04 de Março de 2021
20º/30º
Entretenimento - Blog
Bem-Estar

Cinco características essenciais para o profissional de comunicação

Centro universitário lança cursos de pós-graduação com foco na atualização do setor

A transformação digital mudou o modo de se fazer comunicação. Os profissionais devem ficar atentos às tendências, ferramentas tecnológicas e conceitos que mudam com frequência. Algumas competências como capacidade analítica, adaptabilidade e conhecimento de ferramentas e técnicas são fundamentais para os comunicadores.

Essas mudanças geram impactos para os profissionais de organizações públicas e privadas, assim como empreendedores de diferentes segmentos. Clóvis Teixeira Filho, coordenador de pós-graduação da área de Comunicação do Centro Universitário Internacional Uninter, explica que as competências comunicacionais têm sido cada vez mais solicitadas, em diferentes áreas de atuação. "Assistimos ao crescimento da produção audiovisual amadora e profissional, a ampliação do e-commerce, além da utilização intensa de mídias sociais e novas formas de fazer jornalismo e publicidade. O trabalho com comunicação hoje é cada vez mais dinâmico e digital", afirma.

Assim como em outras áreas, é essencial para um profissional da comunicação buscar entender as últimas novidades do setor e sempre estar atualizado. A Uninter tem quatro cursos de pós-graduação para quem procura uma nova direção na carreira, são eles: Gestão de Empresas de Radiodifusão, Gestão de Mídias Digitais, Produção Audiovisual para Web e Planejamento de Comunicação Integrada. "Os cursos abordam questões emergentes da mídia digital e suas possibilidades de mensuração, compartilhamento de conteúdo, assim como novos formatos publicitários e processos de produção jornalística", afirma o pró-reitor de pós-graduação da Uninter, Nelson Castanheira.

São cursos que têm valor acessível, duração de nove meses e possibilidade de escolha de disciplinas (para os cursos Flex). "A área de comunicação se transforma rapidamente e temos acompanhado isso em todas as nossas propostas. Abordamos nos cursos, os últimos temas que estão norteando o mercado de trabalho", finaliza Teixeira.

Confira a relação das cinco características mais buscadas nos profissionais de comunicação:

Ser adaptável

Ter em mente que um projeto pode mudar é fundamental para os profissionais da área. Muitas vezes isso acontece após a equipe receber novos dados e ter flexibilidade e saber lidar com as mudanças. Otimizar as ações para obter melhores resultados é essencial.

Contar uma história - discurso

Uma boa história é algo envolvente. Saber construir um storytelling que cative o público mostrando os pontos em comum do personagem da matéria ou de uma empresa é algo importante na construção de um discurso.

Veículos de comunicação, empresas, perfis em redes sociais e youtubers, por exemplo, têm um discurso a seguir e saber como contar isso é fundamental para o desenvolvimento dos canais de comunicação.

Trabalho em equipe

As profissões da área de comunicação geralmente têm uma rotina repleta de desafios e trabalhar em equipe pode ajudar. Não apenas entre os profissionais da equipe de comunicação, mas também entre outros setores como vendas.

Domínio de ferramentas

Para saber como a mensagem está sendo recebida e por quem, é fundamental ter acesso a números e para isso é preciso conhecer técnicas e ferramentas. Atualmente as principais são: SEO, Google Ads, Google Analytics, WordPress, Mídias Sociais, E-mail Maketing e Mídias pagas.

Ser analítico

Saber interpretar os números e as informações é fundamental para realizar ações mais assertivas, tanto nas atuações em mídias sociais quanto em matérias jornalísticas.

Com a internet, os dados passaram a ser fundamentais para traçar um direcionamento das áreas ligadas a comunicação, como marketing.

Sobre o Grupo Uninter

O Grupo Uninter está entre os maiores players do segmento educacional, e é a única instituição de ensino a distância do Brasil recredenciada com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, o centro universitário conquistou o conceito 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo MEC. O resultado aliado à nota máxima de seu programa de educação a distância (EAD), consolida a Uninter como a melhor instituição EAD no Brasil, à frente dos outros cinco maiores grupos educacionais que atuam na modalidade. Já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 300 mil alunos ativos nos mais de 400 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Possui polos de apoio presencial estrategicamente localizados em todo o território brasileiro. Para saber mais acesse uninter.com

Cinco características essenciais para o profissional de comunicação

Centro universitário lança cursos de pós-graduação com foco na atualização do setor

A transformação digital mudou o modo de se fazer comunicação. Os profissionais devem ficar atentos às tendências, ferramentas tecnológicas e conceitos que mudam com frequência. Algumas competências como capacidade analítica, adaptabilidade e conhecimento de ferramentas e técnicas são fundamentais para os comunicadores.

Essas mudanças geram impactos para os profissionais de organizações públicas e privadas, assim como empreendedores de diferentes segmentos. Clóvis Teixeira Filho, coordenador de pós-graduação da área de Comunicação do Centro Universitário Internacional Uninter, explica que as competências comunicacionais têm sido cada vez mais solicitadas, em diferentes áreas de atuação. "Assistimos ao crescimento da produção audiovisual amadora e profissional, a ampliação do e-commerce, além da utilização intensa de mídias sociais e novas formas de fazer jornalismo e publicidade. O trabalho com comunicação hoje é cada vez mais dinâmico e digital", afirma.

Assim como em outras áreas, é essencial para um profissional da comunicação buscar entender as últimas novidades do setor e sempre estar atualizado. A Uninter tem quatro cursos de pós-graduação para quem procura uma nova direção na carreira, são eles: Gestão de Empresas de Radiodifusão, Gestão de Mídias Digitais, Produção Audiovisual para Web e Planejamento de Comunicação Integrada. "Os cursos abordam questões emergentes da mídia digital e suas possibilidades de mensuração, compartilhamento de conteúdo, assim como novos formatos publicitários e processos de produção jornalística", afirma o pró-reitor de pós-graduação da Uninter, Nelson Castanheira.

São cursos que têm valor acessível, duração de nove meses e possibilidade de escolha de disciplinas (para os cursos Flex). "A área de comunicação se transforma rapidamente e temos acompanhado isso em todas as nossas propostas. Abordamos nos cursos, os últimos temas que estão norteando o mercado de trabalho", finaliza Teixeira.

Confira a relação das cinco características mais buscadas nos profissionais de comunicação:

Ser adaptável

Ter em mente que um projeto pode mudar é fundamental para os profissionais da área. Muitas vezes isso acontece após a equipe receber novos dados e ter flexibilidade e saber lidar com as mudanças. Otimizar as ações para obter melhores resultados é essencial.

Contar uma história - discurso

Uma boa história é algo envolvente. Saber construir um storytelling que cative o público mostrando os pontos em comum do personagem da matéria ou de uma empresa é algo importante na construção de um discurso.

Veículos de comunicação, empresas, perfis em redes sociais e youtubers, por exemplo, têm um discurso a seguir e saber como contar isso é fundamental para o desenvolvimento dos canais de comunicação.

Trabalho em equipe

As profissões da área de comunicação geralmente têm uma rotina repleta de desafios e trabalhar em equipe pode ajudar. Não apenas entre os profissionais da equipe de comunicação, mas também entre outros setores como vendas.

Domínio de ferramentas

Para saber como a mensagem está sendo recebida e por quem, é fundamental ter acesso a números e para isso é preciso conhecer técnicas e ferramentas. Atualmente as principais são: SEO, Google Ads, Google Analytics, WordPress, Mídias Sociais, E-mail Maketing e Mídias pagas.

Ser analítico

Saber interpretar os números e as informações é fundamental para realizar ações mais assertivas, tanto nas atuações em mídias sociais quanto em matérias jornalísticas.

Com a internet, os dados passaram a ser fundamentais para traçar um direcionamento das áreas ligadas a comunicação, como marketing.

Pets são para a vida e não só durante a quarentena

Diversos estudos já mostram que gatos e cães promovem momentos de alegria, companheirismo, incentivam atividades e beneficiam a saúde física e mental dos humanos

Pets têm necessidades de cuidados e atenção que devem ser levadas em consideração por quem deseja ser tutor.

Não é novidade para os tutores de pets o quanto eles impactam positivamente a vida como um todo, da rotina até a saúde. Durante os meses de confinamento, que se tornaram parte do dia a dia desde março de 2020, pudemos experimentar uma convivência diária mais intensa com eles e compreender os reais benefícios que ela traz. Foi durante este período, também, que a quantidade de tutores de gatos e cães cresceu no Brasil. Porém, existe um lado preocupante neste cenário, já que o número de abandonos de pets também aumentou recentemente, no momento em que estamos completando quase 1 ano de isolamento social. Ou seja, está claro que muitos tutores tomaram a decisão de ter um animal de estimação de forma precipitada, sem buscar informações essenciais sobre a guarda responsável do animal.

Mais que uma boa companhia, assim como nós, os animais de estimação possuem necessidades fisiológicas, emocionais, exigem cuidados com sua saúde, idas regulares ao Médico-Veterinário, carinho e atenção. Assim, é imprescindível que o tutor tenha ciência da importância da guarda responsável antes de tomar a decisão de levar um pet para casa.

A Mars Petcare, líder global em nutrição animal e detentora de marcas como ROYAL CANIN®, PEDIGREE®, WHISKAS® e OPTIMUM?, acredita que uma das melhores maneiras de ajudar os pets a terem uma vida melhor é educando os tutores e futuros tutores sobre suas responsabilidades. A Dra. Natália Lopes, Médica-Veterinária e Gerente de Comunicação Científica da ROYAL CANIN® Brasil, explica alguns pontos que o tutor deve se atentar para ter a melhor experiência na jornada de cuidados com o seu pet:

Entenda se você está pronto para ser um tutor

O primeiro passo é questionar se você realmente está preparado para assumir esse compromisso que pode durar muitos anos e exigirá de você, inclusive, investimento financeiro e de tempo, com cuidados, vacinações, idas ao Médico-Veterinário, ou seja, com a saúde e bem-estar geral do pet.

Faça uma pesquisa profunda sobre o assunto

Entenda, de maneira mais detalhada, sobre as necessidades do pet, assim como a forma que ela impactará a sua rotina. Pesquise todas as informações possíveis - como, por exemplo, alimentação, necessidades de passeios, cuidados com pelagem, apoio profissional em casos de viagens, etc - para ser bem sucedido nesta nova jornada que, certamente, exigirá tempo e dedicação.

