29 de Maio de 2020
17º/33º
NOTÍCIAS » LOCAL

Prefeitura de Paraguaçu decreta uso obrigatório de máscaras para quem sair às ruas

As máscaras deverão ser utilizadas por todos aos saírem de casa por tempo indeterminado

A prefeita de Paraguaçu Paulista Almira Garms, ao adotar medidas complementares de prevenção e enfrentamento ao Covid-19, por meio do Decreto Municipal Nº 6.552 estabelece que todos, ao saírem de suas residências, devem levar e usar obrigatoriamente a máscara de proteção em qualquer local público ou privado, ruas e praças, dentro ou fora de edificações, no interior dos veículos, inclusive em filas e locais de espera. O decreto tem aplicação a partir do dia 4 de maio.

A prefeita Almira esclarece que, para fins deste decreto, a máscara de proteção ou máscara caseira é aquela especificada e recomendada pelo Ministério da Saúde, por meio da Nota Informativa nº 3/2020-CGGAP/DESF/SAPS/MS.

"Mais importante que o uso de máscaras para se proteger do coronavírus, é o uso correto. O uso inadequado da máscara pode aumentar risco de infecção. Cobrir completamente a boca e o nariz é essencial para a proteção”, orientou a prefeita Almira Garms.

Erros e acertos no uso da máscara de proteção contra o coronavírus

O Ministério da Saúde passou a recomendar, no início de abril, o uso de máscaras para diminuir o risco de contaminação pelo novo coronavírus . Podem ser as de tecido, costuradas em casa, ou as descartáveis. Já as cirúrgicas, em falta nos hospitais, devem ficar restritas a médicos e profissionais de enfermagem.

É importante que todos usem a máscara da forma correta: cobrindo completamente o nariz e a boca, sem vãos laterais. Segundo infectologistas, manusear ou descartar o equipamento da forma errada pode aumentar o risco de contaminação.

internet/ ilustrativa


Entenda quais são os cuidados necessários:

Não deixe o nariz ou a boca expostos;

Não cubra apenas as narinas - a máscara precisa revestir o nariz inteiro;

Não use máscaras largas para o seu rosto: No caso das máscaras de tecido, artesãos costumam perguntar se elas serão usadas por adultos ou crianças, justamente para fabricá-las no tamanho adequado;

Não tire a máscara e deixe-a no queixo: Não deixe a máscara no queixo ao fazer pausas para beber água, por exemplo.

A máscara funciona como uma barreira: quem já estiver contaminado não vai espalhar gotículas com o vírus ao falar, tossir ou espirrar, por exemplo. E aqueles que estiverem saudáveis também terão uma proteção no rosto para que as mucosas da boca e do nariz não entrem em contato com partículas contaminadas.

Caso seja um intervalo rápido, tire a máscara de trás para frente, tocando apenas nos elásticos, e segure-a (sempre evitando encostar na parte do tecido). Depois, recoloque-a, também pelos elásticos.

Devemos evitar tocar na parte de tecido da máscara. Suponha que você esteja em um transporte público e que alguém contaminado, sem usar o equipamento de proteção, tussa a uma curta distância. A face externa da sua máscara ficará com gotículas que contêm o vírus.

Não deixe a máscara sobre a mesa: Quando for fazer uma pausa para a refeição, por exemplo, jamais coloque a máscara sobre a mesa, pois a superfície pode estar contaminada.

Lave bem as mãos antes e depois de colocar e de tirar a máscara. Use água e sabão ou álcool gel para higienizar as mãos sempre que colocar ou tirar a máscara.

Ao descartar a máscara, coloque-a em um saco. Se a sua máscara for descartável, coloque-a sempre dentro de um saco (de papel ou de plástico) antes de jogá-la na lixeira. Isso evita que alguém, ao recolher o lixo, encoste na máscara contaminada e se infecte.

Troque a máscara de 2 em 2 horas. As máscaras devem ser trocadas com frequência: de duas em duas horas ou sempre que ficarem úmidas. Se você tossir ou espirrar, por exemplo, lave bem as mãos, tire o equipamento da forma correta e descarte-o em um saco (se for a de tecido, lave-a). Higienize as mãos novamente e coloque uma nova máscara.

Lave a máscara com água e sabão. As máscaras de tecido devem ser higienizadas com água e sabão. Outra opção é deixá-las de molho por cerca de 20 minutos, em uma solução com 10 ml de água sanitária e meio litro de água. Se quiser, pode usar um ferro quente para reforçar a esterilização.
E atenção: não misture a máscara com as demais peças de roupa. Lave-a individualmente.

Divulgação
+ VEJA TAMBÉM