05 de Dezembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Eraldo, prefeito eleito de Cândido Mota, almeja ampliação de serviços da Santa Casa e tratamento de excelência à população

O prefeito destacou seus projetos e trabalhos desenvolvidos em benefício à unidade

Nessa sexta, 20, o Portal AssisCity e a Rádio Difusora deram continuidade às entrevistas com prefeitos eleitos às prefeituras da região. Com o professor Elielton do Portal AssisCity e Gerônimo Paes da Rádio Difusora, a jornada recebeu Eraldo Enfermeiro, de Cândido Mota.

O vereador Eraldo chega à Prefeitura de Cândido Mota com aproximadamente cinquenta por cento dos votos. Seu vice, Carlos Gordo, também exerce a vereança. Assim, dois atuais vereadores ascendem aos cargos máximos do Município, fato raro na região.

Apesar de classificar a campanha como tranquila, Eraldo revela que sofreu ataques pessoais e a cada ofensa apresentava propostas adquirindo forças para batalhar e chegar onde chegou.

Ele considera que o eleitor está cansado da política de ataques e para tornar-se prefeito requer trabalhos prestados por longo tempo. "Fizemos uma campanha de propostas, não prometendo o que nós não podemos", diz.

Eraldo derrotou o atual prefeito e reconhece a dificuldade em competir com aquele que ocupa o poder. "Sem dúvida, competir com a máquina pública não é fácil", enfatiza.

Ele afirma nutrir grande respeito ao atual gestor e admirá-lo enquanto pessoa.

divulgação - Eraldo Enfermeiro, prefeito eleito de Cândido Mota
Eraldo Enfermeiro, prefeito eleito de Cândido Mota


Para ele, o ponto principal para o triunfo nas urnas foi identificar que a população dizia ter perdido o acesso ao prefeito, inclusive aqueles próximos a ele. "Nesse momento nós falamos que estamos criando forças, porque quando você tem pessoas próximas e dizem que não dá mais o apoio ao atual prefeito, sinal que o restante é mais fácil você conquistar com as suas propostas", explica.

Para a outra metade que não votou em Eraldo, ele afirma respeitar a democracia e que irá trabalhar por toda a população de forma igualitária.

Sobre a nova formação da Câmara Municipal, cuja base aliada será composta por cinco eleitos configurando maioria, afirma que não irá olhar a minoria como opositores.

Eraldo pede tranquilidade aos servidores e afirma que irá investir no funcionalismo público para, assim, disponibilizar um tratamento de excelência à população. Ele reitera que irá fornecer condições de trabalho e destaca que almeja melhorias no atendimento ao público.

Como primeiro ato após empossado, ele deseja se reunir junto a funcionários e secretários expondo seus objetivos, pensamentos e metas "e partir daí nós sairemos de primeira mão buscando a Saúde". Ele considera o setor como grande anseio da população e que o prefeito precisa andar para identificar as necessidades dos munícipes.

Divulgação


O prefeito eleito esclareceu as acusações acerca da Santa Casa sobre um suposto fechamento e destacou seus projetos e trabalhos desenvolvidos em benefício à unidade. "Isso é um cúmulo. Foi o que tentaram utilizar sobre minha pessoa. Não faz sentido até porque eu enquanto vereador fiz de tudo pela Santa Casa. Fui o vereador que mais colocou recurso na Santa Casa, foi um milhão e cinquenta mil reais", diz.

Ele a considera como uma parceira da Prefeitura, prestadora de serviço com condições de ampliação de mais serviços. "Temos que melhor aproveitar essa parceria, porque ela tem condição de oferecer muito mais para o nosso Município. Nós queremos trazer a Santa Casa para um hospital de médio e até grande porte", projeta.

A série de entrevista continua na próxima segunda-feira com Paulinho da Saúde, prefeito eleito de Maracaí.


Redação AssisCity
+ VEJA TAMBÉM