação do evento
Cartaz de divulgação do evento


Gata busca por tutores em Assis

Animal está nas redondezas do Batalhão da PM, na Vila Adileta

Uma gata está à procura de seus tutores na Vila Adileta, em Assis. Segundo uma mulher que tem cuidado dela, o animal aparenta ter dono, já que ela é muito dócil e pode estar perdida.

A mulher afirma que não tem condições de acolhê-la definitivamente, pois a gata não é aceita pelos outros animais da casa.

Caso alguém a reconheça ou queira adotá-la de forma responsável, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99664-0504.

Divulgação - Gata está na Vila Adileta, nas proximidades do Parque Buracão
Gata está na Vila Adileta, nas proximidades do Parque Buracão


Use o cupom do AssisCity e ganhe 15% de desconto no site da Vitrine Animal

Site foi recém inaugurado cheio de vantagens para você!

Divulgação


A Vitrine Animal começou o ano com várias novidades! Uma delas é o novo site da loja, que agora é mais uma opção para você comprar diversos produtos para seu pet sem sair de casa!

"Nós estamos trabalhando há mais de um ano nessa nova plataforma, para proporcionar uma experiência bacana aos nossos clientes. Inauguramos o serviço neste final de semana e ainda faltam alguns ajustes, mas todos já estão convidados para acessar o site e fazer suas compras", afirma o proprietário Erico Escolar.

Divulgação - Acesse já e aproveite!
Acesse já e aproveite!


Uma grande novidade para os leitores do AssisCity é que você pode usar o nosso cupom e ganhar 15% de desconto nas suas compras! É isso mesmo, acesse o site e, durante a finalização da compra, digite ASSISCITY para receber o desconto automático.

Além da facilidade de acesso, o site da Vitrine Animal conta com um serviço para você retirar o produto na loja em até 2h. Você acessa o site da sua casa, faz o pedido e rapidinho já pode passar apenas para retirar.

Outro serviço é a assinatura de alimento. Os tutores poderão assinar o pacote e receber a ração do seu pet em casa a cada 15, 30, 45 ou 60 dias, se forma fácil e prática. Os clientes que optarem por esse atendimento ganharão 10% de desconto no valor. Não dá pra perder né!?

Acesse agora www.vitrineanimal.com.br e aproveite!

Vitrine Animal, a loja que é o bicho!

Assista à entrevista completa com Erico nos estúdios da TV AssisCity:



Família busca por calopsita que desapareceu no Parque das Acácias em Assis

A calopsita atende pelo nove de Elvis

Moradores do Parque das Acácias em Assis, estão a procura da calopsita Elvis que desapareceu esta semana, na rua Gildo Dos Santos Granjeia.

Quem tiver informações que colaborem para a localização de Elvis, pode entrar em contato com os números: 996338636 e 33249282.

*Atualização às 9h30 de 1º de fevereiro de 2020 -
Elvis foi localizado na noite desta sexta-feira, 31 de janeiro, após a publicação de seu desaparecimento. A família agradece às pessoas que cuidaram dele.

divulgação - Calopsita Elvis
Calopsita Elvis


Coisa de Bicho recebe doações de roupas para bazar beneficente

Podem ser doadas roupas femininas, masculinas e infantis, desde que bom estado

A ONG Coisa de Bicho está recebendo doações de roupas femininas, masculinas e infantis para a realização de seu próximo bazar beneficente.

As doações podem ser entregues na Rua Fernão Dias, 258; na Avenida Paschoal Santilli, 1285, na Vila Progresso.

Os interessados em colaborar podem ainda ligar ou enviar mensagem de WhatsApp para os números (18) 99608-3418 e (18) 99726-2181, que as voluntárias vão buscar as doações.

O valor arrecadado com o bazar será destinado para o custeio de tratamentos oferecidos aos animais em situação de rua.

Neste sábado tem feira de adoção em Assis

Evento ocorre das 13h às 17h

Neste sábado, 25 de janeiro, a entidade SOS Pets participa de mais uma feira de adoção e pet shop em Assis.

O evento terá diversos animais disponíveis para adoção responsável e que estão sob os cuidados das voluntárias da ONG.

A 1ª Expo Pet ocorre no Assis Plaza Shopping das 13h às 17h. Quem visitar a feira concorrerá a prêmios e ganhará brindes.

Durante o evento também será possível tirar dúvidas com uma médica veterinária e um adestrador.

Haverá ainda exposição de Coleiras e Placas de Identificação para Cães e Gatos.

Para mais informações acesse www.facebook.com/sospetsassis.

divulgação - A Expo Pet ocorre neste sábado em Assis
A Expo Pet ocorre neste sábado em Assis


Filhotes são abandonados e estão à disposição para adoção responsável em Assis

Eles estão abrigados na loja Vitrine Animal

Quatro filhotes de cachorro foram abandonados na Avenida Rui Barbosa, em Assis. Os três machos e uma fêmea foram deixados dentro de um caixa em frente à uma loja na sexta-feira, 17 de janeiro.

