20 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Educação

Premiação de concurso em comemoração ao dia da consciência negra é feito de forma online em Assis

Alunos da rede municipal produzem fotos e poemas que contemplem a temática étnico-racial

Há dez anos a Diretoria de Ensino Região Assis, em parceria com a Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA), Instituto do Negro Zimbauê e Escola de Samba Unidos da Vila Operária, promovem o Concurso em comemoração ao Mês da Consciência Negra. Neste concurso os estudantes são desafiados a produzir fotografias e poemas que contemplem a temática étnico-racial.

O lançamento do concurso ocorre no dia 13 de maio, data em que é lembrado o marco jurídico que pôs fim a escravatura, ocorrida em 1888, sendo portanto um dia "D", de denúncia diante das mazelas ainda existentes no Brasil e no mundo, em decorrência do racismo estrutural presente em nossa sociedade. Já a premiação dos vencedores ocorre sempre no dia 20 de novembro, data em que se celebra o Dia da Consciência Negra, que remonta a morte do líder Zumbi dos Palmares, assassinado em uma embosca após ser traído por um companheiro, em 1695.

O concurso tem como objetivo proporcionar a reflexão crítica em torno da Educação para as Relações Étnico-Raciais, a fim de reconhecer o "Dia da Consciência Negra" como o dia nacional de todos os brasileiros e brasileiras que lutam por uma sociedade de fato democrática e igualitária, unindo todas as pessoas em um projeto de nação que contemple a diversidade engendrada no nosso processo histórico.

Divulgação


Com a entrada em vigor da Lei 11.645/08, que torna obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana em todas as escolas, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio, os Currículos iniciaram uma trajetória de reescrita, chegando à culminância da Base Nacional Comum Curricular. Conforme os pressupostos desta, o Currículo Paulista reitera habilidades nas diversas áreas do conhecimento colocando a população afrodescendente em lugares de fala e protagonismo, buscando trazer sua narrativa nos processos de construção do conhecimento.

Neste ano, por conta da pandemia de covid-19, não foi realizado uma cerimônia presencial, mas sim, virtual. Dezessete poemas em formato podcast e 23 fotografias foram criteriosamente avaliados, culminando no seguinte resultado:

Categoria fotografia (estudantes de 9º ano à 3ª Série do EM):

1ª Colocada: Maria Luisa Castro Vilas Boas – 1ª série A – E.E. Francisca Ribeiro Mello Fernandes – Assis;
2ª Colocada: Gabriele Vitória de Oliveira Rita - 3ª série - E.E. Dr. Cláudio de Souza - Lutécia;
3º Colocado: Leonardo Felipe José Lira – 1ª série A - E.E. Cleophânia Galvão da Silva – Assis;

Categoria Poema-Podcast (estudantes de 6º ao 8º ano do EF):

1ª Colocada: Ketlin Fernanda Bastos da Silva - E.E. Profª Francisca Ribeiro Mello Fernandes – Poema: O poder dos cachos
2ª Colocada: Maria Paula Martim de Marque - E.E. Profº Léo Pizzato – Poema: Nossa História, nosso legado;
3ª Colocada: Ketlin Gabrielle de Moraes Vasconcelos - E.E. José Augusto Ribeiro – Poema: Sua Cor não te define;
Divulgação
+ VEJA TAMBEM