08 de Julho de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Paraguaçu tem primeira morte por Covid-19

A informação da Vigilância em Saúde é de que a vítima era idosa, tinha 87 anos, já sofria de outras comorbidades e estava internada na UTI do Hospital de Paraguaçu Paulista há 10 dias

Paraguaçu Paulista registrou no fim da noite desta quarta-feira (03) o primeiro óbito por coronavírus, de acordo com a informação do Comitê de Gerenciamento de Crise para o Enfrentamento da Covid-19, da Prefeitura Municipal.

A vítima era idosa, tinha 87 anos, já sofria de outras comorbidades e estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Paraguaçu Paulista há 10 dias.

No momento, de acordo com os dados divulgados pelo Boletim Epidemiológico da Vigilância em Saúde, da Prefeitura de Paraguaçu Paulista, a informação é de que a situação no município, neste dia 4de junho, é a seguinte:

Um óbito por Covid-19;

Cinco casos positivos confirmados de Covid-19, sendo que um pacientes está em isolamento domiciliar, com acompanhamento feito pela Vigilância Sanitária; e três pacientes que são considerados curados, conforme avaliação médica;

32 casos suspeitos de Covid-19 no município, sendo que 31 estão recebendo acompanhamento domiciliar, feito pela Vigilância Sanitária, e estão aguardando resultado de exame laboratorial; e um paciente que está internado em quarto clínico do Hospital Santa Casa de Misericórdia de Paraguaçu Paulista, também aguardando resultado de exame laboratorial e

50 casos descartados, cujos exames laboratoriais deram negativo para Covid-19.

A prefeita de Paraguaçu Paulista, Almira Garms, manifesta seu pesar pela perda irreparável de uma cidadã paraguaçuense em razão da Covid-19. "Me solidarizo com a família enlutada e desejo que Deus os ampare neste momento difícil”, afirma.

O Comitê de Gerenciamento de Crise para o Enfrentamento da Covid-19, da Prefeitura Municipal, reforça que a prevenção é a melhor forma de combater a disseminação do coronavírus, o que deve ser feito com ações simples pela população como o uso obrigatório de máscaras e para que mantenha o distanciamento social, evitando aglomerações, por exemplo.

Outras recomendações de prevenção à COVID-19 são as seguintes:

Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.

Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.

Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

Ao tocar, lave sempre as mãos como já indicado.

Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa se tiver que sair de casa.

Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.

Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças.

Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Se puder, fique em casa.

Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e fique em casa até melhorar.

Durma bem e tenha uma alimentação saudável.

Utilize máscaras caseiras ou artesanais feitas de tecido em situações de saída de sua residência.

divulgação


Divulgação
+ VEJA TAMBÉM