17 de Maio de 2021
20º/30º
Notícias - Região

Cidades da região de Assis se destacam pelo baixo número de mortes pela COVID-19

Entenda como municípios da região tratam a pandemia que não chegou de maneira agressiva até eles

Desde março de 2020 milhares de famílias foram atingidas de maneira trágica pela COVID-19. Muitas cidades pelo país registram centenas de mortes em mais de um ano desde o início da pandemia, porém, algumas, apesar do tamanho e de seguirem todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades, registram poucos óbitos em relação a outras.

Na região de Assis, quatro cidades se destacam pelo baixo número de mortes, mesmo no momento mais crítico da pandemia. São elas Florínea, Cruzália, Pedrinhas Paulista e Borá. Em contato com as autoridades sanitárias dos municípios, alguns explicaram o motivo dos poucos registros.

Florínea

Sob comando de Jane Guimarães, a Vigilância Epidemiológica de Florínea, em conjunto com agentes sanitários, promovem, diariamente, visitas nos estabelecimentos comerciais da cidade. Além disso, também ocorrem orientações em domicílios sobre os perigos da COVID-19.
Segundo Jane, a cidade possui uma lei municipal de suspensão de alvará dos estabelecimentos que descumprirem as normas, contudo, não foi necessária essa intervenção até o momento.

"A gente conversa e os comerciantes respeitam. Até o momento não houve a necessidade de suspensão desses trabalhadores e isso é algo muito positivo", afirmou Janaína.

Até o momento, a cidade de Florínea, com mais de 2.500 habitantes, registrou apenas quatro óbitos desde o início da pandemia, em março de 2020.

Cruzália

Quem comanda a saúde da cidade é a diretora Maria Lucia Alves. Segundo ela, as vigilâncias intensificaram suas rondas nos comércios para fiscalizar e conscientizar as pessoas sobre os perigos da doença. Além disso, ambulâncias e carros de som foram colocados nas ruas para alertar.

Assim como em Florínea, também existe o diálogo direto com comerciantes, sendo que, em todas as ocorrências, de acordo com Maria Lúcia, tudo foi resolvido na conversa, sem necessidade de multa.

"Nós conversamos com os comerciantes, explicamos as normas, orientamos e eles respeitam. Não precisamos intervir com multa", afirma a diretora de saúde.

Até o momento, a cidade de Cruzália, com aproximadamente 2.050 habitantes, registrou três óbitos desde março de 2020.

Borá e Pedrinhas

Em tentativas frustradas de contato com agentes da saúde desses municípios, até o fechamento desta matéria, não foi possível ter acesso às medidas e ações que são tomadas para evitar o contágio da COVID-19 e com isso as mortes.

De acordo com boletins oficiais, Pedrinhas Paulista, com aproximadamente 3.100 habitantes, registrou apenas três mortes pela doença, enquanto Borá, com população de quase 850 pessoas, não possui nenhum óbito em mais de um ano de pandemia.

Apesar desses baixos números apresentados, é fato que foram vidas perdidas e famílias dilaceradas e isso não pode ser deixado de lado.
Redação AssisCity
+ VEJA TAMBEM