05 de Agosto de 2021
20º/30º
Notícias - Região

Estado confirma visita de Doria à Marília nesta quinta-feira

O encontro está marcado para ser realizado às 13h, no auditório da Reitoria da Universidade de Marília.

A Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo confirmou na tarde de hoje a presença do governador João Doria (PSDB) em Marília, em evento a ser realizado nesta próxima quinta-feira (24). O chefe do Executivo Paulista participa de audiência pública sobre a criação da Aglomeração Urbana de Marília.

O encontro está marcado para ser realizado às 13h, no auditório da Reitoria da Universidade de Marília (Unimar). A Prefeitura já havia sido comunicada pelo Palácio dos Bandeirantes sobre a possível vinda do governador, mas ainda havia dúvidas sobre a confirmação da agenda.

A presença do governador tende a provocar uma peregrinação de prefeitos, vereadores e demais políticos. A expectativa é por convênios e investimentos para a região.



AUDIÊNCIA PÚBLICA

A audiência pública que discutirá a criação da Aglomeração Urbana de Marília está marcada para ser realizada das 13h às 16h. Havia expectativa inicial da utilização do Teatro Municipal Waldir Silveira Mello, no Centro, mas o convite oficial expedido já define local mais amplo.

Devido à pandemia da Covid-19 e às medidas de contenção para evitar a disseminação do coronavírus, o encontro terá um número limitado de lugares para a participação presencial.

Como meio alternativo, a apresentação da proposta para a criação da nova unidade regional será transmitida ao vivo pelo canal da Secretaria de Desenvolvimento Regional no YouTube.

É esperada a participação da população e representantes dos municípios de Álvaro de Carvalho, Alvinlândia, Campos Novos Paulista, Echaporã, Fernão, Gália, Garça, Júlio Mesquita, Lupércio, Marília, Ocauçu, Oriente, Oscar Bressane, Pompeia, Quintana e Vera Cruz.

EXPANSÃO

O estudo da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional que prevê a nova regionalização para São Paulo tenha ao menos 36 áreas. Elas estão divididas entre regiões metropolitanas, aglomerados urbanos e microrregiões.

Já foram realizadas audiências públicas em São José do Rio Preto, Piracicaba, Tupi Paulista (região da Nova Alta Paulista) e Araçatuba.

Em resumo, o texto entrará para análise das comissões de Constituição, Justiça e Redação; Assuntos Metropolitanos e Municipais; e Finanças, Orçamento e Planejamento.

Até o final de junho ele deve seguir para discussão e votação final dos parlamentares no Plenário. A expectativa é de que até o final do ano a região metropolitana já esteja em operação.


Marília Notícia
+ VEJA TAMBEM