15 de Julho de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

Educação de Assis paralisa aulas da Rede Municipal a partir desta terça-feira e segue recomendação estadual

Aulas estão suspensas a partir desta terça-feira, 17 de março, sem previsão de retorno

Nesta segunda-feira, 16 de março, as equipes da Secretaria Municipal de Educação de Assis se reuniram na sede da Pasta para definir sobre a paralisação das aulas na Rede Municipal.

A equipe do AssisCity acompanhou a reunião, que contou com a presença de diretores e demais funcionários das secretarias das escolas.

A secretária Dulce Andrade de Araújo informou que as aulas estarão suspensas por tempo indeterminado a partir do desta terça-feira, 17 de março, seguindo a recomendação do governo estadual.

"Nós fizemos essa reunião com a equipe gestora, a equipe técnica e o Conselho Municipal de Educação, para deliberarmos de forma conjunta esse movimento de prevenção ao coronavírus. Convocamos os segmentos da Educação para que fosse uma decisão compartilhada e feita de forma coletiva. É um momento de prevenção e prevenir é um ato educativo também", afirma.

AssisCity - Secretária Dulce Andrade Araújo durante reunião na Secretaria da Educação de Assis
Secretária Dulce Andrade Araújo durante reunião na Secretaria da Educação de Assis


De acordo com a secretária, toda a comunidade deve se empenhar nesse momento para evitar a propagação da doença.

"Nós contamos com a conscientização de pais, empresários e da comunidade em geral, para que não permita que essa ação seja só da Educação ou da Saúde, pois deve ser de todos, como cidadãos. Muitas dúvidas surgirão neste momento, mas faremos tudo com cautela e gradativamente. Na tarde desta segunda-feira, 16 de março, os pais poderão levar as crianças até a escola, receber as orientações necessárias, e a partir desta terça-feira, 17, as atividades pedagógicas curriculares estarão suspensas na rede municipal de ensino de Assis", salienta.

AssisCity - Reunião contou com a presença de diretores e equipes das escolas de Assis
Reunião contou com a presença de diretores e equipes das escolas de Assis


Dulce também reforçou que o município não tem nenhum caso confirmado de coronavírus, mas essa é uma ação preventiva e educativa que deve atingir toda a comunidade.

Leia mais: Assis tem 2º caso suspeito de coronavírus e monitora pacientes

A secretária informou ainda que não haverá creche pólo, e que os professores e servidores devem permanecer em suas casas. Formações e orientações técnicas também estão suspensas.

"Nós optamos, em conjunto, por parar as atividades totalmente a partir de amanhã e acolhermos os pais hoje, quando temos aulas normalmente. Essa é uma medida sensata e que já afasta nossas crianças e professores de riscos", salienta.

De acordo com Silvia, funcionária da Secretaria, os próximos passos serão divulgados nos próximos dias, já que não há previsão para o retorno das aulas.

AssisCity - Município seguiu a recomendação do governo estadual de suspensão das aulas por tempo indeterminado
Município seguiu a recomendação do governo estadual de suspensão das aulas por tempo indeterminado


"Ao mesmo tempo em que fazíamos a reunião em Assis, nós estávamos acompanhando uma coletiva de imprensa realizada em São Paulo. Foi anunciado que no dia 18 de março será divulgada uma normativa para reestruturar o calendário escolar. Dessa forma, os pais não precisam ficar preocupados, pois não haverá perda na aprendizagem dos alunos. Além disso, o governador também determinou que os funcionários estaduais com mais de 60 anos trabalhem de casa, enquanto as aulas na rede estadual também já foram suspensas a partir de hoje", salienta.

Leia também: Rede estadual de ensino suspende as aulas gradativamente a partir desta segunda-feira

O anúncio da rede estadual foi feito no sábado, 14 de março. As aulas estão suspensas gradativamente a partir desta segunda-feira, enquanto a partir do dia 23 de março todas as escolas estarão fechadas. Até o momento, não há previsão de quanto tempo a suspensão irá durar.

Outro ponto citado é a orientação de que os pais não deixem as crianças com os avós, já que os idosos fazem parte do grupo de maior risco de complicações do coronavírus.

"É essencial que os contratantes tenham solidariedade com a mãe que precisará se organizar devido à suspensão das aulas, ao mesmo tempo em que a recomendação é não deixar as crianças com os avós. As escolas farão a orientação dos pais nesse sentido e é o momento de contar com a colaboração de toda a sociedade civil", finaliza.

Confira a entrevista completa da TV AssisCity logo após o fim da reunião:



Redação AssisCity/ Fotos: AssisCity
+ VEJA TAMBÉM