04 de Julho de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Relatos de um "peba" - Pedal no frio? Não, obrigado

COLUNISTA - Renato Piovan

Região do Vale do Paranapanema. Data estelar 18 de maio de 2022. 6h20 da manhã. Os termômetros apontam 6º C. Sensação térmica nível "Frozen". Os grupos de ciclismo no WhatsApp estão em total e completo silêncio. Hoje não tivemos mensagens motivacionais e aqueles GIFs de "Bom Dia". Por volta das 7h30 sempre começariam a chegar as fotos e mapas de trilhas realizadas de manhãzinha. Desta vez, nada.

As previsões apontavam que até o dia 21 de junho estaríamos curtindo o clima bipolar do outono. Frio razoável de manhã e à noite e calor durante o dia. Pelo menos deveria ser assim. Nessa semana fomos atingidos por uma intensa onda de frio que tirou toda e qualquer vontade daquele pedal matutino.

Nada contra quem não abre mão de seu pedal diário, mesmo durante essa friaca. É que para nós, pebas praticantes, durante o frio as primeiras horas da manhã são justamente quando a nossa cama está mais quentinha e cativante. Se você é um galáctico, está treinando para uma prova na qual tem chances de conquistar pódio, medalha e etc, vai firme. Te dou o maior apoio.

Divulgação - Renato Piovan, ciclista e jornalista - Foto: Divulgação
Renato Piovan, ciclista e jornalista - Foto: Divulgação


Coloque sua camisa térmica, sua jaqueta corta-vento, suas luvas, meias, balaclava, sua calça de ciclismo (ou pernito), seu capacete e seja feliz. Para nós, meros mortais que vamos para pedais e provas para passear, curtir a natureza e desopilar o fígado, um treino ou outro em uma manhã gélida não vai fazer diferença.

Pedale com prazer. Eu estarei aqui, debaixo do meu edredom, torcendo por vocês. Enquanto o período de frio perdurar, vou mesclando pedais vespertinos (quando o trabalho permite) e manhãs maravilhosas de sono debaixo das cobertas. Mas, como eu já disse, nada contra quem curte um pedal neste tipo de clima inóspito. Apenas ele não é para mim, peba praticante. Nesse frio, bicicleta, nem ergométrica.

Nos vemos nas trilhas por aí (mas com temperaturas aprazíveis).
Colunista
Renato Piovan
Jornalista, ciclista amador nas horas vagas e cronista nas horas mais vagas ainda.
+ VEJA TAMBEM