28 de Novembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Acusado de matar companheira com sete facadas vai a júri hoje

Odair que já possuí passagem por roubo, estelionato e até mesmo lesão corporal contra a própria Rosiclei aguarda o julgamento preso


Odair José de Souza


O salão do júri de Paraguaçu Paulista será palco nesta quinta-feira (07) do julgamento de Odair José de Souza, 27 anos, acusado pelo crime de homicídio. O réu será julgado pela morte de sua amásia Rosiclei Barros da Silva, que na época tinha 31 anos.

De acordo com a diretora da 1º vara da seção criminal, Célia Aparecida Miranda, esse é um júri aguardado. "É um júri de repercussão, porque na época se falou muito sobre o acontecido, e tendo comoção social", explica.

Odair que já possuí passagem por roubo, estelionato e até mesmo lesão corporal contra a própria Rosiclei aguarda o julgamento preso. Segundo a denúncia da promotoria, o crime foi motivado por "ciúmes".

O júri será presidido pelo juiz de direito Dr. Adilson Russo. A acusação será feita pela promotora Juliana Rezende e a defesa pelo advogado Dr. Márcio.

CRIME

Rosiclei Barros da Silva, de 31 anos, foi morta a facadas na casa de uma amiga na rua João Batista Vieira, na Barra Funda, em Paraguaçu Paulista, no dia 06 de novembro de 2009. Ela foi atingida por sete facadas desferidas pelo amásio, Odair José de Souza, 26, que na época, confessou a autoria.

No dia do ocorrido, Odair disse à polícia que teria vindo do Mato Grosso e não poderia ter sido traído. De acordo com a denúncia da promotoria, o autor teria matado a companheira, deixado o corpo na casa e saído para um bar.

Redação Paraguacity
+ VEJA TAMBÉM