Os filhotes não tem raça definida, aparentam ter em média 50 a 60 dias de vida e, após atendimento veterinário, já passaram por exames, foram vermifugados, limpos e alimentados.

Apesar de todo o sofrimento que já passaram, eles estão à procura de uma adoção responsável para poderem ganhar um lar cheio de amor e carinho.

Caso alguém tenha interesse em adotá-los, pode entrar em contato pelos telefones (18)99705-9916 ou (18)3323-6636, ou ainda ir até a Vitrine Animal, onde eles foram acolhidos. O endereço é Avenida Rui Barbosa, 1822, no Centro de Assis.

Divulgação


Voluntários pedem ajuda para custear cirurgia de gata resgatada em Assis

Despesas giram em torno de R$760,00

Os voluntários da SOS Pets estão pedindo ajuda financeira para custear a cirurgia de uma gata resgatada em Assis.

Zoe, como é chamada, foi resgatada das ruas com a pata com um ferimento grave. Ela precisou passar por cirurgia ortopédica nesta terça-feira, 7 de janeiro, e necessita de uma segunda cirurgia, pois houve fratura em dois locais.

As despesas estão em R$760,00, que precisam ser quitadas para que Zoe possa continuar o tratamento.

Divulgação - Zoe terá que passar por uma segunda cirurgia ortopédica
Zoe terá que passar por uma segunda cirurgia ortopédica


Quem puder levar a contribuição diretamente na Vitrine Animal, na Avenida Rui Barbosa, 1822, ou depositar nas contas abaixo, a Zoe agrade de todo coração.

Ela é um bebê de 3 meses que já conheceu o abandono e merece uma segunda chance.

Caixa econômica Federal
Ag. 4101
Poupança 1489-5
Op. 013

Banco do Brasil
Ag. 223-2
C.c. 51.872-7

CPF 372.545.038-25
Titular: Bruna da Silva Bellé

Cachorra busca por tutores em Assis

Animal foi encontrado na manhã desta quinta-feira, 26 de dezembro

Uma cachorrinha está em busca de seus tutores em Assis. O animal foi resgatado na manhã desta quinta-feira, 26 de dezembro, na Rua Domingos Gerolim, na Cohab da Rodoviária.

A cachorrinha parece ter tutores, está bem cuidada, além de lacinho e coleira.

Caso alguém a identifique, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99734-6433.

Divulgação - Cachorrinha é da raça Poodle e está em busca de seus tutores em Assis
Cachorrinha é da raça Poodle e está em busca de seus tutores em Assis


Coisa de Bicho e Unidos da V.O fazem bazar neste domingo em Assis

Evento ocorre das 9h às 18h

Neste domingo, 21 de dezembro, os voluntários da entidade Coisa de Bicho e da escola de samba Unidos da Vila Operária realizam um bazar beneficente de Natal.

O evento ocorre das 9h às 18h no barracão da escola, na Rua Tibiriçá, nº 1.

Serão vendidos diversos itens novos e seminovos, como roupas femininas, masculinas, bebê e infanto-juvenil, além de plus size.

Os valores serão a partir R$1,00 a peça e máximo de R$3,00! Imperdível.

Divulgação


Tutores buscam por gata que desapareceu no Centro de Assis

A gata desapareceu na sexta-feira, 6 de dezembro

Os tutores da gata Nina, que desapareceu na sexta-feira, 6 de dezembro, estão à sua procura.

A gata desapareceu da casa da família, na Rua São Paulo, região central de Assis, próximo ao Clube da Ferroviária.

A família pede que se alguém tiver informações que colaborem para a localização da gata Nina, pode entrar em contato pelo número (18) 99659-4864.

divulgação - Gata Nina tem pelagem clara
Gata Nina tem pelagem clara


Coisa de Bicho promove Mega Bazar neste sábado em Assis

Evento será realizado das 9h às 17h

Neste sábado, 7 de dezembro, os voluntários da entidade Coisa de Bicho promovem mais um Mega Bazar em Assis.

O evento será realizado das 9h às 17h e é uma oportunidade para você garantir os presentes da lista de Natal.

Serão vendidos itens como roupas, acessórios, calçados e muito mais. As peças femininas, masculinas, infantis e plus size custam a partir de R$1,00.

O Mega Bazar ocorre na Rua Capitão Francisco Rodrigues Garcia, 165, ao lado da Farmácia Bisaúde no Centro de Assis.

Mais informações acesse a página www.facebook.com/coisa.bicho.

