03 de Agosto de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Assisense tem benefício cortado por INSS em meio à pandemia

Por não poder agendar a perícia ele está sem receber mesmo impossibilitado de andar

Davi Ramos da Silva, de 39 anos, morador de Assis, após sofrer um acidente de moto ficou impossibilitado de trabalhar e fez o pedido do benefício ao INSS, mas foi cortado no início da pandemia do novo Coronavírus e não tem previsão de quando voltará a receber.

Ele foi encaminhado da Santa Casa de Assis para Marília e lá foi informado que precisaria passar por uma cirurgia no membro superior esquerdo, mas que só poderia ser realizada após pandemia.

Após dar entrada no INSS, Davi recebeu o primeiro mês, mas quando foi agendar uma outra perícia, foi notificado que não seria possível fazê-la, e teve o benefício cortado.

"Eu entendo que é uma época complicada, mas o INSS deveria ter a responsabilidade de facilitar para nós que dependemos desse dinheiro. Tenho família, filhos e aluguel para pagar. Como supro a necessidade da minha família se hoje faço uso de muletas e não consigo trabalhar?”, questiona o homem.

A perícia de Davi estava agendada para dia 8 de julho, mas como os atendimentos presenciais foram prorrogados, sua perícia foi remarcada para o dia 24 de agosto, porém, sem garantia de que aconteça.

"É uma falta de respeito! Deveriam manter um atendimento online ou então não cortar o benefício sem o paciente fazer a perícia. O momento é difícil para todos, mas para quem tem família para sustentar e está incapacitado de trabalhar fica bem mais complicado”, lamenta.

Redação AssisCity
+ VEJA TAMBÉM