Saiba onde buscar ajuda quando preciso

Existem profissionais prontos para te ajudar com informações de qualidade. Porém, o ideal é que você construa um relacionamento sólido e próximo com o Médico-Veterinário do pet. Assim, todos os cuidados, tanto de rotina quanto os emergenciais, poderão ser avaliados pelo profissional. Ele também será fundamental para orientá-lo sobre o relacionamento estabelecido entre vocês para que seja o mais positivo possível.

A escolha do pet e a recepção em casa

A escolha do pet que mais se adequa ao estilo de vida do tutor é tão fundamental quanto os outros passos, pois é a partir daí que o tutor deverá se empenhar em compreender melhor o animal, suas necessidades específicas e características comportamentais. Também é importante trabalhar na adaptação do lar para que o pet tenha um ambiente confortável e que atenda suas necessidades, tornando a relação harmoniosa e segura.

Assisense procura cachorra pitbull que desapareceu no Parque Colinas

Duas crianças estão tristes pelo seu desaparecimento

Igor Keki Garcia está a procura da pitbull Alerquina que desapareceu por volta das 16 horas desta quarta-feira, 24 de fevereiro, no Parque Colinas.

Igor explica que há duas crianças que são muito apegadas à cachorra e estão tristes devido ao desaparecimento de Alerquina. "Temo que elas fiquem doentes e peço ajuda para encontrá-la", diz Igor.

Se alguém tiver informações sobre a localização de Alerquina pode entrar em contato pelo número de telefone (18) 98801-8535.

divulgação - Cachorra atende pelo nome de Alerquina
Cachorra atende pelo nome de Alerquina

Moradora pede ajuda para localizar tutores de cachorro perdido em Assis

O cachorro é bem dócil e está no Condomínio Viverde II

Jacqueline Galvão Ribeiro Chahde, moradora do Parque Universitário em Assis, pede ajuda para localizar os tutores de um cachorro que apareceu no Condomínio Viverde II, onde ela mora.

Jacqueline conta que o cachorro apareceu no Condomínio no dia 18 de fevereiro e é bem dócil.

"Ele é bem dócil, gosta de crianças e está no Condomínio há dias. Nós queremos localizar os seus tutores, pois não podemos ficar com ele e caso seus tutores não sejam localizados, ele precisará de um novo lar", diz.

Se alguém reconhecer o cachorro, ou quiser adotá-lo, pode entrar em contato com Jacqueline pelo número de telefone (18) 99651-9857.

divulgação - Cachorro encontrado no condomínio
Cachorro encontrado no condomínio

Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la

O animal de pequeno porte sumiu na Vila Carvalho em Assis

Na noite de quinta-feira, 18 de fevereiro, a cachorrinha Attena, da raça Red Nose, sumiu de sua residência, na Rua Capitão Altino, próximo à Escola Estadual Cleophânia em Assis.

Segundo o tutor David, seu filho de dois anos não para de chamar pela cachorrinha e sentiu a falta dela durante a noite de ontem e a manhã de hoje. Attena tem duas pintinhas marrons em uma das patas da frente, mas não soube informar se na pata direita ou esquerda.

divulgação - Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la
Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la


A família oferece recompensa para quem encontrar Attena. Se alguém tiver qualquer informação do paradeiro da cachorra deve entrar em contato pelo número de telefone (18) 99667-7895.

divulgação - Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la
Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la

Tutores buscam por cachorrinha desaparecida na Vila Progresso

Lara está desaparecida desde segunda-feira, 15

A cachorrinha Lara desapareceu nesta segunda-feira, 15, de uma residência na Vila Progresso em Assis, e sua tutora pede ajuda para encontrá-la.

Lara tem a pelagem preta e branca e o rabinho cortado desde de filhote, quando foi adotada. A cachorrinha tem 16 anos e já é bem velinha, e a família está desesperada para encontrá-la. "Por favor, precisamos encontrá-la, ela é muito boazinha e está conosco há 16 anos", pede a tutora.

Divulgação - Lara está desaparecida desde o dia 15 de fevereiro
Lara está desaparecida desde o dia 15 de fevereiro


Para mais informações basta entrar em contato pelos números de telefones (18) 99618-3058 e (18) 99712-1877.

Dia do Gato: Cinco mitos e verdades sobre a saúde dos felinos

Médico-veterinário ressalta que, apesar de serem independentes, os gatos requerem a mesma atenção que os cães, principalmente com pulgas e carrapatos

Segundo uma pesquisa da Comac (Comissão de Animais de Companhia), mais da metade de domicílios brasileiros têm animais, sendo 21% deles com gatos, que têm ganhado espaço nos lares brasileiros. No entanto, muita gente ainda acredita que os felinos por serem mais independentes precisam de menos atenção que os cães. Por isso, Ahmed Addali, médico-veterinário e gerente de produtos da unidade de negócios pet da MSD Saúde Animal, separou cinco fakes e fatos sobre cuidados preventivos da saúde desse pet.

"Um exemplo é o cuidado com pulgas e carrapatos. Como o felino é um animal mais caseiro, muitos tutores acreditam que não precisam utilizar medicamentos para combater a infestação desses parasitas, o que é muito importante para garantir saúde ao bicho", explica Ahmed.

Gatos precisam de produtos que combatam pulgas e carrapatos

VERDADE. Como exemplificado pelo médico-veterinário, pulgas e carrapatos atacam cachorros e também gatos. Isso porque esses parasitas convivem principalmente dentro do lar, por isso, os felinos também correm risco de serem infectados, já que os próprios tutores podem trazer esses bichinhos para dentro de casa.

"Vocês sabiam que quando surge uma pulga ou carrapato no seu gato significa que 95% desses insetos estão morando na sua casa? Por isso, para uma proteção completa, é essencial que, além da limpeza do local em que o animal vive, o tutor utilize um produto de longa ação para poder cortar o ciclo de vida desses parasitas e conseguir evitar futuras proliferações", explica Ahmed. "Outro ponto importante é que os felinos possuem dificuldade na utilização de medicamento em comprimidos e, atualmente, existe no mercado a aplicação transdermal, que facilita a administração e garante proteção para o ambiente e a família", completa.

Divulgação


Gatos gostam de leite e são sujos

MITO. Gatos não precisam de nada mais que água fresca e ração específica para a espécie. Leite só em desenho animado, visto que o alimento pode causar diarreia a alguns deles.

Com relação à higiene, os animais possuem a sua própria forma de se limpar e, por isso, não necessitam de grande frequência de banhos pois costumam se limpar com a língua, e isso não quer dizer que eles são sujos. No entanto, outro ponto importante na higiene, é que a caixa de areia seja mantida limpa para o felino fazer as suas necessidades.

Gatos não precisam de lazer e diversão

MITO. É claro que cada gato possui sua personalidade. Alguns são calmos e outros mais "elétricos", no entanto todos eles precisam de entretenimento. Quando esses pets não possuem brinquedos, acessórios e espaço, podem arranhar móveis, por exemplo, já que têm a necessidade de lixar as suas unhas. Por isso a dica é: aposte em arranhadores, além de outros produtos para ocupar o tempo do animal.

Castrar evita doenças e ajuda no controle da natalidade pet

VERDADE. Essa iniciativa pode trazer inúmeras vantagens à vida de um animal. Além de trazer mudanças no comportamento do gato, como deixá-lo mais tranquilo, a castração diminui a possibilidade de o felino desenvolver doenças, como o câncer. Além disso, é importante frisar que essa atitude combate a procriação inesperada e, com isso, ameniza o abandono.

Gatos não precisam de ida periódica ao médico veterinário

MITO. Não podemos esquecer que consultas preventivas também são importantes para os gatos. "Esses pets necessitam de visitas de rotina ao veterinário para avaliação da saúde e orientação sobre prevenção de doenças, uso de medicamentos, alimentação e comportamento, como assim como os humanos. A ida periódica à clínica veterinária pode proporcionar uma melhor qualidade de vida aos felinos", finaliza o médico-veterinário.
Bem-Estar

O que são pólipos? E por que eles merecem nossa atenção?

Quando encontrados no intestino, eles devem ser retirados para prevenir o câncer. Entenda!

Quem já passou pela colonoscopia, ou conhece alguém que também fez o exame, já ouviu falar sobre a retirada de pólipos durante o procedimento. Principalmente porque essa informação é sinalizada no laudo do exame. Mas afinal, o que são esses pólipos? E por que eles merecem nossa atenção?

Segundo o coloproctologista Fábio Lopes, do Grupo OncoProcto do Hospital Felício Rocho, os pólipos se formam a partir do crescimento anormal da mucosa do intestino grosso (cólon e reto). "É uma condição comum, eles podem atingir entre 15 e 20% da população", diz o médico.

Risco de câncer

A principal preocupação com a presença desses pólipos no intestino é o risco de se transformarem em um câncer no futuro. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer - INCA, o câncer colorretal é a terceira neoplasia mais comum no Brasil. "Não é possível estimar exatamente em quanto tempo um pólipo pode virar um câncer, mas sabemos que quanto mais cedo eles forem retirados, menores as chances de se tornarem malignos", pondera o médico.

Uma condição que preocupa os especialistas é o surgimento devido às condições hereditárias, como a polipose adenomatosa familiar, a síndrome de Peutz-Jeghers e a de Lynch. "No caso da Polipose Adenomatosa Familiar, os pólipos começam a se formar na primeira infância até a adolescência. A chance dessas pessoas terem um câncer de intestino chega a quase 100% aos 25, 30 anos", diz Lopes. "Já a síndrome de Lynch pode predispor ao desenvolvimento do câncer a partir dos 30 ou 40 anos."

Porém, mesmo indivíduos que não sejam portadores dessas síndromes podem desenvolver pólipos que no futuro poderão se transformar em câncer. "Essas pessoas que não são portadoras dessas síndromes, na verdade representam a maioria dos portadores de pólipos. É importante ressaltar que existem diversos tipos histológicos de pólipos com riscos diferentes de malignização", pondera o médico.

Colonoscopia

O principal exame para identificar a presença de pólipos e também para retirá-los é a colonoscopia, indicada para adultos com 45 anos ou mais. "Esta é a idade ideal para quem não tem nenhum fator de risco ou nenhum sintoma. Mas em casos de câncer colorretal na família ou presença de sintomas específicos, esse exame pode ser feito mais cedo", diz.

"Muitos pacientes têm receio de fazer a colonoscopia pois se trata de um exame realizado com sedação e preparação longa. Mas, embora tenha os riscos inerentes ao procedimento, ele é mais simples do que se imagina e muito importante", comenta o especialista. "É um exame indolor e rápido", sintetiza.

