27 de Maio de 2020
17º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Paraguaçu já contabiliza 192 positivos de dengue

O último balanço foi realiza na terça-feira, dia 17 de março

A Vigilância Epidemiológica do Departamento de Saúde da Prefeitura de Paraguaçu Paulista informou que, até o dia 17 de março, terça-feira, há o registro de 192 casos positivos de dengue na cidade.

A diretora de Saúde de Paraguaçu, Cristiane Bonfim alerta para o problema da dengue que se repete e permanece em Paraguaçu Paulista.

"Sabemos que 75% dos focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e febre chikungunya, estão dentro das residências. Então, eu peço, por favor, que a população colabore, sem a ação de cada um não há nada que a saúde pública faça que vá resolver o problema da dengue em Paraguaçu ou em qualquer lugar do mundo”, enfatizou a diretora de Saúde.

Cerca de 75% dos focos do mosquito Aedes aegypt estão em recipientes que os moradores podem remover dentro de suas casas, naqueles que podem ser colocados em lugar coberto, ou de boca para baixo. Esses recipientes são os bebedouros de animal, pratinhos de plantas, latas, baldes, regadores de plantas, brinquedos, pneus que ainda estão em uso, por exemplo.

São materiais que ficam no quintal e que dá para mexer, dá para guardar, para secar, não são recipientes fixos onde fica água parada, mas são objetos como aquele balde ou aquele brinquedo que representam os 75% dos recipientes móveis no quintal das casas que têm a maior parte dos criadouros de dengue em Paraguaçu Paulista.

Esta situação foi constatada em visitas feitas pelos agentes de Controle de Vetor do Departamento de Saúde em todos os bairros de Paraguaçu Paulista, com levantamento realizado em que tipos de recipientes foram encontradas as larvas do Aedes aegypti.

Este tipo de controle é feito periodicamente pela Vigilância de Saúde de Paraguaçu e é encaminhado para a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, para a SUCEN – Superintendência de Controle de Endemias, já que toda a ação contra a dengue é realizada em parceria que envolve o Ministério da Saúde, o estado e o município.

Portanto, toda ação contra a dengue começa a partir das atitudes do próprio cidadão, no quintal da casa de cada morador de Paraguaçu Paulista.

Divulgação
+ VEJA TAMBÉM