Divulgação


Tutora busca por gata que desapareceu na Vila Glória em Assis

A gata sumiu da casa onde vive na manhã deste domingo, 1º de dezembro

A tutora Camila Nuance Silva busca pela gatinha Joana, de aproximadamente dois meses, que desapareceu na manhã deste domingo, 1º de dezembro, na Rua Osvaldo Aranha, na Vila Glória, em Assis.

Ela conta que a gatinha ainda mama e sua mãe e seu irmão estão desesperados a sua procura.

"Ela sumiu de casa entre 8h30 e 12h. Ela não costuma sair de frente da nossa casa, pois é muito pequena ainda", conta.

Camila pede que se alguém tiver informações que auxiliem na localização de Joana, para que entre em contato pelo número (18) 99779-6457.

divulgação - A gata Joana tem aproximadamente dois meses
A gata Joana tem aproximadamente dois meses


Tutores buscam por cachorro que desapareceu no centro de Assis

Ele desapareceu na avenida Rui Barbosa

Os tutores de um cãozinho da raça Yorkshire, estão a sua procura, o cão se perdeu na avenida Rui Barbosa, Centro de Assis, e a família está muito preocupada.

O cãozinho está com a pelagem tosada.

Quem tiver informações que auxiliem na sua localização deve entrar em contato com Ana Soares pelo número (18) 99695 5568, ou com Renan pelo número (18) 99802 6002.

divulgação - O cachorro é da raça Yorkshire e está tosado
O cachorro é da raça Yorkshire e está tosado


SOS Pets terá feira de adoção neste sábado em Assis

A feira ocorre das 9h às 13h

Neste sábado, 30 de novembro, das 9h às 13h, as voluntárias da ONG SOS Pets promovem mais uma Feira de Adoção em Assis.

Diversos animais, que estão sob responsabilidade das voluntárias da ONG, estarão disponíveis para adoção responsável.

As voluntárias lembram que adoção é um ato de amor, é escolher mudar o destino de um animal que teria uma vida sofrida e que precisa de cuidados.

A feira ocorrerá na Beta Dog, na Avenida Dom Antonio, 186, e terá apoio da Fitoway.

divulgação - Cartaz de divulgação da feira deste sábado
Cartaz de divulgação da feira deste sábado


Cachorro busca por tutores na região do Distrito Industrial de Assis

O animal foi encontrado nesta quinta-feira, 28 de novembro

Um cachorro de porte grande e cor caramelo foi encontrado nesta quinta-feira, 28 de novembro, na região do Distrito Industrial de Assis.

O animal aparenta estar bem cuidado e por isso os funcionários da empresa onde ele está abrigado acreditam que ele está perdido.

Quem o identificar o animal pode entrar em contato pelo número (18) 99725-6801.

divulgação - O animal é de porte grande
O animal é de porte grande


Divulgação - Cachorro é dócil e busca por tutores em Assis
Cachorro é dócil e busca por tutores em Assis


Cachorro busca por tutores em Assis

O animal foi resgatado no sábado, 23 de novembro

Um cachorro de grande porte foi resgatado no sábado, 23 de novembro, no cruzamento entre as ruas Tibiriçá e Fortuna, em Assis.

O animal foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros, que o abriga em seu quartel até que seus tutores sejam localizados.

Quem o reconhecer deve procurar a sede do Corpo de Bombeiros, localizada na Avenida Antônio Zuardi, 1160.

divulgação - O animal está abrigado no Corpo de Bombeiros de Assis
O animal está abrigado no Corpo de Bombeiros de Assis


Tutora busca por cachorra desaparecida em Assis

Animal fugiu nesta quinta-feira, 21 de novembro, próximo da Avenida Dom Antônio

A tutora de uma cachorrinha que atende pelo nome de Dora está à sua procura em Assis.

O animal fugiu na tarde desta quinta-feira, 21 de novembro, nas proximidades da Choperia Dom Antônio.

Dora tem a pelagem marrom, é de pequeno porte e os tutores oferecem recompensa para quem encontrá-la.

Caso alguém tenha informações pode entrar em contato pelo telefone (18) 99813-8085 ou (18) 99628-6530.

Divulgação - Dora tem a pelagem marrom e é de pequeno porte
Dora tem a pelagem marrom e é de pequeno porte


Tutores buscam cachorro em Assis

O filhote desapareceu nas imediações do Jardim 3 Américas II

Os tutores de um filhote de cachorro estão à sua procura em Assis.

O animal fugiu nesta quinta-feira, 21 de novembro, mas imediações do Jardim 3 Américas II.

O cachorro atende pelo nome de Thor, tem pelagem clara e desapareceu na Rua Fernandes Salinas. A família tem três crianças muito aflitas desde o seu sumiço e uma delas faz aniversário nesta sexta-feira, mas disse que o pet ser encontrado é o presente.