Quando procurar um médico?

Segundo Fábio Lopes, o surgimento dos pólipos na maioria das vezes não vem acompanhado de nenhum sintoma. Porém, em alguns casos, pode haver sangramentos nas evacuações, cólicas, diarreias, presença de muco ou "catarro" nas fezes e obstrução.

"Deve procurar um especialista aquele paciente que tem casos de câncer de intestino na família ou que tenha tido esses sintomas de forma recorrente. Além de todas as pessoas assintomáticas a partir de 45 anos", orienta.

Tutor busca por cachorra desaparecido na Vila Ribeiro em Assis

A Pinscher atende pelo nome de Pituca

O tutor Sebastião, morador da Rua Euclides da Cunha, na Vila Ribeiro, em Assis, busca por sua cachorrinha que desapareceu no último domingo, 14 de fevereiro.

A Pinscher, que atende pelo nome de Pituca, possui olhos e pelos pretos. A família está desesperada, pois a cachorra é muito apegada ao filho de Sebastião, que tem 12 anos e sente falta da pet.

Caso alguém os encontre ou tenha informações, entre em contato pelo número (18) 98811-6451 (Lia).

Divulgação - Tutor busca por cachorra desaparecido na Vila Ribeiro em Assis
Tutor busca por cachorra desaparecido na Vila Ribeiro em Assis

Culinária

Descubra quais são os nutrientes para prevenção do Alzheimer

Vitaminas, ômega 3 e selênio estão entre as indicações da nutricionista do Mundo Verde

O Fevereiro Roxo é o mês destinado para a conscientização da Doença de Alzheimer. Fatores de risco como o histórico familiar e a idade aumentam as chances de desenvolvimento deste transtorno mental e comportamental que leva à redução das funções cognitivas de forma progressiva, ocasionando dificuldades básicas na rotina diária como escovar os dentes e tomar banho.

Por outro lado, um estilo de vida que inclui alimentação saudável associado à prática regular de atividade física pode atuar na prevenção da doença e de seus sintomas. Marcela Mendes, nutricionista do Mundo Verde, rede referência em saúde e bem-estar, apresenta dicas de nutrientes para incluir no dia a dia e também esclarece seus benefícios e em quais alimentos é possível encontrar. Confira:

1ª dica: As vitaminas do complexo B (destaque para B1, B6, B9 e B12) têm forte relação com o funcionamento cerebral e a redução de substâncias que aumentam o risco de desenvolvimento da doença.

Onde encontrar: Nos peixes, leguminosas, oleaginosas, carnes, leites e derivados.

2ª dica: Com alto poder antioxidante e anti-inflamatório, as vitaminas C e E protegem os neurônios do estresse oxidativo e do envelhecimento.

Onde encontrar: Em alimentos como as frutas cítricas (limão, abacaxi e na laranja) e em vegetais de folha verde (couve, espinafre, agrião, brócolis). Já a vitamina E, pode ser encontrada em óleos vegetais, sementes, azeite e oleaginosas, como castanhas, nozes e amêndoas;

3ª dica: A vitamina D é importante para a saúde cognitiva, auxiliando na memória e na saúde cerebral.

Onde encontrar: A principal forma de obtenção da vitamina D é por meio da exposição solar, mas também pode ser consumida através da suplementação do consumo de alguns alimentos como vísceras, gema de ovo, peixes e laticínios;

4ª dica: O Selênio atua como antioxidante, prevenindo as células contra a agressão dos radicais livres e consequentemente, do envelhecimento. Forte atuação na saúde cerebral e prevenção de doenças como a de Alzheimer.

Onde encontrar: Oleaginosas, em especial a castanha-do-Brasil, carnes, ovos e peixes;

5ª dica: O Ômega 3, principalmente de origem animal, uma gordura fonte de EPA e DHA, substâncias importantes para o bom funcionamento do sistema nervoso. Atua como anti-inflamatório cerebral, ajuda na memória e cognição.

Onde encontrar: Atum, sardinha e salmão, óleos vegetais (canola, soja e linhaça), algas, nozes, sementes de linhaça e chia.

Receita de Mingau de aveia com mix de nuts

Ingredientes:

150ml de leite vegetal (amêndoas, castanhas ou coco)

1 colher de sopa de aveia em flocos (finos ou grossos) sem glúten Mundo Verde Seleção

1 colher de sopa de farelo de aveia sem glúten Mundo Verde Seleção

Um punhado de mix de nuts trituradas (aproximadamente 30g) Mundo Verde Seleção

Um fio de mel orgânico Mundo Verde Seleção

Modo de preparo:

Leve o leite vegetal ao fogo e esquente levemente. Acrescente o farelo de aveia e a aveia em flocos e mexa, com fogo baixo, até engrossar. Desligue o fogo, acrescente o mel e as nuts trituradas. Consuma em seguida.

Rendimento: 1 porção

Receita: Fonte de fibras, sem glúten e sem lácteos.

Calorias por porção: 300 kcal
Bem-Estar

Saúde no verão: 4 dicas para proteger os olhos

Nesta época do ano, os cuidados vão além da pele. A seguir, saiba como proteger os olhos dos raios solares que podem causar irritações e outros danos

Muito se fala em cuidados com a pele durante o verão. Mas é importante lembrar que os olhos também precisam da nossa atenção. Você sabia? A exposição contínua aos raios solares, principalmente nos horários de maior incidência de luz, pode agredir a visão.

A seguir, oftalmologistas alertam para recomendações básicas para te ajudar nos dias de diversão ao ar livre.

- Óculos de sol: A recomendação é escolher um óculos de sol com 100% de proteção contra raios UV. Em geral, eles têm um aviso colado na lente. "Caso não tenha a proteção UV, o óculos ainda vai gerar sensação de conforto, diminuindo a claridade intensa, porém sem nenhuma segurança, já que os olhos continuarão expostos aos raios danosos para a retina e que prejudicam a saúde ocular", destaca o oftalmologista Durval Moraes Carvalho.

- Barreira física de chapéus e bonés: esses acessórios também protegem a região ao redor dos olhos, inibindo o encontro dos raios solares com os olhos. É uma proteção complementar aos óculos de sol.

- Atenção à água salgada do mar: para quem vai à praia, a dica é prestar atenção à concentração de sal na água e aos microrganismos presentes nela, ambos, em contato direto com os olhos, podem causar irritação e até infecções. Evite tocar nos olhos quando estiver no mar. Quando sair da água, enxágue com água doce.

- Higienização de lentes de contato e óculos: para quem usa lentes e óculos, a regra é mantê-los sempre limpos. Em ambientes de praia ou piscina, em resposta a qualquer sinal de irritação, esses objetos devem ser retirados para higienização. Na hora de mergulhar, a recomendação também é retirá-los. Vale lembrar que existe uma alternativa para as pessoas que não querem ficar refém desses objetos: as cirurgias refrativas são as mais indicadas pelos oftalmologistas. Uma sugestão é recorrer à tecnologia de ponta das lentes implantáveis, com menor risco, como a Evo Visian ICL (implantable contact lens), da Advance Vision.
Culinária

Kiwi é uma fruta nutritiva?

Descubra quais propriedades benéficas essa fruta tem para a saúde.

Muito apreciado pelas pessoas, o kiwi é uma fruta coringa no plano alimentar, inclusive em dietas de emagrecimento, por apresentar um baixo valor calórico e uma alta densidade de nutrientes. É considerado o fruto comercial com alta de vitamina C, até mais do que a laranja. Além disso, estudos mostram o conteúdo nutricional do kiwi e suas propriedades benéficas para a saúde. Veja a seguir.

Poder nutricional do kiwi

O kiwi é uma fruta com sabor peculiar e alto teor de compostos bioativos, apresentando benefícios para a saúde digestiva, imunológica e metabólica. Além do seu alto teor de vitamina C, ele contém uma variedade alta de fibra alimentar, potássio, vitamina E e folato, incluindo uma ampla concentração de antioxidantes, fitonutrientes e enzimas, que agem para fornecer benefícios funcionais e metabólicos.

Quanto à saúde digestiva atribuída ao consumo de kiwi, destaca-se em sua composição a presença de um tipo de fibra, a actinidina, uma enzima proteolítica natural exclusiva do kiwi que decompõe as proteínas e facilita a digestão gástrica e ileal, além dos fitoquímicos que podem estimular a motilidade intestinal.

Kiwi é fonte natural de neurotransmissores?

Você sabia que existem alimentos com neurotransmissores em sua composição? Na natureza, encontramos alimentos de origem animal, frutas e hortaliças que fornecem precursores de neurotransmissores para produção endógena, como por exemplo a banana que é rica em triptofano, mas também aqueles que fornecem naturalmente estas substâncias como parte de processos metabólicos essenciais e interações ecológicas, ou derivados de processos de tecnologia.

O kiwi é fonte natural de serotonina, um neurotransmissor responsável pela modulação de comportamentos, consumo alimentar, sono e até na motilidade gastrointestinal. Sua deficiência no corpo está associada às desordens como ansiedade, estresse e depressão. Sendo assim, a inclusão de alimentos fontes dessa substância é uma forma de auxiliar na melhora do quadro e ajudar na promoção de bem-estar e sensação de prazer.

Confira uma receita de suco de kiwi para incluir no seu dia a dia:

Ingredientes

3 kiwis
1 cacho de uvas verdes sem sementes
Suco de 1 laranja
Raspas de gengibre
Gelo a gosto

Preparo: bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva gelado

Cachorrinha localizada em Cândido Mota procura seus tutores

A cachorrinha foi encontrada próximo ao SAAE de Cândido Mota

Moradores de Assis encontraram na terça-feira, 2 de fevereiro, uma cachorrinha perdida próximo ao SAEE em Cândido Mota, e agora buscam por seus tutores.

Isabela, explica que a cachorrinha está em sua casa desde que foi localizada, mas que querem que ela reencontre seus tutores.

"Nós a encontramos muito magra, mas ela é muito dócil e carinhosa, por isso acreditamos que ela está perdida, nós testamos vários nomes e ela atende quando a chamamos de Mel", relata.

