28 de Janeiro de 2023
20º/30º
Notícias - Local

Cerca de 600 presos de Assis, Florínea e Paraguaçu fizeram Encceja em 2022

Encceja PPL serve para certificar alunos que não puderam ou tiveram dificuldades em finalizar o ensino regular

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL) contou com a participação de 32.351 custodiados pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) que cursam os ensinos Médio e Fundamental. Destes, 8.542 somente nas unidades prisionais subordinadas à Coordenadoria da Região Oeste (CROESTE), a qual abrange presídios da região de São José do Rio Preto, Bauru Marília e Presidente Prudente.

Na região de Bauru e Marília as unidades ficam em Assis, Florínea e Paraguaçu Paulista, onde 662 se inscreveram e cursaram o Encceja em 2022, sendo que deles, 94 obtiveram a aprovação da prova final.

divulgação - Provas foram aplicadas em 2022 - Foto: Divulgação/SAP
Provas foram aplicadas em 2022 - Foto: Divulgação/SAP


Realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Encceja PPL serve para certificar, de uma forma mais ágil, alunos que não puderam ou tiveram dificuldades em finalizar o ensino regular na idade apropriada para cada nível. Recentemente, o Inep divulgou o resultado das provas, que foram aplicadas em outubro do ano passado.

Na prova de 2022, 4392 presos do Estado de São Paulo foram aprovados. O aumento recupera os patamares pré-pandemia: em 2019, foram 28.431 inscritos. No ano seguinte, embora tenham sido realizadas as inscrições, não houve a aplicação de provas por conta da necessidade de distanciamento social. Assim, o período de inscrições foi ampliado para 2021 e no total, 25.810 reeducandos se inscreveram e fizeram a prova no mesmo ano.

Abaixo, seguem os números relativos a unidades prisionais subordinadas à Coordenadoria da Região Oeste do Estado (CROESTE) que, em seu total, teve 8.542 inscritos (cerca de 16% a mais que no ano anterior) e 1.447 aprovados.
divulgação

Redação AssisCity
+ VEJA TAMBEM