09 de Agosto de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Vamos falar da abdominoplastia e lipoaspiração?!

COLUNISTA - Ricardo Estefani

divulgação


Por @ricardo.estefani.1

Você sabe a diferença entre as técnicas de abdominoplastia e lipoaspiração e para que servem?

Para definirmos se realizaremos as técnicas isoladamente ou em conjunto, necessitamos saber as características da nossa pele e contorno corporal, tais como a presença de flacidez e gordura localizada. De uma maneira em geral, a gordura localizada deve ser tratada pela técnica da lipoaspiração e todos os seus subtipos, tais como a vibrolipo, lipo HD, hidrolipo entre outras. Já quando apresentamos flacidez abdominal, com excessos de pele ou deformidades do umbigo, necessitamos de uma cirurgia que retira estes excessos, reconstrói o umbigo e a musculatura envolvida.

Existem casos em que o ideal seria a aplicação das duas técnicas em conjunto, principalmente se temos muita gordura localizada em flancos (região lateral da barriga) e na parte superior do abdômen ("região do estômago"). Dessa forma, como já descrito por autores como Saldanha, a lipoabdominoplastia seria a técnica indicada.

Vale ressaltar que não há uma idade específica para a realização destes procedimentos. Tudo dependerá se o paciente está dentro do índice de massa corporal (relação do peso com a sua altura) adequado ou não, se já foi gestante ou apresentou o efeito sanfona (ganho e perda de peso rápidos). Fatores como se o mesmo realiza ou não atividade física e fatores nutricionais também são de suma importância para a avaliação dos procedimentos.

divulgação - Médico cirurgião plástico Ricardo Estefani
Médico cirurgião plástico Ricardo Estefani


Indicamos para estes pacientes, principalmente para aqueles que retêm muito liquido (edema, inchaço) ou que estão fora do padrão ideal para estas cirurgias, o exame de bioimpedância. Dessa forma, temos uma avaliação precisa de quanto de gordura, músculo e líquidos temos proporcionalmente em cada parte do nosso corpo. Assim, podemos preparar o paciente anteriormente a cirurgia, e intensificar áreas específicas do corpo que devem ter uma atenção maior durante o procedimento cirúrgico.

Destacamos também, principalmente em pacientes que foram submetidos a grande perda de peso, como os pacientes bariátricos, a dosagem de vitaminas, ferro, e outros minerais que possam influenciar no processo de cicatrização e no resultado da cirurgia.

Pacientes tabagistas devem ser avaliados e encorajados a deixar de fumar antes destes procedimentos, devido aos resultados ruins que possam ocorrer. Alem disso, como são cirurgias que alteram todo o funcionamento do nosso organismo, devem ser realizadas em hospitais, em regime de internação e com a avaliação do cirurgião, anestesista e outros médicos que por ventura se façam necessários.

Serviço:
Dr. Ricardo Estefani
Consultório: Instituto Demian, Rua: Dra. Ana Barbosa, 1086
Telefone (18) 3323 7037
Instagram: https://www.instagram.com/ricardo.estefani.1/
divulgação

Divulgação - Ricardo Estefani
Dr. Ricardo Estefani
Cirurgião Plástico
+ VEJA TAMBEM