Quem tiver informações que ajudem na localização do animal pode entrar em contato pelo número (18) 99729-5069.

divulgação - O filhote tem pelagem clara
O filhote tem pelagem clara


SOS Pets realiza feira de adoção neste sábado em Assis

A feira ocorre das 9h às 12h

Neste sábado, 23 de novembro, das 9h às 12h, as voluntárias da ONG SOS Pets promovem mais uma Feira de Adoção em Assis.

Diversos animais estarão disponíveis para adoção responsável.

As voluntárias lembram que adoção é um ato de amor, é escolher mudar o destino de um animal que teria uma vida sofrida e que precisa de cuidados.

A feira ocorrerá na Agrocenter Assis, na Avenida Abílio Duarte de Souza, 585, e terá apoio da Fitway.

divulgação - Cartaz de divulgação da Feirinha de Adoção
Cartaz de divulgação da Feirinha de Adoção


Tutores buscam por cachorra perdida em Assis

Animal desapareceu nas proximidades da UNIP

Os tutores de uma cachorra estão à sua procura em Assis. O animal desapareceu nesta segunda-feira, 18 de novembro, por volta das 10h.

A cachorra sumiu nas proximidades da Rua Salvador R. de Moraes, na região da UNIP. Ela é uma fêmea da raça Basset Haud, que tem a pelagem preta e caramelo.

A família tem uma criança que está chorando muito pela falta do animal.

Caso alguém tenha informações sobre seu paradeiro pode entrar em contato pelo telefone (18) 98131-3013.

Arquivo Pessoal - Cachorra fugiu nas proximidades da UNIP em Assis
Cachorra fugiu nas proximidades da UNIP em Assis


Tutora busca por gata que desapareceu na região central de Assis

A gata Belinha desapareceu nesta sexta-feira, 15 de novembro

Eliane Rodrigues Pereira, tutora da gata Belinha está a sua procura.

Elaine conta que Belinha é muito mansa e desapareceu nesta sexta-feira, 15 de novembro, da casa da família na região central de Assis, próximo ao Atacadão Duas Rodas.

Ela pede que se alguém tiver informações que ajudem a localizar Belinha, que entre em contato pelo número (18) 99685-0388.

divulgação - Belinha é muito mansa
Belinha é muito mansa


SOS Pets realiza feira de adoção neste sábado em Assis

A feira ocorre das 9h às 12h no estacionamento do Hospital Veterinário Vet House

Neste sábado, 9 de novembro, a ONG SOS Pets organiza a Vet Day, feira de adoção dos animais que estão sob os cuidados dos voluntários da entidade.

A feira ocorrerá das 9h às 12h, no estacionamento do Hospital Veterinário Vet House, na Avenida Otto Ribeiro, 2272.

A feira contará com muitos bichinhos lindos e amáveis que precisam de um lar e estarão disponíveis para adoção responsável.

Quem adotar um animalzinho durante a feira ganhará da escola de idiomas KNN 50% de desconto para iniciar um curso.

divulgação - Cartaz de divulgação da Feira de Adoção desta sábado
Cartaz de divulgação da Feira de Adoção desta sábado


Cachorros são bons companheiros para praticar corrida

Médico veterinário acredita que a atividade física, além dos benefícios para a saúde, melhora o relacionamento entre tutor e animal

Correr traz diversos benefícios para o ser humano, e quando a atividade física é feita ao lado do seu melhor "AUmigo”? O médico veterinário das rações premium especial Max, Marcello Machado, afirma que tutores que correm com cachorro, também ajudam o animal no combate à obesidade, redução do estresse, aumento da resistência respiratória e o fortalecimento da musculatura. Além dos benefícios para a saúde, a corrida estimula o cão a explorar novos lugares, cheiros e melhora o relacionamento com o tutor.

De acordo com o médico veterinário, a prática de exercícios físicos faz parte da fisiologia e comportamento natural do pet, mas alguns cuidados devem ser tomados. O treino (distância e intensidade) deve ser gradual, iniciando bem baixo e aumentar aos poucos. "O cão precisa de descanso para se recuperar do esforço e não é recomendado treinar todos os dias. O cachorro pode correr de duas até três vezes por semana, mas essa quantidade varia e antes de começar os treinos, consulte um veterinário de confiança para saber se o pet está liberado para fazer atividades físicas e quais são seus limites.”, alerta Machado.

É importante ficar atento à disposição do seu cachorro antes de fazer exercícios. Se ele parecer desanimado, deixe-o descansando. Quando for realizar a atividade, o tutor deve se atentar em algumas dicas para não prejudicar, conforme orientações do médico veterinário:

· Leve uma garrafinha de água e/ou uma tigela para colocar água e hidratar seu cão antes, durante e após os treinos;

· Evite fazer os treinos nos horários mais quentes do dia (entre 10h e 16h) e após as refeições do seu animal. Além do calor que pode machucar a pata do cão, ele pode sentir desconforto, fadiga e ter vômitos;

· Monitore seu cão durante o exercício. Se ele ficar ofegante ou deitar bruscamente no chão, pare e ofereça água. Não ultrapasse os limites do seu pet e retorne caminhando para sua residência ou carregue o animal no colo;

· Fique atento às características do seu cachorro: peito grande, pernas longas, corpo esguio e aerodinâmico, como cães das raças Border Collie, Galgo, Pastores e Saluki. Se um "vira-lata” possuir essas características descritas, ele pode ser também um bom corredor. Mas, não são todas as raças de cães que têm perfil de corredor. Cachorros com focinho achatado possuem características genéticas que atrapalham na hora da atividade física.

