02 de Julho de 2022
20º/30º
Notícias - Local

Governo de São Paulo deve flexibilizar o uso de máscaras após o Carnaval

Diminuição no número de mortes, decorrente da ampla vacinação no estado, trouxe mais segurança aos médicos responsáveis pelas decisões sanitárias

Membros do comitê de Saúde de São Paulo afirmaram à CNN que a flexibilização do uso de máscara deve ser anunciada logo após o Carnaval. A medida deve acontecer porque os números da vacinação apontam que o estado caminha para o fim da situação de emergência da pandemia.

Oficialmente, no entanto, o governador João Doria afirma apenas que o tema deve ser debatido em breve e que, por enquanto, não há nada confirmado.

Em conversa com a CNN, médicos e cientistas disseram estar confiantes de que o anúncio irá acontecer porque a vacinação tem tido o efeito desejado. Na quarta-feira (23), inclusive, o número de mortes em decorrência da Covid-19 diminuiu pela primeira vez em 2022.

Atualmente, cerca de 2.500 pessoas estão internadas em leitos de UTI em todo o estado por causa da pandemia, o que configura uma taxa de ocupação 56,1% dos leitos. Na Grande São Paulo, o número é ainda menor, de 54%. Na auge da crise sanitária, o estado chegou a ter 15 mil pessoas internadas.

Outro fator que contribui para que o estado caminhe para o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, é que a subvariante da Ômicron, a BA.2, não tem mostrado sinais de impacto, nem no Brasil, e nem no mundo.

Pelo menos 65% das crianças entre 5 e 11 anos do estado de São Paulo já foram vacinadas com, ao menos, a primeira dose do imunizante.
CNN Brasil
+ VEJA TAMBEM