08 de Março de 2021
20º/30º
Notícias - Brasil

WhatsApp vai parar de funcionar em alguns aparelhos; veja lista

A partir do dia 1 de janeiro, o WhatsApp vai parar de funcionar em alguns modelos mais antigos de smartphones. Por isso, se você é daqueles que costuma passar alguns anos sem trocar de aparelho, é bom se prevenir para não ser pego de surpresa na virada de ano e ficar sem poder mandar aquela mensagem de "Feliz 2021".

O encerramento anual do suporte do aplicativo para algumas versões mobile não é novidade para o público, mas agora há um diferencial: esta será a primeira vez em que o primeiro iPhone, lançado em 2007, não poderá rodar o app de mensagens.

Confira a lista dos "cancelados":

iPhone
iPhone 3G e 3GS
iPhone 4
LG Optimus Black (e modelos anteriores)
Motorola Droid Razr
Samsung Galaxy S2
HTC Desire

Já os seguintes aparelhos continuarão rodando o WhatsApp normalmente, desde que estejam com o sistema operacional atualizado. Será necessário iOS 9 ou Android 4.0.3 para os modelos:

iPhone 4S
iPhone 5 e 5S
iPhone 6 e 6S
LG Lucid
Motorola Droid 4
Sony Xperia Pro
HTC Sensation

divulgação - Primeira versão do iPhone ficará sem acesso ao WhatsApp
Primeira versão do iPhone ficará sem acesso ao WhatsApp

HTC Thunderbolt 4G
Samsung Galaxy Note
Samsung Galaxy S3 (e modelos posteriores)

Usuários de smartphones com KaiOS, inclusive donos de JioPhone e JioPhone 2, também devem ficar de olho. O sistema, baseado em Linux, precisará estar rodando a versão 2.5.1 ou uma mais recente para poder ter acesso ao aplicativo de mensagens.

Ressalvas aos iPhones com jailbreak

A situação também vale para usuários Apple que possuem um iPhone com jailbreak já que o WhatsApp não vai parar de funcionar em aparelhos deste tipo desde que eles estejam com o sistema operacional atualizado conforme o explicado acima.

Porém, a empresa afirma que a existência de modificações pode afetar a funcionalidade do aparelho e por este motivo não oferece suporte. Logo, qualquer eventual problema precisará ser resolvido sem a ajuda da companhia.
Vale lembrar que aparelhos com Windows Phone não suportam o app desde o fim de 2019.
Olhar Digital
+ VEJA TAMBEM