Divulgação - Além dos benefícios para a saúde, a corrida estimula o cão a explorar novos lugares, cheiros e melhora o relacionamento com o tutor
Além dos benefícios para a saúde, a corrida estimula o cão a explorar novos lugares, cheiros e melhora o relacionamento com o tutor


SOS Pets realiza Noite Festiva nesta sexta-feira em Assis

A ação visa arrecadar recursos para os atendimentos da ONG

Nesta sexta-feira, 18 de outubro, a ONG SOS Pets realiza a sua 2ª Noite Festiva em favor da causa animal.

Durante o evento serão oferecidas diversas atrações, além de diversos pratos e bebidas, tudo com valores acessíveis.

A Noite Festiva terá início às 20h, no salão de festas da Igreja da Vila Adileta, na Rua Fernão Dias.

Cada cartela custará R$ 10,00 e o 1º prêmio será no valor de R$ 1 mil, enquanto o 2º prêmio será no valor de R$ 400.

A ação conta com o apoio da Fitoway.

Moradora busca tutores de cachorro em Assis

Ele parece estar recém-operado e necessita de cuidados

A moradora Fabiane procurou a redação do AssisCity para buscar os tutores de um cachorro resgatado em Assis.

O animal foi localizado entre a FEMA e o Residencial Premium. Ele parece estar recém-operado e requer cuidados.

Ela pede que, caso os tutores o identifiquem, entrem em contato pelo telefone (43) 9900-1332.

Divulgação - Cachorro está com sinais de uma recém-cirurgia e necessita de cuidados
Cachorro está com sinais de uma recém-cirurgia e necessita de cuidados


Família procura por cachorro que fugiu na Vila Progresso em Assis

Fredy sumiu há cerca de um mês

A família de Rosa Maria de Oliveira Moraes está à procura do cachorro Fredy, que desapareceu há cerca de um mês da casa da família, localizada na Rua Presidente Prudente, na Vila Progresso, em Assis.

Ela explica que enquanto saíam para trabalhar, Fredy escapou pelo portão e correu muito rápido, não sendo alcançado.

"Ele está conosco há 11 anos. Minhas filhas estão muito tristes sentindo falta dele e por isso pedimos que, se alguém o encontrou, que nos avise", considera.

Caso alguém tenha informações, o telefone para contato é (18) 99712-5374.

divulgação - Fredy é da raça rottweiler
Fredy é da raça rottweiler


Neste sábado tem Cãominhada em Assis

Evento ocorre a partir das 13h30, com saída da Praça da Catedral

Neste sábado, 5 de outubro, será realizado o evento Cãominhada em Assis. Esta edição tem como tema "Família Mutiespécie", que destaca a importância dos animais serem aceitos como um dos membros da família em seus lares.

A caminhada com os cães será pela calçada e na sombra, totalizando quatro quarteirões, e haverá distribuição de água para todos. Além disso a festa contará com diversas atrações, como feira de adoção de animais, sorteios de brindes e participação dos alunos do curso de Auxiliar Veterinário do CENAIC.

A ação é gratuita e todos estão convidados para participar.

Confira a programação:

13h30 - Concentração para a "Cãominhada" na Praça da Catedral
14h - Largada
15h às 15h30 - Chegada na Farmácia BiSaúde

Além disso, todos os participantes ganharão uma foto profissional com seu pet e ainda concorrerão a um álbum de fotos!

O evento é uma iniciativa da Farmácia BiSaúde Vet com apoio do CENAIC Cursos e parceria do grupo de voluntários Coisa de Bicho.

O CENAIC também estará fazendo o sorteio de 1 bolsa de estudos 100% para o Curso de Auxiliar Veterinário em Assis.

Mais informações sobre o evento pelos telefones (18) 3325-1186 ou (18) 99608-3418.

Divulgação


Tutores buscam por cachorra desaparecida no Jd.Paraná em Assis

Ela desapareceu na altura da Rua Cambé

Os tutores de uma cachorra que atende pelo nome de Meg estão à sua procura após ela ter fugido no Jardim Paraná, em Assis.

A cachorra é da raça Shitzu e tem a pelagem preta.

Caso alguém tenha informações da Meg, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99769 6393 e falar com Daniele.

