07 de Agosto de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Luís Gustavo aposta na inovação e não poupa a atual gestão

O pré-candidato aponta prefeitos da região, jovens como ele, para exemplificar o que chama de inovador e explica o que é uma gestão inovadora

Nesta quarta-feira, 29, a parceria entre o Portal AssisCity e Rádio Difusora deu continuidade à série de entrevistas com pré-candidatos às prefeituras da região. Conduzida por Professor Elielton do AssisCity e Gerônimo Paes da Difusora, a jornada recebeu Luís Gustavo do PSDB, de Palmital.

O administrador Luís Gustavo vem de uma família de políticos. O pai ex-vereador e a mãe, que além de ex-secretária, foi vice-prefeita e prefeita de sua cidade. Luís afirma tê-la acompanhado em todos os pleitos e isso lhe rendeu experiência e conhecimento das necessidades sociais.

"Eu compartilho dessas experiências que eu tive, nas caminhadas que minha mãe fazia pelos bairros mais carentes e via o lado humano das pessoas, o social e o que pessoas precisam", comenta.

Divulgação - Luís Gustavo, pré-candidato a prefeito de Palmital
Luís Gustavo, pré-candidato a prefeito de Palmital


Luís considera o passado político de sua mãe como positivo a sua pré-candidatura e a considera uma conselheira no seu possível mandato. Porém, deixou claro que ele será o novo governo com inovações. "Eu sou o novo governo. Com novas ideias. Com novas pessoas de diferentes áreas. Isso eu posso garantir", prometeu.

O pré-candidato aponta prefeitos da região, jovens como ele, para exemplificar o que chama de inovador e explica o que é uma gestão inovadora segundo sua perspectiva: "Primeiro de tudo, saber trazer a população para perto do gestor. Um bom gestor não governa sozinho. Tem que ter um vice atuante. Tem que ter uma equipe capacitada. Tem que trazer profissionais capacitados para estar gerindo os cargos".

Para a formação de sua possível equipe governo, considerou ser necessário optar por pessoascapacitadas, profissionais e que gerem empatia junto aos funcionários para assim trabalharem motivados. Objetiva ainda não trazer pessoas com vícios de assessoria.

Sobre o assunto alianças, o pré-candidato disse que partidos que vierem atrás de troca de favor não serão aceitos. Questionado com quais grupos não formaria aliança política, Gustavo apontou para a atual administração: "O grupo do atual prefeito, do qual eu sou oposição. O grupo do atual prefeito é um grupo totalmente descartado".

Defendendo o diálogo entre Executivo e Legislativo para a governabilidade, Luís Gustavo também considerou que em seu possível mandato poderá receber projetos e ideias, que julgar como bons ao Munícipio, vindos da oposição. Inclusive convidou a população para apresentá-los.

"Você que está nos ouvindo, que tenha um projeto, uma ideia bacana, traga, aqui você tem a oportunidade de ser ouvido", pediu.

O pré-candidato ainda afirmou que após o pleito o governo tem de ser com as portas abertas esquecendo quem foi oposição. Luís considera que Palmital ficou atrasada por falta de diálogo da atual gestão com a Câmara e que hoje a relação é conflituosa.

Como áreas que precisam de maior atenção e com necessidades citou a Saúde, Educação como primordiais e comentou sobre seus planos. "A questão da farmácia do Município; há pessoas que fazem uso continuo de remédios e de forma dificultosa vão até a farmácia. Vamos criar um sistema de delivery de remédios. Por que não colocar uma pessoa que possa levar os remédios até essa pessoa? Essa é uma questão de inovação", explica.

Redação AssisCity
+ VEJA TAMBÉM