05 de Junho de 2020
14º/27º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Porque a humanidade é atraída por regimes autoritários?

COLUNISTA - Elda Jabur

Porque a maior parte de nossa história foi marcada por governos autoritários?

Porque ainda existem tantas ditaduras no mundo?

Perguntas que na verdade levam a muitas suposições, reflexões e muitas abordagens.

Vamos pensar um pouco sobre o nosso presente, o nosso país.

Todo historiador sabe que análises do tempo histórico em que ele está inserido é quase impossível. Isso porque preponderam o seu próprio viver.

O momento atual exige muita cautela .Nunca tivemos tanta radicalização como agora. Talvez porque a internet permite muita expressão de pensamento. Isso é ótimo para as democracias.

Mas estamos verificando muita confusão nas opiniões.

Ou você é de esquerda ou de direita.

Temos ainda uma grande parcela de nossa população que não viveu o último período militar.

Quando fiz o curso de história, estávamos em pleno período ditatorial, assim como outros países do cone sul.

Meus professores eram excelentes, mais jamais tocaram nessa questão. Sabiam do perigo a que estavam expostos e não podiam manifestar-se livremente. Os militares puniam todos os que se opunham ao regime, com prisões, torturas e mortes.

Atualmente temos mais de 49 países comandados por ditadura. É um espectro do mal sempre há espreita, comandados por espíritos infernais.

Vamos relembrar alguns deles.

Angola: ditadura há mais de 32 anos.

Coréia do Norte: Há mais de vinte anos

Arábia Saudita: A Casa de Saul controla o país desde 1932. É uma das famílias mais ricas do mundo, mantendo a população na extrema pobreza.Como muitos países muçulmanos, mantém formas medievais de punição, como a decapitação.

Numa das chamadas do jornal da globo News, podemos ver topas os dias , no painel de abertura, um prisioneiro político, de joelhos pronto para a decapitação.

China:

O monopólio do poder é garantido em constituição pelo partido comunista. Os ditadores se sucedem. O último, Hu Jintao está no poder há oito anos. É uma das piores ditaduras e longa do mundo. A maioria da população também é mantida na extrema miséria, inclusive nos chamados campos de reeducação, com má nutrição, a exemplo do que foi o holocausto.

Cerca de 150 mil chineses vivem com menos de 1 dólar por dia . Mais de 300 mil dissidentes políticos são mantidos em campos forçados de trabalho.

Obs.: Esse país é sempre citado como uma grande potência. O Iene é uma das moedas mais forte, depois do dólar. Mas às custas da grande miséria da população e exploração de sua m.d.o.

Cuba: ditadura desde 1959

Irã: desde 2005 presidido por Almadinejad

Zimbabue: Mugabe no poder há 31 anos.

Rússia: desde 1991 com Wladimir Putin

Egito desde2013, com Abdel Sisi

Omã: A mesma família está no poder há mais de 260 anos. Não existe constituição e as regras se baseiam no islamismo.

Camarões: no centro oeste da África, desde 1976

Venezuela: Já no terceiro mandato. Era um país considerado uma pérola da América. Agora uma população mantida na miséria e refugiando-se no Brasil. Milhares de execuções extrajudiciais. A oposição é forte e tem apoio atpe dos EUA. Mas ninguém conseguir jogar um bomba na cabeça dele.

Turquia: ERDOGAN DESDE 2014. Também um carniceiro. Num último levante todos os opositores foram presos, torturados e com certeza mortos. Lembramos das cenas de horror com homens preparados intelectualmente, expostos na tv como animais indefesos e cobertos de sangue. Com certeza tiveram suas orelhas cortadas, costume utilizado na antiguidade, inclusive tendo os olhos furados.

Erdogan afirmou que "as mulheres não podem ser consideradas iguais aos homes e seu principal papel é fazer filhos”. ACHO QUE NA VERDADE TEM QUE SERVIR TAMBÉM NA CAMA, A GOSTO DE SEUS ALGOSES.

Síria: Bashar al Assad

Considerado o assassino do século. Seu pai governou o país por 30 anos.

Também comete todos os tipos de atrocidades. Diz-se que "a cada passada dentro de seu palácio uma pessoa é morta”.

Segundo críticos, a palavra morte está tão arraigada nele e escondida dentro de seus olhos azuis. Ela já faz parte de seu relógio biológico.

Mais alguns métodos utilizados para manter a população dominada.

A polícia seve integralmente aos ditadores.

A imprensa é calada.

Todos cometem assassinatos em massa.

Todos submetem a população à fome.

As prisões são forçadas , com torturas as mais variadas.

Todos possuem gordas contas bancárias, vivem em palacetes suntuosos

Destaque principal.

Para tudo isso os donos do poder dominam as forças armadas e as polícias.

Esse tema tem sido recorrente em meus artigos.

Quando um governante começa a tomar atitudes arbitrárias, considerando-se acima da lei, o perigo ronda as nossas portas.

Até mais que o corona, porque como alguém disse, isso é como um tsunami, mas vai passar. Um regime autoritário, nunca saberemos.

Isso em pleno sec. XXI, até quando isso irá ocorrer?

Que a atual doença possa levar esses espíritos grotescos para o inferno, onde literalmente eles queimem seus chifres e surja uma nova era, uma nova humanidade.

Colunista Elda Jabur
Elda Jabur
é professora de História formada peLa Unesp de Assis. Trabalhou no Sesi e no Estado até aposentar-se. Há muito tempo dedica-se a escrever para jornais, faz óleo sobre tela e pertence à Ordem Rosacruz - AMORC há mais de 30 anos. Reside na Cidade de Cândido Mota/SP.
+ VEJA TAMBÉM