Tutora busca por cachorra que desapareceu na vila Palhares em Assis

Hope desapareceu na segunda-feira, 2 de setembro

Ana Jancovic, tutora da cachorrinha Hope, está à sua procura desde que ela sumiu da casa da família, em Assis.

A família mora na Rua Gonçalves Dias, na Vila Palhares, onde a cachorra acabou fugindo no final da tarde desta segunda-feira, 2 de setembro.

Segundo a tutora, Hope é castrada, tem três anos, não tem costume de sair e é um animal de difícil convivência, pois é muito apegada à sua família, que está sofrendo muito com sua ausência.

Se alguém tiver notícias que ajudem na sua localização pode entrar em contato pelos telefones (18) 99755-3961 ou (18) 99807-8417.

Arquivo Pessoal - Hope é castrada e tem três anos
Hope é castrada e tem três anos


Tutora busca por cachorra desaparecida no Parque Universitário em Assis

Fêmea é da raça Pinscher e atende pelo nome de Rebeca

A tutora de uma cachorra que atende pelo nome de Rebeca está à sua procura após ela fugir no Parque Universitário, em Assis.

Rebeca é da raça Pinscher, tem a pelagem marrom clara e é de pequeno porte.

A família tem uma criança que está chorando muito pelo desaparecimento da cachorra.

Caso alguém tenha informações sobre seu paradeiro pode entrar em contato pelo telefone (18) 99737-2175 (Rita) ou (18) 99692-6949 (Tatiane).

Divulgação - Cachorra atende pelo nome de Rebeca e é da raça Pinscher
Cachorra atende pelo nome de Rebeca e é da raça Pinscher


Conservantes em rações não influenciam nas causas de doenças em pets

Médica veterinária esclarece a utilização dessas substâncias em alimentos industrializados

Você sabia que os pets têm necessidades nutricionais diferentes de nós, humanos. Para garantir a qualidade de vida do seu gato ou cão, a alimentação deve ser feita com ração. Mas, muitos tutores se preocupam com alimentos industrializados devido aos conservantes químicos.

A médica veterinária e coordenadora de Comunicação Científica das rações Nero e Líder (Total Alimentos), Bárbara Benitez, explica que os conservantes artificiais são substâncias que estão presentes nas rações para retardar a alteração do alimento para aumento do tempo de vida útil. Os conservantes artificiais são sintéticos e acabam sendo mais utilizados em razão da pureza e qualidade ser relativamente maior.

"Existem evidências científicas que, comprovam que o excesso de conservantes químicos em rações industrializadas não causa doenças, como câncer. As empresas de nutrição animal passam por certificações rigorosas e utilizam conservadores químicos em baixíssima quantidade.”, explica a médica veterinária.

Benitez também afirma que a associação de outras doenças com os conservantes é muito comum por parte dos tutores, porém, é necessário esclarecer que a nutrição é somente um dos possíveis fatores. "As doenças têm causas multifatoriais. Portanto, afirmar que o pet sofreu de alguma síndrome em consequência da alimentação é errônea.”, esclarece.

Para evitar qualquer enfermidade, a médica veterinária orienta aos tutores para se informar a respeito sobre a fabricação das rações e consumir aquelas que são livres de corantes, conservantes e aromatizantes artificiais. "Além disso, conversar com um médico veterinário de confiança é importante, pois ele vai indicar a melhor dieta alimentar para o seu pet. Eu recomendo as rações com fibras de qualidade, na medida certa, que contenham cereais integrais, extrato de frutas e vegetais incorporados nas partículas.”, explica Bárbara

Por fim, a médica veterinária alerta sobre a comida caseira, que pode levar à desnutrição e como consequência causar algumas doenças, como obesidade, problemas cardíacos, ósseos e de desenvolvimento entre outras. Por isso, evite ao máximo oferecer ao seu animal de estimação esse tipo de alimento.

Divulgação - Segundo médica veterinária, os conservantes artificiais são sintéticos e acabam sendo mais utilizados em razão da pureza e qualidade ser relativamente maior
Segundo médica veterinária, os conservantes artificiais são sintéticos e acabam sendo mais utilizados em razão da pureza e qualidade ser relativamente maior


Divulgação - Médica veterinária Bárbara Benitez
Médica veterinária Bárbara Benitez


Voluntários de Assis pedem ajuda para custear tratamento de cachorro atropelado

Os custos com o tratamento de Peter ficará em torno de R$ 2,5 mil

A ONG Coisa de Bicho está pedindo o auxílio da comunidade para custar o tratamento do cachorro Peter.

As voluntárias contam que o animal foi atropelado no final da tarde de segunda-feira, 26 de agosto, em Cândido Mota. Segundo elas, quem o atropelou, deixou o cachorro no meio da rua, porém com muito sacrifício o animal conseguiu ir até a sarjeta.

Uma das voluntárias que estava próxima ao local foi ao socorro de Peter, verificando uma possível fratura na pata dianteira esquerda.