Isabela pede que quem reconhecer Mel entre em contato com ela pelo número de telefone (18)997002025, ou ainda com Felipe (18) 996138900 ou Aline (18) 997896327.

divulgação - Cachorrinha atende pelo nome de Mel
Cachorrinha atende pelo nome de Mel

Bem-Estar

Cinco motivos para hidratar a pele no verão

Especialista explica a importância de manter uma boa hidratação cutânea e alerta sobre os cuidados necessários durante a estação mais quente do ano

O período do ano mais desejado pelos brasileiros já começou. As altas temperaturas e a necessidade de fazer mais atividades ao ar livre podem comprometer a saúde da pele. Apesar disso, muitas pessoas negligenciam este cuidado nesta época.

"A exposição aos raios solares é extremamente importante para a produção de vitaminas e o bem-estar do corpo e da mente. Porém, é sempre importante usufruir deste recurso com consciência e proteção", explica a dermatologista Dra. Luciana Conrado.

Os cuidados com a pele independem da estação do ano, usar filtro solar em dias frios é essencial, mas é preciso redobrar a atenção durante o verão. "Além da fotoproteção, outro cuidado indispensável no calor é a hidratação da pele. Por isso, é um hábito que deve ser incluído na rotina diária", alerta a dermatologista, que lista cinco motivos para priorizar a hidratação da pele durante o verão:

1. Há perda de água no tecido cutâneo

A exposição intensa aos raios solares aumenta o fluxo natural de perda de água no corpo. Por isso, é fundamental a ingestão de água durante todo o dia para o bom funcionamento do organismo e para a saúde e bem-estar da pele.

2. Uso excessivo de ar-condicionado

Além dos passeios ao ar livre, em dias quentes, é comum que o uso de ar-condicionado seja mais frequente. A baixa temperatura do ar em um espaço pequeno e fechado, como dentro do carro, em escritório ou em casa, pode provocar o ressecamento da pele.

3. Provoca o envelhecimento precoce

O excesso de exposição ao sol pode causar o aparecimento de rugas, linhas de expressão e com isso, acelerar o envelhecimento da pele precocemente. O cuidado aqui não é apenas para o rosto, mas para os lábios, pescoço, colo e mãos que são regiões que costumam ser afetadas. A hidratação também auxilia na prevenção do envelhecimento cutâneo.

4. Pele ressecada pode provocar oleosidade

Você não leu errado! Por mais contraditório que possa parecer, o ressecamento pode causar o efeito rebote no organismo, nas glândulas sebáceas aumentando a oleosidade no rosto. A exposição ao sol aumenta a transpiração e faz com que a pele perca água e fique desidratada. É por isso que, além da quantidade adequada de consumo hídrico e alimentos ricos em vitamina E, é preciso incluir na rotina o uso de produtos hidratantes na face e no corpo.

5. Evita dermatites e coceiras

Todos os tipos de pele sofrem no verão. Mas, as secas e sensíveis tendem a ser mais prejudicadas, pois além do ressecamento podem desenvolver hipersensibilidade na região mais exposta ao sol, com irritação, coceira e até feridas que podem ser evitadas se a pele estiver com a hidratação adequada.

O recomendado é o consumo de pelo menos 2 litros de líquido por dia, alimentação saudável e o uso de sabonetes, creme e loções com ação hidratante, que são essenciais para a saúde da pele, além é claro do filtro solar que deve ser reaplicado, em média, a cada duas horas de contato com o sol, várias vezes ao longo do dia.

Dermatite atópica: saiba em quais raças de cães a doença alérgica é mais comum

Animais sem raça definida raramente manifestam a síndrome, segundo a veterinária Juliana Caltabellotta Gomes Morad, de Sorocaba (SP).

Na maioria das vezes, a coceira em animais de estimação não é um fator que causa preocupação nos donos. Porém, se isso acontecer de forma intensa e contínua, os tutores devem ficar em alerta: este sintoma pode indicar que o pet tem dermatite atópica.

Segundo a veterinária especialista em dermatologia Juliana Caltabellotta Gomes Morad, de Sorocaba (SP), a dermatite atópica é uma síndrome diferente das outras doenças alérgicas e não tem cura. É uma doença muito complexa, que faz com que os animais fiquem sensíveis ao ambiente e/ou aos alimentos, muito semelhante à dermatite atópica de humanos.

Ainda de acordo com Juliana, apesar de ser uma doença hereditária, os primeiros sintomas costumam aparecer quando o cão completa em torno de um ano de idade. Mas esse cenário tem mudado nos últimos tempos: animais cada vez mais jovens estão manifestando sintomas sérios da doença.

Foi justamente após os seis meses de idade que Bonnie, cadelinha de Ricardo Limoli, morador de Sorocaba, começou a apresentar os sinais da doença.

"Quando criança, ela começou a se coçar muito e depois apareceram umas bolas na pele dela. Começamos a investigar, passei por vários veterinários aqui em Sorocaba, tentei até fazer terapia com floral e nada resolvia. Achei que fosse alergia alimentar e um dia o veterinário falou que era alergia atópica", comenta Limoli.

A demora em conseguir um diagnóstico preciso fez com que Ricardo tivesse prejuízos financeiros. "Eu estou há sete anos nesta luta com ela e agora parece que veio um remédio da Europa que foi feito para essa alergia dela, que é muito caro. Eu gastei muito dinheiro com isso, como se fosse um filho. Era uma luta que não terminava nunca", desabafa o tutor.

A doutora explica que, por se tratar de uma doença genética, algumas raças são mais pré-dispostas a apresentar dermatite atópica. Dentre elas estão shih-tzu, lhasa apso, bulldog francês, pug e yorkshire. É raro a doença se manifestar em cães sem raça definida.

G1 - Ricardo Limoli, morador de Sorocaba, trata a dermatite atópica da cachorrinha Bonnie desde que ela era filhote
Ricardo Limoli, morador de Sorocaba, trata a dermatite atópica da cachorrinha Bonnie desde que ela era filhote


A especialista ainda esclarece que, como a doença depende da interação com o ambiente para se manifestar, mesmo que alguns animais nasçam com a dermatite atópica, nem todos vão externar seus sintomas.

"O cachorro que normalmente vive em sítio, chácara ou fazenda dificilmente vai ter dermatite atópica por mais que ele tenha genética, porque o organismo dele já foi desafiado desde muito cedo. Agora, aquele cachorro que vive dentro do apartamento com tudo muito limpo e impecável, ele tem muito mais chance de manifestar, porque o sistema imune dele sempre foi muito preservado, da mesma forma que uma criança que vive de pé descalço tem muito menos chances de desenvolver uma doença alérgica do que aquela que cresceu fechada em um apartamento", explica Juliana.

Juliana também comenta que nos gatos a doença não é chamada de dermatite atópica. Ela recebe o nome de atopic-like por ter uma patogenia e sintomas se manifestando de formas diferentes. Alguns gatos podem ter coceira e úlcera na cabeça, outros podem manifestar feridas na pele, e ainda outros coceira na boca ou placas pelo corpo e também queda de pelos.

Sintomas
Os principais sintomas nos animais com dermatite atópica são coceira e lambedura de patas, segundo a especialista. Após isso, os sinais vão evoluindo e o animal pode ter infecções por bactéria, por levedura e pela malassezia.

Outro sintoma comum apontado pela especialista é a dor de ouvido (otite), assim como vermelhidão no corpo, principalmente nas axilas, no abdômen, ao redor dos olhos e da boca.

Também há chance de que a doença evolua e cause queda de pelo nessas regiões pelo fato do animal arrancar os pelos de tanto se coçar.

G1 - Veterinária especialista em dermatologia, Juliana Caltabellotta Gomes Morad, explica quais são os principais sintomas dos animais com dermatite atópica
Veterinária especialista em dermatologia, Juliana Caltabellotta Gomes Morad, explica quais são os principais sintomas dos animais com dermatite atópica


Diagnóstico

Juliana explica que o diagnóstico para dermatite atópica precisa, primeiramente, excluir todas as outras doenças alérgicas. Não existe um exame específico que possa ser realizado. Até mesmo uma dieta hipoalergênica é realizada por dois meses antes do diagnóstico para dermatite atópica ser concluído.

Tratamento

Segundo a veterinária, o tratamento varia para cada animal. O processo deve levar em conta que ele pode reagir aos alérgenos do ambiente, pó, pólen e ácaro, e visar diminuir essa reação exacerbada que está causando inflamação na pele.

Além do tradicional corticoide, a doutora conta que hoje em dia existem outros recursos com menos efeitos colaterais para o tratamento da dermatite atópica.

"Temos que controlar as bactérias e leveduras que têm na pele de um animal atópico, mais do que de um animal saudável, e tratar as infecções e evitar que elas voltem. A pele desses animais é mais seca, ela tem uma perda maior de água, então a gente tem que hidratar muito e repor esses lipídios, por tópico ou via oral, melhorando a alimentação."

"Cada animal é único e cada um vai responder de uma maneira diferente ao tratamento. Cada tutor também tem uma condição diferente de tratar esse animal, seja financeiramente, por tempo, porte do animal, pelagem. É uma série de coisas que a gente precisa colocar na balança na hora de instituir um tratamento", explica Juliana.

Moradora de Assis doa filhotes de gato

São três filhotes disponíveis para adoção

A moradora de Assis, Vitória Costa está doando para posse responsável três filhotes de gato de aproximadamente 60 dias.

divulgação


São duas fêmeas e um macho. As fêmeas são um de pelagem branca e uma de pelagem preta; já o macho tem pelagem preta.

divulgação


Quem tiver interesse deve entrar em contato pelo telefone (18) 99767-2251.

divulgação

Bem-Estar

Como a cultura do cancelamento pode afetar o comportamento dos adolescentes?

Em um período cheio de incertezas, muitos jovens podem ter problemas no comportamento devido à pressão nos estudos, isolamento social por causa da pandemia e até atitudes que podem viralizar na internet, redes sociais.

Mas o que é cancelamento?

Associado àquilo que se chama de cultura do cancelamento, anda muito em voga ultimamente, se refere ao ato de "cancelar" alguém ou uma atitude que começa nas redes sociais e pode se estender para o mundo fora do digital também.

Ser cancelado pode ser visto como uma forma de boicote, mas não ocorre somente com pessoas famosas, muitas vezes com desconhecidos que viralizam nas redes sociais por alguma atitude questionável e, em decorrência disso, perdem emprego, são humilhadas e excluídas até nos ambientes que antes frequentavam.
Bem-Estar

Cuidados com o carro em enchentes

As chuvas têm alagado rapidamente muitas áreas da Grande S.Paulo e os prejuízos com carro podem chegar a mais de R$ 1mil.

