19 de Janeiro de 2022
20º/30º
Notícias - Destaque

Cirurgia plástica: conhece-te a ti mesmo e não se deixe levar pelas mídias!

Confira dicas e conselhos do médico cirurgião plástico Ricardo Estefani

divulgação


Com o advento das mídias sociais (após longa data de domínio do Facebook, agora estendido ao Instagram, com vidas compartilhadas nos stories como "BBB") o inimaginável tornou-se corriqueiro e rotinas de celebridades e procedimentos estéticos nunca compartilhados viraram itens de desejo de grande parte da população mundial.

O Brasil ocupa no mundo o 1° lugar no ranking dos países onde mais cirurgias plásticas são realizadas, sendo entre as cidades brasileiras, a do Rio de Janeiro, berço do expoente Dr. Ivo Pitanguy, a capital mundial da cirurgia plástica.

Para o médico cirurgião plástico Ricardo Estefani enquanto não sabemos, não desejamos. "Já dizia o ditado, o que os olhos não veem o coração não sente, mas após termos corpos perfeitos e procedimentos de os espécimes prometendo a tão almejada figura desejável, como não os incluir na nossa lista de desejos?", questiona.

O conceito de autoestima e autoconhecimento podem nos ajudar nessas situações, entender que nem tudo que parece é, torna-se meio caminho para não se submeter a procedimentos arriscados, realizados de forma impropria, clandestina ou por pessoas não habilitadas para tal, e que atraem por preços acessíveis e com matérias primas baratas.

divulgação - Médico cirurgião plástico Ricardo Estefani
Médico cirurgião plástico Ricardo Estefani


A busca por saúde e melhora de algo que lhe causa incômodo devem ser seus parâmetros e não apenas copiar aquilo que está na mídia, na moda ou que todo mundo está fazendo para parecer mais atraente ou aceito socialmente.

Na busca pelo parecer deixamos de ser, a nossa principal busca necessita ser todos os dias a da nossa essência, pois, nos norteando por esta, dificilmente faremos escolhas desacertadas não validando quem realmente somos e necessitamos para não haver um conflito intrapsíquico contribuindo para nosso adoecimento.

Cada procedimento estético é único e deve ser avaliado conjuntamente entre o paciente e seu cirurgião, que poderá colocar de forma sincera e embasada cientificamente se é indicado para o seu corpo, se está dentro dos limites seguros e se vai de encontro ou contra suas expectativas, sem compará-lo(a) com nada ou ninguém além da sua própria anatomia e limites.

O cirurgião plástico vem com uma especialidade que busca a harmonia do natural e do fisiológico, e não inverdades de realidades permeadas por filtros ou aplicativos que mostram irrealidades que se tornam massacrantes para quem busca alcançar algo criado por máquinas e não pela natureza humana, repleta de imperfeições, as quais faz de cada um, ser único e irreprodutível!

Quando não sabíamos o que alguém havia feito, ou que aquele procedimento era possível, admirávamos e achávamos que a natureza havia sido mais ou menos gentil com algumas belezas, agora que o acesso à informação está na palma das mãos o sofrimento por desejar e não estar ao alcance, por seus mais diversos motivos, também parece muito mais próximo. Há situações em que que a auto aceitação traz paz e tranquilidade de se sentir seguro (a) com seu corpo e com sua imagem sem se tornar escravo de protótipos.

Seja você, sinta você, se precisar peça ajuda, um bom cirurgião poderá orientá-lo (a) prosseguindo com seu procedimento ou, caso sua expectativa esteja muito fora da realidade colocar questões reais e éticas em pauta, indicando inclusive, quando se tratar de distorção de autoimagem a avaliação de um profissional capacitado para lidar com essa questão, busque sempre sua melhor versão, mas com segurança e colocando sua saúde física e mental em primeiro lugar!

Serviço:
Dr. Ricardo Estefani
Consultório: Instituto Demian, Rua: Dra. Ana Barbosa, 1086
Telefone (18) 3323 7037
Instagram: https://www.instagram.com/ricardo.estefani.1/

divulgação

Divulgação
+ VEJA TAMBEM