01 de Dezembro de 2022
20º/30º
Notícias - Região

Black Friday: Procon de Assis dá dicas de como se livrar das fraudes em promoções

Compras online precisam de atenção redobrada, principalmente em detalhes como data de entrega e estoque

A Black Friday já se tornou uma tradição no Brasil, mesmo sendo uma promoção criada pelo comércio dos Estados Unidos e a apesar de apresentar condições especiais para a venda de produtos, algumas empresas se aproveitam da oportunidade.

Segundo Daniela Batista, coordenadora do Procon de Assis, existem algumas dicas valiosas para não sair no prejuízo e acabar caindo na chamada 'Black Fraude'.

"No Brasil acabamos tendo promoções durante todo o mês de novembro, e não somente na última sexta-feira do mês, e um dos principais pontos negativos de algumas empresas é a 'metade do dobro'", pontuou Daniela.

Nessa situação uma empresa dobra o valor do produto e aplica o desconto de 50%, fazendo com que o valor seja o mesmo, de antes da promoção. "Esse ato se enquadra como propaganda enganosa, pois o cliente não tem vantagem nenhuma na hora da compra, por isso é importante que seja feita uma pesquisa com antecedência e os valores sejam acompanhados até a data da promoção", destacou a coordenadora.

Além disso é importante para que os clientes se atentem aos prazos de trocas oferecidos pela empresa.

"Muitas vezes produtos que entram em promoção acabam não tendo garantia de troca, por isso é importante que o cliente se informe antes de concluir a compra, principalmente se o produto for um presente para terceiros", pontuou.

Compras online
Outra dica da coordenadora do Procon é para as famosas compras online, já que os detalhes que muitas vezes passam despercebidos, fazem total de diferença na compra final.

"Nas compras online alguns fatores podem causa transtorno na entrega e até mesmo na conclusão do pedido. Um exemplo é o prazo de entrega, em grandes promoções é comum que a demanda aumente muito e por isso o prazo pode ser estendido, então é importante que o cliente se atente às datas", explicou Daniela.

Por fim, uma outra dica importante, é para produtos que acompanham a frase 'enquanto durarem os estoques', já que isso pode interferir na conclusão da compra. "Nesse caso, é comum que a empresa venda os produtos mais baratos, com limite de estoque, e só quando o pagamento é efetivado é que a compra passa a ser válida, por isso é importante acompanhar o pedido do produto", afirmou.

Daniela ressaltou ainda que é um direito da empresa esse tipo de venda, desde que conste nos termos, e que o cliente tenha acesso a essa informação. "Principalmente nas compras online, essas mensagens ficam nos 'li e aceito', que muitas pessoas acabam ignorando, por isso é importante ler os termos, antes de efetivar a compra", finalizou.

Qualquer consumidor que se sentir lesado e quiser denunciar ou entender seus direitos basta entrar em contato com o Procon, pelo site proconsp.gov.br, pelo aplicativo Procon São Paulo, disponível para Android e IOS, ou pode estar ligando no Procon de Assis pelo 0800-770-3633, das 9h às 16h, ou pelo e-mail [email protected], com a reclamação, dados pessoais e um telefone para contato.
Redação AssisCity
+ VEJA TAMBEM