Para enfrentar as chuvas com segurança, o engenheiro mecânico e especialista em manutenção de automóveis, Denis Marum, explica algumas ações preventivas que devem ser tomadas para não danificar o carro:

·A dica principal é evitar entrar em áreas alagadas.

·Fique atento aos aplicativos de trânsito e no noticiário de rádio para saber como evitar as áreas alagadas.

·Se tentou passar em alagamento, não deixar de acelerar o carro durante toda travessia. Passar em 1ª marcha e devagar (porque a aceleração do carro evita a entrada de água pelo escapamento)

·Verifique a passagem de caminhões e carros ao seu lado ou em sentido contrário para evitar marola e a água não alcance a entrada do filtro de ar

·Se o carro morrer, não tente fazê-lo pegar. Peça ajuda e retire-o do local onde está parado.

·Lembre-se que a altura máxima, para passar numa área alagada, é a metade da roda.

Para quem foi vítima de alagamentos e o carro ficou na água, é preciso ser rápido na manutenção interna do veículo e os cuidados com o motor. "Depois de enfrentar a enchente, o carro precisa ir para uma oficina e passar pela verificação detalhada e lavagem interna completa, senão a perda e a desvalorização serão ainda maiores", explica Denis Marum.

* é necessário trocar os óleos do motor, transmissão e diferencial do veículo;

* limpar a parte externa do radiador;

* verificar o filtro de ar e água nos faróis;

* fazer limpeza no sistema de freios;

* fazer a limpeza interna: lavar bancos, carpete e forrações para evitar o mau cheiro.

Tutores buscam por Lhasa-Apso desaparecido no Parque Colinas em Assis

O cachorrinho atende pelo nome de Óliver

A família do cachorrinho Óliver está a sua procura, desde que ele desapareceu, no sábado dia 29, nas proximidades do Parque Colinas em Assis.
Olíver é da raça Lhasa-Apso e tem 6 anos e a pelagem branca.

A família pede para que qualquer informação sobre o cachorrinho que entre em contato pelo número de telefone (18) 99629-5529.

Divulgação - Tutores buscam por Lhasa-Apso desaparecido no Parque Colinas em Assis
Tutores buscam por Lhasa-Apso desaparecido no Parque Colinas em Assis

Família encontra cachorrinha perdida em Assis e busca pelo dono

A cachorrinha é da raça Shih-tzu e está abatida sentindo falta dos donos

Nesta terça-feira, 2 fevereiro, uma família entrou em contato com o Portal AssisCity para pedir ajuda para encontrar os tutores de uma cachorrinha da raça Shih-tzu, encontrada nas proximidades da Vila Fabiano em Assis.

Ana encontrou a cachorrinha na Rua Leonor e pede para que se alguém souber quem são os donos entre em contato, pois a cachorrinha está abatida, sentindo falta dos donos.

Para qualquer informação basta ligar no número de telefone (18) 99661-8534.

Tutores oferecem recompensa para quem localizar cachorra desaparecida em Assis

July sumiu no final da manhã deste domingo, 31 de janeiro

Os tutores da cachorra July oferecem recompensa para quem localiza-la.

July sumiu da casa da família na Vila Operária, próximo ao Supermercado SESI no final da manhã deste domingo, 31 de janeiro.

July é da raça poodle e muito mansa.

Quem tiver informações podem entrar em contato pelos telefones: (18) 99736-9062 falar com Tiago e (18) 99139-4766 falar com Camila.

divulgação - Cachorra July
Cachorra July

Tutora busca por cachorros desaparecidos em Assis

Romeu e Branquinha sumiram na vila Maria Izabel

Nesta quinta-feira, 28 de janeiro, a tutora dos cachorrinhos Romeu e Branquinha procurou o Portal AssisCity para anunciar o desaparecimento dos dois, por volta das 8h30 na vila Maria Izabel em Assis.

Segundo a tutora, Branquinha tem 11 anos e um tumor no peito, já Romeu tem 6 anos de idade, com pelagem marrom, ambos são doceis.

Ela pede que para quem tiver informação sobre os animais que entre em contato com os números: (18) 99603-0645 - Alice - (18 )99810-0353 - Jackeline - (18) 99694-7859 - Neuzeli.

Divulgação - Romeu e Branquinha desapareceram nesta quinta-feira
Romeu e Branquinha desapareceram nesta quinta-feira

Tutora oferece recompensa para quem encontrar cachorra que desapareceu no Jardim Paraná em Assis

Pandora fugiu de casa pouco antes da chuva desta quinta-feira

Tatiane Ferreira Bahia, tutora da cachorra Pandora oferece recompensa para quem localizá-la.

Tatiane explica que Pandora fugiu de casa no Jardim Paraná em Assis, na noite desta quinta-feira, 28 de janeiro, pouco antes do início da chuva.

Pandora é da raça Border Collie tem pelagem branca e preta e não sabe andar sozinha na rua.

"Ela sempre fica no quintal de casa, não sabe andar na rua. Já procuramos pelas redondezas do Jardim Paraná, mas não a encontramos; estamos oferecendo recompensa para quem localizá-la", considera.

Quem tiver informações sobre Pandora pode entrar em contato pelos números de telefones: (18) 99765 0858 e falar com Tatiane e (18) 99626 5747 com Bruno.

divulgação - Cachorra Pandora
Cachorra Pandora

Tutora paga recompensa para que encontrar calopsita desaparecida em Cândido Mota

A ave desapareceu na manhã dessa quarta-feira

Nesta quarta-feira, 27 de janeiro, por volta das 10h30, a calopsita Ully voou de sua casa no Residencial Santa Cruz, em Cândido Mota e desapareceu.

A tutora de Ully, Dayane, está desesperada em busca da ave. "Estamos oferecendo recompensa para quem encontrar a Ully e nos devolver, somos muito apegados a ela".

Para entrar em contato com Dayane basta ligar nos números de telefones (18) 98825-2503, (14) 99847-3954 ou pelo instagram @dayane_mulato.

Divulgação - Ully desapareceu na manhã desta quarta-feira
Ully desapareceu na manhã desta quarta-feira

Bem-Estar

5 dicas para prevenir a micose de unha no Verão

Devido à umidade, alta temperatura e maior exposição das unhas, a incidência da doença costuma aumentar na estação

Algumas condições comuns ao Verão favorecem o surgimento de fungos, os principais causadores das micoses que atacam com frequência as unhas. A umidade e a temperatura elevada são as principais delas. E, uma vez com a doença, os sintomas vão desde o aumento na fragilidade, até a deformação e escurecimento das unhas.

Pensando em evitar esse incômodo durante a estação mais esperada do ano, Loceryl® Esmalte lista algumas dicas de prevenção à micose.

? Seque bem os pés: após o banho ou sempre que houver contato com água, é necessário secar bem os pés. É importante passar a toalha entre os dedos para evitar que as dobrinhas fiquem úmidas, principalmente se for colocar meias ou um calçado fechado. Usar o secador de cabelo também é uma opção para agilizar o processo.

? Atenção aos sapatos: escolher sapatos que não façam os pés transpirarem e usar calçados abertos, sempre que possível, é a melhor opção. Caso seja necessário usar sapatos fechados, uma dica é higienizá-los bem. E evitar usar o mesmo sapato dois dias seguidos, para dar tempo de a umidade secar completamente.

? Use talco: aplicar esse item nos pés e nos sapatos é um bom truque para manter a umidade longe dos pés.

? Escolha bem as meias: o ideal é usar sapatos sem meias para evitar a umidade, mas caso seja preciso usá-las, é importante optar por tecidos de algodão ou fibras naturais, que ajudam a manter os pés secos. As meias sintéticas devem ser deixadas de lado, pois favorecem a umidade da região.

? Evite andar sem calçados: caminhar descalço em pisos públicos e utilizar chuveiros compartilhados são algumas das atividades comuns da estação, e que podem favorecer a contaminação por micose. Use chinelos sempre que possível.

Vale lembrar que, caso exista suspeita de micose ou seus sinais sejam percebidos, é essencial consultar o quanto antes um dermatologista, que irá identificar a doença e indicar o melhor tratamento para cada indivíduo.

Com a micose detectada, a recuperação das unhas pode ser feita com antifúngicos em diversas formas, como o Loceryl®, que é um medicamento em esmalte que atua na eliminação dos fungos das unhas com uma ou duas aplicações semanais.

Tutora busca por gato desaparecido próximo ao Skifish em Assis

O gatinho atende pelo nome de Guilherme

Na manhã desta segunda-feira, 25 de janeiro, a tutora do gatinho Guilherme sentiu falta do animal em sua casa, por volta das 5h.

Guilherme sumiu nas proximidades do Skifish, no Jardim Europa, e até agora não houve sinais do gatinho.

A tutora conta que a pelagem dele é caramelo com peito e cara na cor branca e pede que se alguém tiver informações sobre o paradeiro de Guilherme para entrar em contato pelos números de telefones (18) 99656-4648 ou (18) 99621-1874.

Divulgação - Tutora busca por gato desaparecido próximo ao Skifish em Assis
Tutora busca por gato desaparecido próximo ao Skifish em Assis

Música

Dia Nacional da Bossa Nova: as canções mais tocadas de Tom Jobim

Data é uma homenagem ao nascimento do cantor e compositor e Ecad faz balanço sobre suas obras musicais

No dia 25 de janeiro é festejado o "Dia Nacional da Bossa Nova". A data marca o aniversário de nascimento de Tom Jobim, um dos responsáveis pela criação da Bossa Nova e um dos maiores expoentes da música brasileira.

Para celebrar, o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) fez um levantamento sobre as obras musicais do cantor e compositor. Entre as mais tocadas nos últimos cinco anos nos principais segmentos de execução pública estão "Garota de Ipanema", "Wave", "Chega de saudade", "Eu sei que vou te amar" e "Águas de março".

"Garota de Ipanema", composição de Tom Jobim em parceria com Vinicius de Moraes, é a sua música mais gravada por outros intérpretes. A canção foi lançada em 1962 e é um dos grandes sucessos do artista. Também figuram nessa lista "Eu sei que vou te amar", "Corcovado", "Wave" e "Chega de saudade".

Antônio Carlos Jobim nasceu em 25 de janeiro de 1927 e completaria 94 anos este ano. No banco de dados do Ecad, ele tem 458 músicas e 1017 gravações cadastradas. Nos últimos cinco anos, mais de 80% dos rendimentos em direitos autorais pela execução pública de música destinados a ele foram referentes aos segmentos de TV, Show, Música ao Vivo e Rádio.

