31 de Maio de 2020
11º/26º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Bancário que morreu com suspeita de Covid-19 é sepultado sem velório

O sepultamento de Claudinei ocorreu às 9 horas desta quinta-feira

O bancário Claudinei Pereira da Silva, de 55 anos, que morreu no final da tarde desta quarta-feira, 8 de abril, com suspeita de Covid-19, não teve velório.

O Centro Funerário São Vicente, responsável pelo preparo do sepultamento de Claudinei, informou que não houve velório, e que o caixão estava lacrado, mas que a família não autorizou que fossem passados mais detalhes.

divulgação - O sepultamento ocorreu na manhã desta quinta-feira
O sepultamento ocorreu na manhã desta quinta-feira


O sepultamento de Claudinei foi realizado às 9 horas desta quinta-feira, sem velório.

De acordo com o administrador do Cemitério Fabiano Cavalcanti, apenas quatro familiares puderam acompanhar o sepultamento que ocorreu em uma sepultura individual adquirida pela família.

"Os funcionários do Cemitério estavam todos equipados com máscaras, luvas e macacão, conforme o protocolo para casos suspeitos de Covid-19”, conta.

divulgação - Funcionários do Cemitério usam equipamentos de proteção individual seguindo o protocolo
Funcionários do Cemitério usam equipamentos de proteção individual seguindo o protocolo


"A partir de hoje não haverá velórios para casos suspeitos de Covid-19, os sepultamentos ocorrerão imediatamente após a liberação do corpo pelos hospitais, então poderão ser realizados sepultamentos durante a noite ou madrugada”, explica.

Ele considera ainda que os demais velórios estão tendo duração máxima de 2h30, e que há a limitação de quantas pessoas acompanham os sepultamentos para evitar aglomerações.

Leia mais: Bancário internado com suspeita de Covid-19 morre em Assis

divulgação - Os sepultamentos de casos suspeitos de Covid-19 serão realizados sem velórios
Os sepultamentos de casos suspeitos de Covid-19 serão realizados sem velórios


Redação AssisCity
+ VEJA TAMBÉM