24 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Saúde

Confira quais os procedimentos para a testagem do exame de COVID-19 em Assis

Os testes são feitos em pacientes sintomáticos

Muitos questionamentos estão sendo feitos em relação à testagem para COVID-19 em unidades públicas de saúde. Camila Delchiaro, da Secretaria de Saúde de Assis, explicou ao Portal Assiscity todos passos para o procedimento da testagem feita pelo SUS.

Atualmente o Município de Assis realiza teste de exame RT-PCR, também conhecido como Swab nasal, em todas as unidades básicas de saúde, para todas as pessoas que apresentarem sintomas gripais com suspeita de COVID-19.

Primeiros passos

O serviço de saúde da rede básica abre uma notificação de doença compulsória e realiza a coleta entre o 3º e 7º dias do início dos sintomas, devido à sensibilidade do teste que detecta o vírus.

Pessoas com suspeita da doença devem seguir os protocolos sanitários e realizar o isolamento domiciliar até que tenha o resultado do exame ou que tenha passado o período de quarentena.

O período da quarentena para caso positivo é de 10 dias e pessoas que tiveram contato com casos positivos confirmados devem observar a aparição de algum sintoma e evitar contato com outras pessoas, mantendo essa observação por 14 dias.

Pacientes assintomáticos

No momento não é preconizada a testagem de indivíduos assintomáticos. Portanto, devem ser priorizados contatos que apresentarem sinais e sintomas.

Ressalta-se que um exame negativo isoladamente não é suficiente para descartar um caso para COVID-19, e devem ser consideradas a história clínica e a manutenção dos sintomas para fechar um diagnóstico.

Recomendações

Todos os indivíduos com sintomas compatíveis com COVID-19 devem ser orientados a procurar um serviço de saúde para atendimento, utilizando máscara, praticando etiqueta respiratória, mantendo distanciamento social e seguindo as orientações de isolamento.

Os critérios para condução dos casos seguem os critérios da Comissão Intergestores Bipartite do Estado de São Paulo ? CIB/SP ? por meio da publicação da Nota Técnica CIB-75 (15/9/2020): Orientações para os serviços de saúde em consonância com o Guia de Vigilância Epidemiológica, do Ministério da Saúde, para as Síndromes Respiratórias Agudas.
Redação AssisCity
+ VEJA TAMBEM