08 de Agosto de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Relatos de um "peba" - Jairo Ortega, o campeão

COLUNISTA - Renato Piovan

No último final de semana ocorreu o 3º Desafio Solidário MTB de Maracaí. Evento muito bem organizado e que reuniu quase 400 ciclistas de toda a região e Norte do Paraná. Lá estive eu, levando a minha pebice e pedalando por 50 longos e gelados quilômetros. Parabéns aos organizadores que conseguiram oferecer uma trilha desafiante mesmo com uma rota alternativa devido às chuvas dos dias anteriores.

Porém o melhor momento do evento nem foi o percurso percorrido, mas o reencontro com meu amigo e exemplo de superação, Jairo Ortega. Muitos sabem e, quem não souber eu vou contar, que Jairo sempre levou o nome de Assis para diversas competições de corridas de pedestres por toda a região, porém em 2018 ele foi acometido pela Síndrome de Guillain-Barré, doença autoimune grave em que o próprio sistema imunológico passa a atacar as células nervosas.

Essa síndrome leva à inflamação nos nervos, causando fraqueza, formigamento nas pernas e nos braços, perda de sensibilidade, alterações na pressão arterial, palpitações e paralisia muscular. A doença pode ser fatal, já que pode interferir na capacidade de movimentação dos músculos respiratórios.

Divulgação - Renato Piovan é jornalista, ciclista amador nas horas vagas e cronista nas horas mais vagas ainda
Renato Piovan é jornalista, ciclista amador nas horas vagas e cronista nas horas mais vagas ainda


Jairo passou por momentos muito delicados. Ficou internado e depois passou por longas sessões de Fisioterapia. Durante esse período ele ficou impossibilitado de praticar uma de suas grandes paixões, o esporte. Mas ele não desanimou, não se entregou.

E eis que foi muito grande a minha alegria que em junho de 2019 eu o reencontrei no 2º Desafio de MTB de Maracaí, em plena reabilitação e voltando às práticas esportivas. Além de muita Fisioterapia, foi no Ciclismo que ele pode retomar as suas atividades de atleta. Graças a sua garra, sua fé e sua perseverança (aliadas ao apoio de familiares, profissionais e amigos), em 2020, Jairo estava de volta às corridas de rua.

Hoje eu quis utilizar esse espaço no portal AssisCity para prestar a minha homenagem a Jairo Ortega, atleta que é um exemplo de superação a todos nós. Jairo, com certeza você esteve diante de muitas incertezas e angústias durante os dois meses em que ficou praticamente imóvel em uma cama. Mas você venceu tudo isso.

Sei que no seu currículo de 38 anos de competições são mais de mil provas com mais de mil medalhas obtidas e mais de 750 troféus conquistados. Mas sei que, desde o seu retorno, cada medalha tem um valor ainda maior.

Divulgação - Jairo Ortega no 3º Desafio MTB de Maracaí - Foto: Divulgação
Jairo Ortega no 3º Desafio MTB de Maracaí - Foto: Divulgação


Jairo Ortega venceu o maior dos desafios. A maior das provas. Ele conquistou o pódio da vida. Ele é um vencedor e um grande exemplo para todos nós, atletas profissionais ou amadores, mas, principalmente, para nós como pessoas.

Jairo, continue a levar sua alegria contagiante e sua empolgação a todas as provas de Ciclismo e de corrida que participa. O esporte precisa de pessoas como você.
Nos vemos nas trilhas, desafios e provas por aí.
Divulgação - Renato Piovan
+ VEJA TAMBEM