30 de Novembro de 2021
20º/30º
Notícias - Região

Agricultor encontra peixes mortos às margens da Usina Pary em Palmital

Segundo o policiamento ambiental a demanda foi enviada para a CETESB

Diversos peixes foram encontrados mortos, boiando, no rio Pary Veado, às margens da Usina Pary, em Palmital. O agricultor Willian Gonçalves dos Santos, de 33 anos, encontrou os peixes na quarta-feira, 15 de setembro, enquanto passava pelo local e procurou a redação do Portal AssisCity para denunciar a cena triste que presenciou.

"Precisamos que as autoridades tomem as devidas providências, isso não pode acontecer, passo ali todos os dias e tenho percebido um cheiro muito forte vindo da água, que está muito escura ultimamente", desabafou.

Divulgação - A demanda foi passada para os cuidados da CETESB - Foto: Divulgação - Arquivo Pessoal
A demanda foi passada para os cuidados da CETESB - Foto: Divulgação - Arquivo Pessoal


Em contato com a Polícia Militar Ambiental, a análise no local foi feita e uma das hipóteses é uma possível fermentação dos igarapés próximos ao aterro.

"Nosso patrulhamento náutico esteve pelo local neste domingo, 19 de setembro, e não identificou nenhuma mortandade de peixes. O que pode ter acontecido é essa fermentação ter afetado a água", explicou o Tenente Lopes.

Divulgação - Peixes foram encontrados às margens do rio Pary Veado - Foto: Divulgação - Arquivo Pessoal
Peixes foram encontrados às margens do rio Pary Veado - Foto: Divulgação - Arquivo Pessoal


A Polícia Militar Ambiental passou a demanda para a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CESTESB), para que as devidas averiguações e identificações do problema seja identificada e posteriormente corrigida.

Divulgação - Agricultor reclama do mau-cheiro e cor escura da água nas proximidades da usina - Foto: Divulgação - Arquivo Pessoal
Agricultor reclama do mau-cheiro e cor escura da água nas proximidades da usina - Foto: Divulgação - Arquivo Pessoal


Outro caso

No mês de maio, moradores do Bairro Rural Água do Jacu, em Assis, também procuraram o AssisCity para denunciar grande mortandade de peixes às margens do rio. Os moradores desconfiavam, na ocasião, sobre um vazamento na rede de esgoto da Sabesp, mas após averiguações nenhum vazamento foi encontrado.
Redação AssisCity
+ VEJA TAMBEM