27 de Janeiro de 2021
20º/30º
Entretenimento - Comportamento

"Messi japonês" está com dias contados no Villarreal

Kubo, considerado um fenômeno do futebol asiático há alguns anos, ainda não sabe onde vai jogar em 2021

A passagem do meia-atacante japonês Takefusa Kubo, apelidado de "Messi japonês" no início de carreira, pelo futebol espanhol está perto do fim: sem lugar no esquema do técnico Unai Emery, ele está fora dos planos do Villarreal para a próxima temporada. Sua saída é especulada tanto na imprensa como em sites de apostas europeus.

A situação ainda se agrava porque outros jogadores da mesma posição, como os espanhóis Yemeri Pino, Fer Niño e Álex Baena estão sendo preferidos pelo treinador ao japonês. Segundo o jornal Marca, de Madrid, as últimas semanas serão decisivas para o jovem atacante demonstrar que pode permanecer no clube. Além do Villarreal, o Real Madrid também é dono de parte dos seus direitos.

A reação do Villarreal acontece semanas depois de o próprio jogador e do Real Madrid demonstrarem insatisfação com o pouco uso dele no Campeonato Espanhol. Isso mesmo com ele entrando em jogos de torneios continentais e da competição nacional. Desde então, ele não saiu do banco nos jogos contra Osasuna e Athletic de Bilbao – mesmo com as ausências dos tiulares Bacca e Alcácer.

Emery foi duro quando questionado sobre a pouca utilização do japonês. "Não estamos aqui para dar dez partidas seguidas a um jogador que não rende", disse.

"Todo os jogadores tiveram chances. Se a gente dá a oportunidade a um jogador, ele deve ter vontade de aproveitá-la. Isso vale para os atacantes e todos os demais. A nossa exigência é essa", completou.

A crise existe porque Takefusa Kubo foi uma aposta do Villarreal: o time pagou 2,5 milhões de euros (R$ 15,8 milhões) por parte dos seus direitos – uma soma elevada para um clube que vive um momento financeiro delicado em meio à pandemia. Times espanhóis só não sofreram mais com as finanças porque os campeonatos voltaram no meio do ano, aquecendo os mercados esportivos. A indústria de apostas, legalizada na Espanha, ajudou os clubes oferecendo promoções aos seus clientes com o reinício das partidas, como o Bônus de Boas-Vindas Sportingbet.

Kubo, de 19 anos, ficou conhecido como "Messi japonês" depois que foi alçado como um projeto do Barcelona para seguir os passos do craque argentino quando tinha apenas 19 anos. Ele foi eleito pela revista Goal um dos 50 melhores jovens jogadores do mundo em 2020, ao lado de Vinicius Jr., Rodrygo e Odegaard.

Com valor de mercado estimado em 30 milhões de euros (R$ 190 milhões), ele atuou em 13 jogos do Campeonato Espanhol, além de cinco jogos da Liga Europa e um da Copa do Rei. Na temporada, fez apenas um gol e deu 3 assistências. Depois de sair do Barça, que investiu nele durante as categorias de base, Kubo ficou no futebol japonês até o ano passado, passando por FC Tokyo e Yokohama Marinus.

Em 2019, ele foi contratado pelo Real Madrid por 2 milhões (R$ 10 milhões), mas teve pouco tempo para jogar no clube espanhol: logo foi emprestado ao Mallorca, antes de chegar ao Villarreal.
Transfermarkt-Reprodução
+ VEJA TAMBEM