Peter foi levado até uma clínica de Cândido Mota, onde é acompanhado por um veterinário, porém ele necessita passar por uma cirurgia para que possa se recuperar.

O cachorro precisa fazer a cirurgia o mais rápido possível e que custará R$ 1,8 mil, além dos custos com medicamentos. Os primeiros atendimentos, medicações e internação já representam gastos de R$ 425. Os custos totais ficarão em torno de R$ 2,5 mil.

As voluntárias ressaltam que qualquer ajuda é bem vinda. Quem puder colaborar, pode ir diretamente na Clínica Agromotta, na Rua Ângelo Pipolo, 218, ou depositar as doações nas seguintes contas:

Bradesco: agência 0004, conta corrente 823-0, CPF 300.571.898-03
Banco Brasil: agência 6570-6, conta corrente 25901-2.

Mais informações pelos telefones (18) 99608-3418 ou (18) 99726-2181.

divulgação - O cachorrinho Peter precisa fazer uma cirurgia na pata dianteira
O cachorrinho Peter precisa fazer uma cirurgia na pata dianteira


Toc: transtorno compulsivo em cães

Alguns comportamentos de cachorros podem ser de origem psicológica, o que implica na realização de tratamentos que devem incluir, acima de tudo, a atenção total ao corpo e à mente de um cão

O tutor deve ficar sempre atento aos comportamentos do seu pet para ser capaz de perceber sinais que extrapolam o contexto de simples manias e indicam quadros que merecem tratamentos mais específicos.

O desenvolvimento de manias e comportamentos obsessivos pode estar relacionado a históricos de abuso físico ou emocional. Se o cão foi resgatado, era vítima de maus tratos ou das ruas, deve prestar atenção em suas funções sensoriais.

Sintomas

Os primeiros sintomas decorrem da intensificação do comportamento canino. Isso quer dizer que as atividades que o pet desempenha são muito mais potencializadas.

Dessa forma, os latidos são mais frequentes, assim como o ato de se coçar é realizado em uma intensidade além do normal. O mesmo serve para escavar e arranhar excessivamente.

Destruir as coisas

Quem tem cachorro em casa já se deparou, pelo menos uma vez, com móveis, sapatos, roupas ou outros objetos destruídos. Esse comportamento, muito comum em filhotes, pode acompanhar o pet ao longo da vida.

O que ocorre é que, ao perceber que não tem ninguém com quem interagir, o cachorro desenvolve um quadro de ansiedade e ele precisa extravasar. Essa situação de estresse em cães, geralmente, é acometida pela chamada ansiedade de separação.

O termo diz respeito ao comportamento que o pet desenvolve ao sentir que está sozinho. Para ele, isso pode significar abandono. Por isso, pode latir por muito tempo, chorar, uivar ou destruir seus objetos.

Essa mania tende a diminuir quando ele percebe que há uma rotina na casa e sabe que você irá chegar.

No entanto, se for um comportamento persistente, é necessário levá-lo ao veterinário para que seja realizada uma avaliação mais detalhada e prosseguir com o tratamento adequado.

Correr atrás do rabo

Existem diversos fatores que podem levar a esse tipo de comportamento. Por isso, é importante identificar as reais causas para proceder com as intervenções mais adequadas.

Caso seu pet corra atrás do rabo com muita frequência, leve ao veterinário para que ele seja capaz de fazer a avaliação e encontrar o real motivo. Cães podem fazer isso por predisposição genética a comportamentos compulsivos.

Perseguir o rabo também pode estar relacionado à idade do cão. Filhotes o fazem como forma de brincadeira. Se esse comportamento for identificado nos idosos, pode ser indício de problemas relacionados à senilidade ou demência, afirma a veterinária Livia Romeiro, especialista em comportamento canino da Vet Quality Centro Veterinário 24h.

A falta de exercícios físicos e brincadeiras também podem fazer com que os pets corram atrás do rabo porque eles têm tendência a ficarem entediados por conta do excesso de energia acumulada.

Quadros de ansiedade, necessidade de atenção do dono, vermes e machucados na região também podem ser a causa desse comportamento. Outro ponto que importante é que raças com instinto muito forte de caça tendem a ver no rabo uma espécie de presa.

Lamber as patas

Esse comportamento é uma estratégia que o pet utiliza para informar que está entediado e precisa de uma atividade que o entretenha. Em outras palavras, é um sinal que indica que ele precisa de uma distração.

Nesse caso, o melhor a ser feito é proporcionar momentos de interação. Pode ser com brinquedos, levando ele para passear ou fazendo carinho. A rotina desses tipos de atividades deve ser sempre mantida para evitar outros problemas.

Apesar de ser um comportamento relativamente comum, o ato de lamber as patas é uma das manias que devem ser observadas com atenção para que não se transforme em compulsão.

