09 de Agosto de 2022
20º/30º
Notícias - Região

Padre Marcos ex pároco de Osvaldo cruz é encontrado morto com indícios de violência dentro de igreja em Curitiba (PR)

O caso ocorreu nesta terça-feira (2), em Curitiba (PR). O ex-pároco de Osvaldo Cruz tinha 60 anos.

Padre Marcos ex pároco de Osvado cruz  é encontrado morto com indícios de violência dentro de igreja em Curitiba (PR)
Padre Marcos ex pároco de Osvado cruz é encontrado morto com indícios de violência dentro de igreja em Curitiba (PR)


Morreu nesta terça-feira, 2, na cidade de Curitiba (PR), o ex-pároco de Osvaldo Cruz, padre Marcos Leite Azevedo, de 60 anos.

Por muitos anos, padre Marcos comandou a antiga Paróquia de São José, hoje Santuário São José.

Padre Marcos foi encontrado morto com indícios de violência dentro da Igreja Senhor Bom Jesus do Cabral, localizada na Rua Bom Jesus, no bairro Juvevê, em Curitiba (PR). O padre atuava na paróquia há cerca de seis meses, mas a identidade do homem ainda não foi divulgada.

Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa e uma viatura do Instituto Médico Legal (IML) foram enviadas à Igreja, depois que funcionários encontraram o corpo. Além disso, uma equipe de Criminalística, responsável por apurar mortes violentas, também foi chamada ao local.

A movimentação das autoridades fez com que a igreja fechasse as portas para os fiéis. O acionamento para a DHPP foi realizado pelo delegado geral da Polícia Civil. A Polícia Militar não foi chamada para atender o caso.

Padre Marcos ex pároco de Osvado cruz  é encontrado morto com indícios de violência dentro de igreja em Curitiba (PR)
Padre Marcos ex pároco de Osvado cruz é encontrado morto com indícios de violência dentro de igreja em Curitiba (PR)


Confira a nota da Arquidiocese:

"Com muito pesar, informamos o falecimento do padre Marcos Leite Azevedo, CP. Ele foi encontrado morto nas dependências da Igreja Bom Jesus do Cabral, onde atuava como pároco desde fevereiro de 2022.

Até o presente momento, não temos informações sobre o ocorrido e as autoridades competentes estão cuidando das investigações.

Em breve, informaremos sobre o velório e o sepultamento.

A Arquidiocese de Curitiba lamenta o ocorrido e pede orações pela alma do padre Marcos Azevedo e pela congregação passionista".

DIOCESE DE MÁRILIA

A diocese de Marília também se manifestou sobre o caso, veja:


Do Jornal Cidade Aberta
+ VEJA TAMBEM