05 de Julho de 2022
20º/30º
Notícias - Mundo

2016 pode se transformar no ano mais quente da história, diz agência

Informação é da Organização Meteorológica Mundial, agência da ONU. Superfície de gelo no Ártico neste verão foi a segunda menor em 37 anos

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) advertiu nesta sexta-feira (16) que 2016 está no caminho de se transformar no ano mais quente já registrado na história, com temperaturas extremamente altas.

"Fomos testemunhas de um prolongado período de extraordinário calor e tudo indica que isto se transformará na nova norma", sustentou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, ao apontar que foram observados níveis excepcionalmente altos de concentração de dióxido de carbono e que recordes de temperatura foram quebrados.

Esta situação e o aquecimento dos oceanos acelerou o braqueamento dos recifes de corais, lembrou.

"A temporada excepcionalmente longa de aquecimento global continuou em agosto, que foi o mais quente em registros tanto na superfície terrestre como nos oceanos", acrescentou a porta-voz da OMM, Claire Nullis, baseando-se em dados da Nasa e do Centro Europeu para as Previsões Meteorológicas a Médio Prazo.

Além disso, segundo os últimos dados, a superfície de gelo no Ártico no verão do hemisfério norte deste ano foi a segunda mais reduzida dos últimos 37 anos, quando começaram os registros por satélite.

A extensão de gelo no Ártico no verão deste ano foi de 4,14 milhões de quilômetros quadrados e acredita-se que a principal razão para que a situação não tenha sido mais dramática tenha a ver com o fato de que o verão nessa parte do mundo foi fresco, nublado e com tempestades regulares.

"Historicamente, essas condições meteorológicas desaceleram a perda de gelo durante o verão, mas no essencial estaremos só um degrau abaixo do recorde", indicou Nullis.

A menor superfície de gelo ártico é de 17 de setembro de 2012, quando diminuiu até chegar a 3,39 milhões de quilômetros quadrados.


G1
+ VEJA TAMBEM

Olhe para o céu! Vênus e Júpiter estarão em conjunção neste final de semana

Fenômeno poderá ser visto em todo o Brasil, de acordo com o Observatório Nacional.

Rincón, ex-jogador de futebol, morre aos 55 anos na Colômbia

Ídolo no Brasil e em seu país natal não resistiu aos ferimentos após ter o carro atingido por um ônibus na Colômbia, na última segunda-feira (11); jogador teve traumatismo craniano e passou por um delicada cirurgia, mas não sobreviveu.

Adolescente morre após ficar preso em 2 metros de tentáculos de água-viva

A fatalidade ocorreu na praia de Eimeo, em Queensland, na Austrália. Kirby Dash comemorava o aniversário da mãe no local

Rússia ataca a Ucrânia com bombardeios em várias cidades, inclusive em Kiev

O gabinete presidencial da Ucrânia informou que mais de 40 militares do país morreram durante os ataques realizados pelas forças da Rússia contra bases aéreas e unidades militares no território ucraniano

8 crianças morrem em ataque de Israel a Gaza; prédio de TV colapsa

Dez pessoas de uma família palestina, incluindo oito crianças, foram mortas neste sábado por mísseis israelenses, que atingiram ainda um prédio que abriga a agência de notícias Associated Press e a emissora Al Jazeera.

Morre o Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, aos 99 anos

Palácio de Buckingham anunciou que o marido de Elizabeth II morreu nesta sexta-feira. A causa ainda não foi revelada. Em fevereiro, ele passou por uma cirurgia do coração.

- Veja a lista completa