04 de Julho de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Precisamos falar sobre o diabetes

COLUNISTA - Magali Nascimento

Divulgação


O diabetes é uma doença crônica, causada pela falta de produção, ou produção em quantidade insuficiente, da insulina, que é o hormônio responsável pelo metabolismo da glicose no corpo humano; em outras palavras, o diabetes causa aumento de açúcar no sangue.

Dados do Atlas do Diabetes da Federação Internacional de Diabetes (IDF), indicam que o Brasil é o 5º maior país do mundo em incidência de diabetes, com 16,8 milhões de adultos, entre 20 e 79 anos, portadores da doença, que também ocorre com crianças e adolescentes. Na gravidez, chama-se diabetes gestacional

Em minha primeira coluna, citei que nossos pés possuem quase 7000 terminações nervosas, que carregam informações desde o cérebro, da medula espinhal e outras partes do corpo. Danos a tais nervos são chamados de neuropatias periféricas.

Divulgação - Magali Nascimento, Podóloga - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
Magali Nascimento, Podóloga - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal


Esses danos podem ser silenciosos e avançar lentamente; causar dores constantes, às vezes excessivas, formigamento e sensação de queimação; em um estágio mais avançado, os pés perdem a sensibilidade. É possivel que pessoas com diabetes tipo 2 tenham dificuldade de cicatrização em machucados..

A Podologia é parte muito importante no tratamento de pessoas com diabetes ou pré-diabetes. Pés diabéticos necessitam de cuidados especiais e constantes. Nas consultas, o paciente receberá:

- diagnóstico da condição dos pés
- verificação da existência de feridas ou deformidades
- tratamento e prevenção de micoses
- higienização e hidratação específicas para seu tipo de pele
- verificação da sensibilidade e da circulação sanguínea
- tratamento de inchaços
- combate a infecções
- tratamento de rachaduras, frieiras, calos e calosidades
- corte das unhas, prevenindo pequenos ferimentos ou encravamentos
- tratamento de esporões e joanetes
- orientação sobre usos de calçados e cuidados diários
- terapia com knesiopodo (fitas elásticas corretivas)
- utilização de laser, para acelerar a cicatrização de feridas superficiais.
- encaminhamento para profissional da saúde, em caso de ferimentos já existentes

O acompanhamento podológico diminuirá consideravelmente o risco de amputação de partes dos pés e pernas, uma das principais consequências da neuropatia periférica.

Também é super importante controle da glicose, do triglicérides, combate ao sobrepeso, tabagismo, acompanhamento cardiológico, renal, e oftalmológico e consultas constantes com médico endocrinologista

Do ponto-de-vista médico, o diabetes é uma doença que não tem cura. Mas tem controle. O paciente poderá, inclusive atingir níveis normais de açúcar no sangue durante e após um tratamento. Mas, preciso repetir, o acompanhamento deverá ser constante.

Cultive a cultura da informação correta. Fale sobre isto com alguém que precisa. Cuide-se e cuide de quem você ama.

Procure sempre um médico, E uma podóloga especializada, também!

Até à próxima coluna, beijo!

Serviço
Podóloga Magali Nascimento
WhatsApp: (18) 99735-8952
Instagram: @podomagalinascimento
Facebook: Podóloga Magali Nascimento
Divulgação
Magali Nascimento
Podóloga há 10 anos. Técnica em Podologia, pelo SENAC Marília, graduanda em Tecnologia em Podologia pela Unicesumar. Certificada e especialista em knesiopodo, correção de unhas, onicomicose, laser aplicado à Podologia, ácidos e peeling e tratamento de pés diabéticos,
+ VEJA TAMBEM