02 de Outubro de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Pés-de-atleta

Colunista - Magali Nascimento

Olá.

Em algum momento você já percebeu pequenas bolhas, ou fissuras, com a pele esbranquiçada, principalmente entre os dedos e na sola dos pés? Elas podem causar coceira, vermelhidão, descamação, um odor desagradável, e até mesmo produzir um pouco de pus.

Parabéns (contém ironia), você adquiriu frieira, pé-de-atleta, ou Tinea Pedis, uma infecção causada por fungos Trichophyton e Epidermophyton.

Que é muito mais comum do que imaginamos. Apesar do nome, pode atingir qualquer tipo de pessoa, não apenas atletas.

Resolvi falar um pouquinho sobre este tipo de problema, pela chegada dos meses de calor. O pé-de-atleta é transmitido facilmente pelo contato com superfícies contaminadas, como pisos de banheiros e de vestiários, saunas, piscinas e praias. Também pode acontecer pelo contato direto com uma pessoa contaminada, ou seja, é contagioso.

Como você já leu por aqui, os fungos necessitam de locais quentes e úmidos para crescerem. Cuidados básicos de higiene serão suficientes para a prevenção: lavar e secar bem os pés, não repetir o mesmo calçado e meias frequentemente (lavar após o uso, no caso das meias, ou limpar calçados por dentro, sempre que possível).

Divulgação - Magali Nascimento, Podóloga - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
Magali Nascimento, Podóloga - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal


Evite ficar descalço ou descalça nos ambientes que citei acima, onde o contágio é mais comum. E procure não compartilhar seus calçados.

E, se a prevenção não der certo, procure sua podóloga especializada. Ela fará o tratamento adequado, de acordo com seu tipo de pele. Em casos mais avançados, indicará consulta com dermatologistas. Outras tratamentos necessários para seus pés também serão oferecidos.

Em geral, o tratamento é simples. Entretanto, os tipos de fungos causadores das frieiras podem se manifestar em outras partes do corpo, como virilha, couro cabeludo ou rosto. Prevenção e tratamentos são importantes.

As frieiras não podem e não devem ser negligenciadas. Você vai evitar outros problemas que podem surgir.

Não passe vergonha com frieiras. Curta as estações quentes da melhor forma que você puder. Sem medo de mostrar seus pés.

Beijo
Divulgação
Magali Nascimento
Podóloga há 10 anos. Técnica em Podologia, pelo SENAC Marília, graduanda em Tecnologia em Podologia pela Unicesumar. Certificada e especialista em knesiopodo, correção de unhas, onicomicose, laser aplicado à Podologia, ácidos e peeling e tratamento de pés diabéticos,
+ VEJA TAMBEM