É importante ressaltar que seus herdeiros continuam recebendo os direitos autorais pela execução pública de suas músicas. Esse pagamento é assegurado por 70 anos após a morte do autor (ou do último autor, em caso de parcerias), conforme determina a lei do direito autoral (9.610/98).

Tutora procura cachorrinha desaparecida próximo ao DER de Assis

Ela está desaparecida desde sábado

A tutora Talita Bernardo procura sua cachorrinha Belinha que sumiu nas proximidades do DER em Assis, no sábado, 22.

Talita conta que Belinha está na família há 10 anos e que todos estão desesperados para acha-la. "Ela é o nosso xodó, tem medo de chuva e é castrada. Pedimos para que qualquer informação sobre ela nos seja passada".

Belinha tem a pelagem caramelo e é de porte médio. Para qualquer informação basta entrar em contato com Talita pelo número (18) 99660-6097.
Bem-Estar

4 mitos sobre emagrecimento que podem estar sabotando sua dieta

O nutrólogo Dr. Sandro Ferraz destaca que a restrição de nutrientes está entre um dos mitos mais comuns

A obesidade é crescente no Brasil, em especial entre os mais jovens. De acordo com um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a quantidade de pessoas acima de 20 anos com obesidade dobrou no país entre 2003 e 2019, passando de 12,2% para 26,8%.

Ao diagnosticar esse cenário, não é incomum encontrar quem busque das mais diversas estratégias para perder os quilos a mais. Mudar hábitos por conta própria é, de longe, uma das medidas mais adotadas por quem busca esse objetivo.

O problema é que o não acompanhamento médico pode gerar uma série de consequências e abrir caminho para que mitos em torno do processo de perda de peso prevaleçam, conforme alerta o nutrólogo e especialista em emagrecimento Dr. Sandro Ferraz.

É preciso cortar o carboidrato

Colocar determinadas classes de alimentos e nutrientes como vilões do processo de perda de peso, ao invés de ajudar, pode aumentar o ganho de peso. "Há uma crença de que é necessário cortar o carboidrato para que ocorra a queima de gordura, porém, é justamente na digestão desse nutriente que um subproduto importante para quebra de gorduras é encontrado", elucida.

Ao eliminar por completo o carboidrato da dieta, o que ocorre é uma perda de ponteiros na balança, porém não resultantes da diminuição de gordura e sim de substratos energéticos formados a partir da degradação da massa muscular, ou seja, se perde músculo e não barriga.

Alimentos diet e light

Apesar da premissa de serem mais saudáveis, os alimentos diet e light escondem em sua formulação uma série de componente não favoráveis a perda de peso. "O recomendado é se atentar ao rótulo. Nos alimentos diet, por exemplo, há a retirada de açúcar, porém é essa perda é não é compensada pelo alto grau de gordura presente", alerta.

É necessário ter metas ousadas

Toda meta deve ser específica, mensurável, alcançável e definida para um período específico. O Dr. Sandro Ferraz alerta que se atear a parâmetros como "menos 10kg em dez dias" pode gerar um efeito rebote. "Perder em excesso peso em pequenos intervalos de tempo pode fazer com que ao final da dieta utilizada para alcançar o objetivo, a pessoa venha a ganhar mais peso do que tinha antes de começar o processo", comenta.

Dietas devem ser restritivas

Puxando deste cenário, o nutrólogo alerta ainda que dietas prontas têm começo, meio e fim, porém o que vai ditar uma perda saudável e a manutenção desse peso é seguir uma rotina balanceada. "Para queimar gordura o ideal é optar por uma reeducação alimentar e não seguir fórmulas encontradas em sites e revistas. Não adianta embarcar em um plano alimentar que corta todos os carboidratos, se você não deixará de comê-lo para sempre. É preciso adaptar a dieta a sua rotina e ao estilo de vida que almeja", recomenda Dr. Sandro Ferraz.
Bem-Estar

Manchas na pele podem se tornar uma grande dor de cabeça no verão

Enfim o verão chegou. É hora de pegar aquele sol, se bronzear e se divertir muito. Mas atenção, é preciso tomar os cuidados para evitar que as manchas na pele apareçam. Se não, o momento de diversão pode se tornar uma grande dor de cabeça, como explica a dermatologista Hellisse Bastos.

Tão aguardado e esperado, o verão é aquele período em que todo mundo quer pegar uma praia ou uma piscina, desfilar o corpo cultivado ao longo do ano, e pegar aquela cor que só um bronzeamento natural pode garantir. Perfeito, não é? Nem tanto, afinal, se cuidados não forem tomados, todo este ritual de beleza pode ir por água abaixo.

As manchas de pele são comuns durante esta época do ano, por isso é preciso seguir algumas recomendações antes de sair de casa e já buscar o melhor lugar ao sol. Conforme explica a médica dermatologista Hellisse Bastos, as manchas tendem a aparecer justamente mais nessa época do ano, porque o sol é o gatilho que faz elas aparecerem. "Se a gente vivesse na Finlândia, por exemplo, onde o país recebe pouca incidência solar, o índice de pessoas com estas questões na pele é algo baixíssimo."

Mas engana quem pensa que o sol é a grande responsável pelo aparecimento destas marcas indesejadas pelo corpo: "A causa principal são as alterações de hormônios, como o estrogênio, cortisol ou até a própria insulina. O cortisol está relacionado ao estresse da pessoa, já a insulina está associada ao consumo de açúcares e farináceos refinados, e o estrogênio se liga ao uso de algumas medicações, como os anticoncepcionais e alguns alimentos que têm aditivos químicos que podemos chamar de xenobióticos".

Diante disso, a médica lembra que as causa das manchas são múltiplas, mas a exposição ao maior tempo no sol é um gatilho para que elas possam aparecer com mais intensidade no corpo: "Elas podem surgir em outras épocas do ano, mas acontece muito do paciente falar que foi até a praia, por exemplo, e relatar que apareceu aquela marca no corpo. É interessante observar que essa situação é mais comum quando a pessoa está com uma exposição solar mais intensa", descreve.

Mas atenção, é importante observar que manchas como as melasmas e melanoses são permanentes e precisam de suporte médico constante: "Não existe cura para elas, então o tratamento é feito à medida que elas aparecem, e a pessoa precisa se cuidar para o resto da vida", detalha Dra. Hellisse. Além disso, ela pontua: "Essas marcas são praticamente imperceptíveis quando se está em tratamento, mas se descuidar e expor novamente ao sol, a tendência é que elas voltem a aparecer", reforça a dermatologista.

Mas calma. Antes de passar por problemas, existe um forte aliado que atua na prevenção de todos estes males: "O protetor solar. Por exemplo, quando estamos com exposição solar intensa na praia, o ideal é aplicá-lo de duas em duas horas. Quando estamos na praia, ele ajuda a evitar as queimaduras na pele".

O que não dizer que estes cuidados devem ser tomados também para o a dia a dia. "O ideal é escolher um produto que tenha durabilidade maior. O ideal seria passar o protetor de três em três horas, mas é natural que todo mundo tenha uma vida atribulada sem tempo para fazer isso, então o que posso sugerir é aplicar uma vez pela manhã e depois retocar na hora do almoço", aconselha a médica. Além disso, ela reforça: "Não nos preocupamos muito com o protetor no dia a dia sobre a questão das queimaduras, mas sim com as manchas, e elas devem ser diferenciadas".

Geralmente as manchas na pele,"até as hipercromias pós-inflamatórias e melanoses solares, só melhoram com o tratamento. Alguns tipos de lasers melhoram definitivamente algumas delas, mas a tendência é com o tempo aparecer mais, se não for tratada a causa", completa.

Tipos de manchas mais comuns na pele:

1- Melasma. Aquela que é mais frequente em mulheres, se associam a um padrão inestético. Por isso é o terror de toda mulher. As causas estão relacionadas com hormônio do estresse, o cortisol, e também os hormônios relacionados às "junk foods", além da insulina em excesso, aditivos químicos que se comportam como hormônios tipo estrogênio. Há outras causas, como a exposição solar associada a esses fatores, por exemplo.

2- Fitofotodermatoses. São as manchas no corpo causadas pela reação entre a exposição solar e o contato com agentes fitoquímico, tipo o limão, casca da laranja, além de alguns tipos de plantas, como o figo e também a alguns produtos de limpeza.

3- Sardas

4- Melanose solares

Tutora busca por gato desaparecido na Vila Souza em Assis

O animal atende por nome de Léo

O gatinho Léo desapareceu de sua residência na Vila Souza, em Assis, há semanas e sua tutora está desesperada em busca do animal.

Eliana Nunes contou ao Portal AssisCity que o gatinho é castrado, muito dócil e amável e que está sentindo falta do animal.

Para entrar em contato com a tutora basta ligar no número (18) 99746-3125.

Divulgação - Gatinho atende por nome de Léo
Gatinho atende por nome de Léo

Tutora busca por gato desaparecido no Maria Izabel em Assis

O animal atende pelo nome de Bob

A tutora do gatinho Bob está desesperada com o sumiço recente do animal e pede ajuda e informações do seu paradeiro.

Segundo ela, Bob é dócil e tem pelagem amarela.

Divulgação - Gato atende por nome de Bob
Gato atende por nome de Bob


Ele sumiu de sua residência próximo ao CRAS 1 da Maria Izabel.

Para entrar em contato basta ligar no número de telefone (18) 99750-4662 e falar com Jennifer

Tutores buscam por cachorro desaparecido na Vila Ribeiro em Assis

O cachorrinho atende por nome de Totó

A tutora Adriana, moradora da Vila Ribeiro em Assis, busca por seu cachorrinho Totó, desaparecido desde sábado, 16 de janeiro.

Segundo Adriana, Totó foi visto no estacionamento do Supermercado Amigão, mas quando chegaram para resgatá-lo ele já não estava mais no local e não teve mais notícias dele.

A filha de Adriana de 7 anos está sofrendo pela perda do cãozinho e a mãe pede para que quem estiver com ele ou o tenha visto entre em contato pelo número de telefone (18) 99651-4582.

Divulgação - Totó esta desaparecido desde sábado, 16
Totó esta desaparecido desde sábado, 16

Tutor oferece recompensa para quem localizar cachorro desaparecido no bairro Pacaembu em Assis

Loki sumiu na manhã desta terça-feira, 19 de janeiro

Os tutores do cachorro Loki que desapareceu na manhã desta terça-feira, 19 de janeiro, oferecem recompensa para que localizá-lo.

