27 de Novembro de 2021
20º/30º
Notícias - Esporte

Basquete Assis/LBC quer resgatar a paixão pelo esporte e busca novos apoiadores

Expectativa é recolocar o nome da cidade no cenário nacional da modalidade

Que o basquete já foi uma paixão do cidadão assisense é fato. Porém, após divergências políticas e com o fim do Conti Assis, o caso de amor entre a cidade e o esporte teve uma grande queda, mas não um fim. Alguns torcedores, profissionais e atletas da cidade continuaram com planejamentos, mas nada comparado ao que era na primeira década dos anos 2000.

Em 2019, ainda com presença de público nas partidas, a equipe de Assis foi campeã da Segunda Divisão Paulista, com o ginásio do GEMA lotado, e, em mais uma oportunidade, garantiu o acesso para a Divisão de Elite do Basquete Paulista, da qual já foi o "bicho-papão" dos adversários.

Apesar da conquista, a falta de apoio financeiro fez com que a equipe abrisse mão do direito de disputar a Primeira Divisão. Tal fato também ocorreu nas temporadas de 2016 e 2017.

Em 2020, após o vice-campeonato paulista, pela quarta vez a equipe assisense garantiu o direito de disputar a Primeira Divisão em 2021. Para evitar que, mais uma vez, o basquete da cidade desistisse da vaga, alguns atletas profissionais e jovens da cidade resolveram agir e organizar a Associação Novo Basquete de Assis.

Em contato da reportagem do Portal AssisCity com Pedro Beneli, hoje presidente da Associação, ele afirmou que a união de pessoas apaixonadas pelo basquete vai ajudar no andamento das temporadas.

"Aqui temos profissionais do esporte e jovens que amam o basquete de Assis e querem resgatar algo que há alguns anos era tradicional. Com isso criamos essa Associação que visa investir na equipe", explicou Pedro Beneli, que divide seu tempo de diretor com a faculdade de medicina.

Um dos primeiros passos para a temporada 2021 foram as contratações de 5 novos reforços para a equipe, todos com experiência e rodagem pelo basquete brasileiro. São eles: o pivô Atílio (ex-Paulistano, Rio Claro), os ala-pivô Ygor e Ricardo Azevedo (ex-Blackstar e Londrina, respectivamente), o ala Jackson (ex-Botafogo e Londrina), e o armador Nestor (ex-Anápolis).

Além das contratações, a Associação também busca patrocinadores e investidores para que a equipe tenha condições de disputar a Elite Paulista.

"Queremos que os empresários e as marcas abracem nosso trabalho e venham conhecer todo planejamento que estamos fazendo para 2021. Tenho certeza que esses possíveis apoiadores estavam na arquibancada do Jairão torcendo pelo clube nas épocas em que sempre estávamos nas finais", afirmou Beneli.

Além do jovem de 26 anos, também completam a diretoria da Associação Novo Basquete de Assis, Elton Henrique da Silva, educador físico e fisioterapeuta; João Pedro Esteves, engenheiro civil; Matheus Mattioli, cientista da computação e graduando de direito; João Pedro Almeida, graduando de direito; César Fabretti, fundador da Associação e atleta profissional de basquete; além de um diretor de Marketing.
No Conselho dos Atletas estão os fundadores Felipe Ranieri e Jonathan Jow.

"Sim, somos jovens, mas sabemos nossa função e temos o apoio dos atletas. Queremos resgatar essa paixão do assisense. Não queremos que fique apenas na memória das pessoas. Elas merecem reviver aquilo que vivemos anos antes e contamos com o apoio da população", finalizou Pedro Beneli, que ressaltou a importância da presença de apaixonados pelo basquete, mesmo que em áreas de trabalho diferentes.

Por fim, a Associação conta com o projeto social "A Casa do Basquete", idealizado por César Fabretti e que tem como missão oferecer para crianças em condições de vulnerabilidade social o esporte, nutrição e educação. As empresas Unimed e FEMA são apoiadoras do projeto.

Divulgação - Diretoria e atletas que compõe a equipe para temporada 2021 / Imagens: Assessoria Basquete Assis/LBC
Diretoria e atletas que compõe a equipe para temporada 2021 / Imagens: Assessoria Basquete Assis/LBC

Redação AssisCity
+ VEJA TAMBEM