25 de Maio de 2022
20º/30º
Entretenimento - Blog

Ano novo: dicas para começar 2022 com a saúde em dia

Healthtech lista uma série de atitudes que podem ajudar a ter uma vida mais saudável

A Saúde da Gente, hub de soluções pioneira no segmento de saúde digital, atenta às mudanças trazidas pela pandemia, elaborou algumas dicas para quem quer se manter saudável no ano que está por vir. De acordo com o Dr. André Rodrigues, coordenador médico da healthtech, "investir na prevenção é o que faz a diferença. Devemos pensar em uma mudança de postura em relação ao enfrentamento das doenças, a partir de alguns pilares que envolvem o bem-estar físico e mental", explica o especialista, que dá algumas recomendações:

Investir em prevenção: fazer exames de check-up com regularidade, evitar o consumo de cigarro e bebidas alcoólicas, manter uma alimentação balanceada, praticar atividades físicas, dormir bem e cuidar da saúde mental são atitudes simples que reduzem pela metade o surgimento de doenças crônicas, cardiovasculares e até mesmo o câncer, segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde,

Assumir um comportamento responsivo: ter um compromisso com a própria saúde e engajamento com o bem-estar físico e mental, com assistência médica preventiva e autocuidado.

Fazer bom uso da tecnologia disponível: a telemedicina e a adoção de novos protocolos de diagnósticos são exemplos de como a pandemia melhorou alguns processos e acelerou alguns métodos promovendo segurança e eficácia.

Controlar o estresse: o estresse é uma reação normal do organismo diante de algumas situações. No entanto, provoca desequilíbrio e, quando acontece de forma intensa, pode até causar doenças. Entre os principais sintomas estão dores de cabeça, indigestão, dores musculares, insônia e ansiedade. Por isso, é importante ter atitudes positivas para o manejo do estresse. Tirar um tempo para si, realizar atividades físicas, estar atento à respiração são algumas ações que podem ajudar.

"Cada um deve se esforçar e se envolver diretamente para evitar doenças, considerando a máxima que a prevenção é o melhor remédio. Já como sociedade, devemos buscar a redução da desigualdade em saúde e lutar por maior eficiência, tecnologia e segurança para todos", finaliza o coordenador médico da Saúde da Gente.
Divulgação
Bem-Estar
+ VEJA TAMBEM