Loki sumiu da casa da família no bairro Pacaembu em Assis.

Os tutores que são muito apegados ao animal, estão aflitos com seu desaparecimento e pedem que se alguém tiver notícias do animal para que entre em contato pelo telefone (18) 99704-9866.

divulgação - Cachorro Loki
Cachorro Loki

Tutores buscam por poodle desaparecida em Assis

A cachorrinha atende pelo nome de Tammy

Os tutores da cachorrinha Tammy estão a sua procura, desde seu desaparecimento nos arredores do Batalhão de Polícia na Vila Adileta em Assis.

Tammy é de porte médio, tem pelagem escura e escapou de sua residência nesta segunda-feira, 19 de janeiro, por volta das 16 horas.

Qualquer notícia sobre o paradeiro de Tammy pode ser passado para os tutores no número de telefone (18) 99657-3711.
Bem-Estar

Verão: pele infantil precisa de atenção redobrada em dias quentes

Confira as dicas para proteger a pele dos raios solares e evitar o ressecamento em bebês e crianças durante as férias

A estação mais esperada do ano chegou! E o verão traz dias escaldantes e diversão para toda a família. Mas a época merece atenção especial com os bebês e crianças, pois a pele infantil é mais sensível e pode sofrer com a exposição solar (queimaduras e acúmulo de danos devido aos raios ultravioletas), ressecamento e irritação por causa do contato com a água salgada e/ou com o cloro, além de possíveis lesões pruriginosas causadas por picadas de insetos.

Durante este período, é comum a mudança na rotina das crianças e as brincadeiras ao ar livre tornam-se frequentes, acompanhadas de uma exposição solar mais prolongada. ?O cuidado com a exposição solar infantil deve ser redobrado, pois, além das queimaduras solares que costumamos ver, os danos que os raios ultravioletas causam são cumulativos, para o resto da vida. Por isso, a fotoproteção adequada é extremamente necessária na hora de deixar as crianças brincarem ao ar livre, principalmente nos dias mais ensolarados.?, comenta Dr. Andre? Cherubim, especialista em dermatologia pediátrica.

Sabe-se que, por mais que o sol traga benefícios à saúde, como a síntese de vitamina D, segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer) é na infância que os cuidados e precauções devem ser tomados para se evitar a evolução de um câncer de pele durante a idade adulta. ?De acordo com a literatura, cerca de 80% da radiação ultravioleta que recebemos ao longo da vida ocorre até os 18 anos de idade?, diz o Dr. André.

A pele infantil é mais suscetível aos raios UV do que a de um adulto, sendo mais frágil na hora de tolerar os malefícios do sol. Por isso, é indicado o uso de um bom filtro solar, a partir dos seis meses de idade, para que se crie uma camada protetora na pele dos pequenos.

Segundo o Dr. Cherubim, antes dos seis meses, os bebês não podem usar protetor solar, mesmo os indicados ao público infantil, pois a pele nessa fase ainda é muito fina e sensível. ?Deve-se evitar expor a raios solares os bebês com menos de 6 meses. E mesmo com a utilização do protetor solar nos bebês com mais de 6 meses, devemos evitar a exposição deliberada, principalmente nos horários de pico de incidência solar, entre 10h e 16h. Se está com seu filho na praia ou na piscina, é essencial mantê-lo na sombra e usar, além do protetor solar, roupas adequadas com proteção UV e chapéus?, aconselha o especialista.

Outro alerta do especialista para os dias quentes é sobre o aumento do número de machucadinhos causados por picada de inseto. ?E as crianças são vítimas frequentes, provocando contusão pruriginosas e eventualmente o aparecimento de lesões mais inflamatórias, vermelhas e quentes. Em alguns casos, pode ocorrer uma reação de hipersensibilidade, como se fosse uma alergia à própria picada, com o aparecimento de diversas feridas pelo corpo.?

O conselho, segundo o médico, é aumentar a hidratação para que a pele infantil fique mais resistente, além de evitar a coceira para diminuir a chance de cicatrizes no futuro. Além disso, os pais e mães também precisam proteger a casa, principalmente os quartos, com a colocação de telas nas janelas para evitar a entrada de insetos.

Os banhos mais frequentes de mar e de piscina deixam a pele mais ressecada e sensível. A aplicação de um hidratante adequado, após o banho, é fundamental. ?Este cuidado fortalece a barreira cutânea, evitando o ressecamento, possíveis coceiras e outros tipos de sensibilidade?, explica.

PREVENÇÃO E CUIDADOS

E para as picadas de insetos e pequenos machucados, arranhões e outros dodóis comuns nas férias, Mustela® desenvolveu o Cicastela® Creme Reparador Hidratante. Multiuso, seguro e eficaz para ser aplicado diretamente na pele limpa e seca com pequenas lesões e ressecamentos. Promove reparação da pele acalmando o desconforto e ajudando na recuperação da área afetada desde a primeira aplicação. Preço sugerido: R$ 55,00 (40 ml).
Culinária

3 receitas com panetone de dar água na boca

Sobremesas que levam panetone para consumir sem medo da balança

Quem disse que não dá para aproveitar um dos sabores mais clássicos do Natal mesmo depois da data? O panetone já faz parte da tradição em família e é o queridinho das comemorações de final de ano. Mas, o fim das festividades não é desculpa para deixar de saborear a iguaria!

Quem não abre mão do produto, pode apostar em receitas diferentes para inovar e variar no consumo. Pensando nisso, Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, ensina o passo a passo de rabanada, rocambole e docinho, tendo o panetone como ingrediente principal.

Na hora de levar à mesa, a especialista orienta: ?as sobremesas podem ser acrescentadas em um momento de refeição mais livre, como aos finais de semana. Dentro de um contexto alimentar equilibrado e um estilo de vida saudável, com prática regular de atividades físicas, podemos comer de tudo! Quando falamos da ingestão de alimentos com maior valor calórico, o importante é ter moderação?.

Confira o passo a passo das receitas sugeridas por Renata!

RABANADA ASSADA DE PANETONE

Divulgação


1 panetone de 1 kg
500mL de leite
3 ovos
2 col de sopa de açúcar
Canela em pó a gosto

Preparo:
1) Corte o panetone em tiras.
2) Misture o leite com o açúcar.
3) Passe cada tira do panetone no leite adoçado.
4) Em seguida, passe cada tira no ovo batido e acomode em uma assadeira.
5) Quando todas as tiras estiverem na assadeira, despeje o restante do leite e polvilhe a canela em pó.
6) Leve ao forno por cerca de 20 minutos ou até que o panetone comece a ficar sequinho na forma.


ROCAMBOLE DE PANETONE

Divulgação


1 panetone de 1kg
1 lata de leite condensado
1 col de sopa de manteiga
2 col de sopa de cacau em pó

Opcional: 200g de chocolate amargo ralado.

Preparo:
1) Em uma panela, derreta a manteiga e acrescente o leite condensado e o cacau em pó.
2) Cozinhe em fogo baixo, até que se forme um brigadeiro de colher.
3) Corte o panetone em tiras e amasse com a ajuda de um rolo de massa.
4) Recheie as tiras com o brigadeiro e faça rolinhos. Se preferir rolos maiores, emende uma tira na outra.
5) Quem quiser, pode acrescentar o chocolate amargo ralado por cima.
6) Também é possível levar à geladeira por mais 10 minutos para servir gelado.

DOCINHO DE PANETONE

Divulgação


½ panetone de 1kg
1 xícara de creme de leite
2 col de sopa de vinho branco
400g de chocolate ao leite

Preparo:
1) Derreta o chocolate e misture o vinho e o creme de leite, até formar um creme homogêneo.
2) Esfarele o panetone e misture com o creme.
3) Faça bolinhas e leve à geladeira.
4) Se desejar, enrole no cacau em pó, em castanha de caju triturada, chocolate granulado, frutas secas.
Bem-Estar

O segredo da longevidade: a receita para viver mais e melhor

O aumento da expectativa de vida é realidade. Especialista mostra como chegar à velhice com qualidade

Cerca de 30% dos idosos com mais de 60 anos têm problemas de sarcopenia, entendida como a perda de massa, força e desempenho da musculatura. A boa notícia é que esse mal pode ter seu impacto reduzido ou postergado com cuidados simples ao longo da vida.

?Por volta dos 30 anos, começamos a perder massa muscular, num processo natural, mas a velocidade dessa perda e o impacto que ela causa na qualidade de vida do paciente decorrem diretamente da quantidade de massa magra que as pessoas têm no corpo: quanto menos massa magra tivermos mais riscos corremos?, diz o dr. Roberto Miranda, cardiologista e geriatra.

Segundo dados do IBGE (2018), a expectativa de vida ao nascer dos brasileiros aumenta ano após ano e já atinge 72 anos para os homens e 79 anos para as mulheres, além de ser cada vez mais comum, pessoas comemorem mais de 100 anos de idade. Mas esses números são superados quando pensamos por faixa etária, ainda segundo o IBGE uma mulher com 60 anos, por exemplo, em média viverá mais 22,9 anos, ultrapassando assim o número estimado no nascimento.

Muito se fala em como o país está ou não preparado para cuidar dessas pessoas e pouco sobre como a população está se preparando para viver mais e melhor.

Dr. Roberto Miranda explica que o indivíduo com pouca massa magra torna-se ?fraco? e o quadro pode ser agravado com a incidência de uma doença aguda. Por exemplo: um idoso com boa quantidade de massa magra tende a se recuperar melhor de uma pneumonia, pois o organismo usa esse recurso para auxiliar a recuperação. Com o quadro estabilizado, ainda sobra massa para ele se recuperar e voltar para suas atividades rotineiras. O mesmo não acontece com o idoso com pouca massa magra. Ele tem as chances de morte ou dependência ampliadas, pois o seu organismo pode não ter a força necessária para se recuperar completamente de uma enfermidade pontual.

?Outro problema é a perda de massa e de tecido ósseo (osteoporose), que também é comum e aumentam o risco de fraturas, as quais são extremamente complicadas para lidar e recuperar os pacientes?, ressalta o geriatra.