Caso perceba que o cão está se lambendo além dos limites a ponto de provocar ferimentos, um especialista veterinário deve ser procurado.

Os veterinários serão capazes de fornecer um diagnóstico preciso a partir da avaliação clínica e exames laboratoriais. Se o comportamento indicar que ele apresenta um quadro de ansiedade, os profissionais prescreverão o tratamento mais adequado.

Fazer xixi em lugares inapropriados

Alguns cães fazem xixi na cama ou no travesseiro de quem lhe deu bronca. Isso não acontece porque eles são desaforados. Na verdade, trata-se de um sintoma que pode estar relacionado ao medo.

Após receber uma bronca ou correção, é comum que o cachorro trema e encolha o rabo. Nesse processo, o xixi acaba vazando.

Além disso, fazer xixi pode ser sinônimo de marcação de território. Se o pet estiver em um contexto que faça com que ele se sinta desafiado, pode sentir a necessidade de deixar seu cheiro em lugares específicos.

É importante lembrar que a punição só é eficaz quando o pet é pego em flagrante. Sua memória não é como a nossa e ele não é capaz de associar a bronca ao ocorrido. Além disso, ele pode entender que o erro está no próprio ato de urinar.

Tratamentos

Nunca deixe de lembrar que um cachorro com transtorno compulsivo apresenta um desequilíbrio emocional e isso exige muita paciência e dedicação para que ele possa se recuperar em um ambiente que forneça equilíbrio e bem-estar.

Do ponto de vista da saúde física, é preciso intervir com soluções que tratam os sintomas. Em casos de feridas pelo corpo causadas por mordidas ou lambedura, pode ser que o médico veterinário prescreva medicamentos para inflamação.

Além disso, talvez seja necessário o uso de ataduras ou colar elizabetano.

Do ponto de vista comportamental, é necessário que o pet passe por um processo de reeducação e socialização. Isso é fundamental para que ele seja capaz de fortalecer a autoconfiança e se sentir seguro no ambiente onde ele vive.

Todos os tratamentos devem ser acompanhados de perto por um especialista em neurologia veterinária.

Como evitar transtornos compulsivos em cães

É necessário que o tutor forneça um ambiente saudável e aconchegante para seu pet. Ele deve se sentir protegido e amado. Caso ele faça xixi fora do lugar ou destrua algum objeto, jamais use a violência física ou emocional como corretivo.

É necessário promover a realização de atividades físicas regularmente. Caminhar, pular, brincar e correr são exercícios que aliviam a tensão acumulada e previnem depressão e ansiedade.

Ofereça uma dieta equilibrada. Mantenha o calendário de vacinas e vermifugação sempre atualizado e não deixe de fazer consultas regulares com o veterinário.

Ilustrativa - Lamber as patas é um sinal que indica que seu pet precisa de uma distração
Lamber as patas é um sinal que indica que seu pet precisa de uma distração


Tutor procura por cachorro que desapareceu no Park Colinas em Assis

O cachorro sumiu no dia dois de agosto

Welinton Diniz, tutor do cachorro da raça Yorkshire, Fred, está a sua procura.

Fred desapareceu no dia dois de agosto da casa da família no Park Colinas.

Quem tiver informações que ajudem a localizá-lo deve entrar em contato pelos números (18) 99736-5916 e (18) 99824-2021.

arquivo pessoal - Fred é a raça Yorkshire
Fred é a raça Yorkshire


Tutores buscam por cachorra que desapareceu em Assis

A cachorrinha Luna faz um tratamento e precisa tomar seus medicamentos com frequência

Desapareceu neste sábado, 24 de agosto, por volta das 12 horas, a cachorrinha da raça schnauzer Luna.

Ela vive com a família na rua Senhorinha de Souza, próximo ao cruzamento com a avenida Armando Sales de Oliveira na vila Xavier.

Seus tutores contam que estão muito preocupados com o sumiço de Luna, pois ela faz um tratamento e toma medicamentos com frequência.

Eles pedem que quem tenha notícias que ajudem na sua localização para que entre em contato com Rafael pelos números (18) 99759-1798 e (18) 3323 2325. A família gratificará quem a encontrar.

arquivo pessoal - Luna tem pelagem clara
Luna tem pelagem clara


Tutora busca por cachorra que sumiu na vila Xavier em Assis

Sássi sumiu na tarde desta sexta-feira, 23 de agosto

A tutora da cachorrinha Sássi, da raça Pinscher, está a sua procura.

Roseli conta que Sássi sumiu por volta das 14 horas, desta sexta-feira, 23 e agosto nos arredores da rua Emílio de Menezes, na vila Xavier.

Ela pede que se alguém tiver informações que ajudem na localização de Sássi para que entre em contato pelo número (18) 99822-5831.

divulgação - Sássi é da raça Pinscher
Sássi é da raça Pinscher