Segundo o Ministério da Saúde, aproximadamente 10 milhões de brasileiros têm osteoporose, o que causa 1 milhão de fraturas por ano. Esses graves problemas podem ser minimizados (ou adiados) com mudanças simples no cotidiano: ter estilo de vida ativo, o que significa no mínimo 5 mil passos por dia, ou fazer meia hora de caminhada; ter alimentação balanceada, que não restrinja os alimentos, mas reduza a ingestão daqueles que não contribuem com a saúde; ter equilíbrio emocional, para que o corpo não sofra as consequências de problemas menores; evitar o excesso de álcool e não fumar.

Outra ferramenta importante é a suplementação, que proporciona ao organismo os nutrientes essenciais quando eles não são aportados por meio da dieta nutricional padrão. Um exemplo clássico é a ingesta de proteínas, que na maioria das vezes não atinge a recomendação diária. Uma ótima fonte de proteínas são os peptídeos de colágenos que são isentos de alérgenos, como a proteína do leite, soja e glúten. Uma combinação adequada e balanceada de proteínas associada a vitaminas, minerais e aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA´s) são indispensáveis para a síntese muscular auxiliando na prevenção da sarcopenia.

Já para a saúde dos ossos e contra a osteoporose é necessária uma ingesta adequada cálcio, vitamina D, K e magnésio. Lembrando que os ossos não são formados apenas por cálcio e que o aporte de proteína para os ossos, além da vitamina D e magnésio, é fundamental para a formação de um composto ósseo de qualidade, não esquecendo o papel da vitamina K2 como um carreador do cálcio para os ossos evitando que ele se acumule nas artérias e rins. Vale mencionar que existem diversas fontes de cálcio, e que o Cálcio Citrato Malato, dentre os compostos de cálcio é o melhor absorvido pelo nosso organismo, chegando a ser quase 2 vezes mais absorvido do que o carbonato de cálcio.

Uma alimentação balanceada, seja via dieta nutricional padrão ou suplementada, e a prática de atividade física regular são a chave para manter o organismo em condição de oferecer a melhor resposta frente às necessidades habituais, promovendo um envelhecimento mais saudável e longevo.

?Nada disso é fácil, mas os resultados são evidentes e comprovados por inúmeros estudos. Por isso, minha dica para todos é: parem de procrastinar. Comecem hoje a fazer a diferença, independente da sua idade?, completa dr. Roberto Miranda.
Bem-Estar

Vinagre de maçã, um elixir da boa saúde

Antioxidante, anti-inflamatório e antimicrobiano, o alimento fermentado contribui para a perda de peso e a beleza da pele e dos cabelos, entre inúmeros benefícios

O vinagre de maçã, ingrediente indispensável no tempero de saladas e na preparação de molhos agridoces, é também um elixir da boa saúde. Hipócrates, o pai da medicina moderna, receitava oxymel aos seus pacientes, uma mistura de vinagre, água e mel, como forma de prevenir doenças e rejuvenescer o corpo. Além de contribuir para a plenitude física, o vinagre de maçã mostra sua versatilidade no tratamento dos cabelos e da pele.

Alimento fermentado, o vinagre de maçã tem propriedades anti-inflamatória e antimicrobiana. O consumo como alimento ou em pequeninas doses diárias diluídas em água ajuda a reduzir o colesterol, auxilia no controle do diabetes, melhora a digestão e diminui a pressão arterial, entre outros benefícios. Alguns compostos encontrados no vinagre de maçã agem dificultando a absorção de carboidratos no intestino e, com isso, favorecem a perda de peso. A presença de antioxidantes atua para retardar o envelhecimento.

Rodrigo Margoni, especialista em vinagres, destaca entre as substâncias presentes no vinagre de maçã a pectina. ?Esta é uma fibra solúvel que contribui para diminuir a fome?, afirma. Consumidor regular do alimento fermentado, Margoni costuma ingerir 10ml (uma tampinha) diluídos em um copo de água pelo menos três vezes ao dia. ?A sensação de saciedade é incrível, justamente pela presença da pectina?, diz.

Como sócio-proprietário da Almaromi Viccino, empresa pioneira na produção natural de vinagre de maçã no Brasil, Margoni explica a diferença entre o produto natural e o orgânico. ?Tanto um quanto o outro são obtidos sem o uso de conservantes. O vinagre orgânico tem a certificação de que foram utilizadas maçãs produzidas sem o uso de defensivos agrícolas?, afirma. ?Nosso vinagre natural tem como matérias-primas as variedades fuji e gala, que resultam em um produto de altíssima qualidade?, completa.

Pele e cabelos

Os ácidos acético, cítrico, lático e succínico, presentes no vinagre de maçã, têm ação antimicrobiana contra a bactéria causadora da acne na pele.

Nunca, no entanto, deve ser aplicado puro sobe a pele, pois pode causar queimaduras. Recomenda-se diluir uma colher de vinagre de maçã em um copo de água e só então passar na pele, removendo a mistura alguns segundos depois.

Cabelos quebradiços e oleosos têm no vinagre de maçã um poderoso aliado. Para obter bons resultados, deve-se misturar uma colher de vinagre em um copo de água e depois borrifar nos fios. Na sequência, aplica-se, mecha a mecha, um creme de tratamento indicado para cada tipo de cabelo. É preciso esperar por três a cinco minutos com touca térmica ou toalha umedecida em água quente para agir. A seguir, os cabelos devem ser enxaguados.

Seja ingerindo ou aplicando para melhorar a saúde da pele e dos cabelos, qualquer uso que se pretenda fazer deve ter indicação médica, pois cada organismo reage de uma forma às substâncias presentes no vinagre de maçã.

Vinagre na história

- Na Roma antiga, as legiões de soldados tomavam o cuidado de transportar o vinagre em odres, pois sabiam de sua importância para o preparado da Posca (vinagre misturado com água e ervas aromatizantes). A bebida fortalecia os guerreiros e combatia a fadiga.

- Na China, era comum o uso do vinagre para evitar doenças e curar feridas. No Japão, os samurais utilizavam o vinagre de maçã como um potente tônico para dar força e saúde.

- Em Paris, na Idade Média, o vinagre de maçã era vendido como desodorante corporal.

- Atualmente, há várias teses de doutorado e muitas dissertações de mestrado sobre os usos medicinais do vinagre. Há mais 300 publicações catalogadas sobre o tema em várias línguas, além de vários sites na internet que tratam do assunto.
Bem-Estar

7 sinais de alerta para quem usa lentes de contato

Embora possam parecer práticas e cômodas, as lentes de contato podem causar alguns problemas oculares

As lentes de contato podem ser a solução para quem não gosta de usar óculos ou ainda para aqueles que querem praticar atividades esportivas que não comportam o uso do acessório. Mas, embora possam parecer práticas e cômodas, as lentes de contato podem causar alguns problemas oculares.

As complicações relacionadas ao uso das lentes de contato são comuns na prática clínica, de acordo com a oftalmologista Dra. Tatiana Nahas, Chefe do Serviço de Plástica Ocular da Santa Casa de São Paulo.

?A prescrição das lentes de contato deve ser feita por um oftalmologista, bem como o acompanhamento contínuo do processo de adaptação às lentes. Isso porque, independentemente do material, forma de uso ou tecnologia, o fato é que a lentes de contato alteram a fisiologia dos olhos?, diz a oftalmologista.

?Essas mudanças, no geral, não são importantes. Mas, em certas situações podem levar a quadros potencialmente graves. Mesmo que a pessoa seja usuária há muitos anos, precisamos levar em conta que há fatores ambientais e físicos interagindo constantemente?, explica Dra. Tatiana.

Um dos conselhos mais importantes para quem usa lentes de contato é ficar atento aos sinais e sintomas oculares que podem ser um alerta de que é preciso procurar o oftalmologista.

Com a ajuda da Dra. Tatiana Nahas, preparamos uma lista desses sinais e sintomas. Confira.

1- Vermelhidão

As lentes de contato podem capturar facilmente substâncias irritantes como fumaça, pólen, poeira, poluição e maquiagem. O acúmulo desses agentes pode causar vermelhidão, coceira ou ardor nos olhos ou até mesmo uma conjuntivite. Vermelhidão é, normalmente, um sinal de irritação!

Vale lembrar ainda que a vermelhidão pode ser o primeiro sinal de que há problemas de adaptação das lentes. O primeiro passo é ter certeza de que a limpeza das lentes está sendo realizada corretamente, bem o tempo de uso está sendo respeitado.

2- Queimação e coceira

Quando a vermelhidão vem acompanhada de coceira e/ou ardência, após o uso de lentes de contato, é possível que haja algum tipo de reação alérgica ocular, como uma conjuntivite alérgica. A alergia pode estar relacionada ao material das lentes, bem como aos produtos usados para sua limpeza.

3- Acúmulo de secreção ou pus

Ardência ou coceira, isoladamente, podem apenas estar relacionadas a uma reação alérgica. Entretanto, se juntamente como esses sintomas houver acúmulo de secreção, é preciso procurar o oftalmologista o mais rápido possível. Esses sintomas podem indicar uma conjuntivite bacteriana ou viral.

4- Sensação de areia

A falta de limpeza e hábitos nocivos, como não tirar as lentes de contato para dormir, por exemplo, são as principais causas de problemas oculares relacionados ao uso das lentes.

A sensação de areia nos olhos, quando a pessoa está de lentes, pode significar que algum tipo de substância está agregado às lentes, como partículas de metal, sujeira etc. A pior consequência, nesses casos, podem ser uma lesão na córnea.

5- Sensibilidade à luz

A fotofobia é uma condição muito comum e tem diversas origens. Mas, deve ser um sinal de alerta para quem usa lentes de contato há muitos anos, pois pode estar relacionado a problemas na córnea.

6- Visão embaçada

Lentes de contato sujas ou danificadas podem deixar a visão embaçada. Essa condição pode ainda ser decorrente do uso excessivo de lentes de contato que leva à diminuição do nível de oxigênio na córnea. Para manter o filme lacrimal saudável, a córnea necessita de um bom aporte de oxigênio.

A principal recomendação é tirar as lentes de contato para dormir, além de realizar limpeza adequada diariamente.

7- Olho seco

Quem usa lentes de contato por muitos anos, pode desenvolver a síndrome do olho seco. Isso porque as lentes de contato interferem na hidratação natural e na limpeza dos olhos. A dica é pedir ao oftalmologista a recomendação de um colírio lubrificante.

O uso de lentes de contato tem riscos. Por isso, é importante que as lentes sejam prescritas por um oftalmologista. O uso consciente impõe um compromisso por parte do paciente de realizar um acompanhamento periódico, além de assumir com responsabilidade os devidos cuidados de limpeza e recomendações médicas.