17 de Maio de 2021
20º/30º
Notícias - Saúde

"Em meio a tantos desafios, o que nos motiva é ver vidas sendo salvas", diz Paola Suele Carvalho Pomilio

A enfermeira nunca imaginou viver essa pandemia

A série Heróis da Pandemia de hoje, do Portal AssisCity em parceria com a Santa Casa de Assis, apresenta mais uma heroína da pandemia da instituição, representando seus profissionais da saúde, do Brasil e de todo o mundo, que estão na linha de frente no combate à COVID-19. São eles que arriscam suas vidas, afastam-se de seus familiares, fazem horas e horas de plantões e vibram quando salvam vidas.

A enfermeira de Pedrinhas Paulista Paola Suele Carvalho Pomilio, de 27 anos, formada na FEMA, nunca imaginou viver uma pandemia como essa, faz a revelação de como tem sido o convívio familiar, já que trabalha na linha de frente no combate à COVID-19 na Santa Casa de Assis: "estou mantendo todas as precauções, mas mesmo assim, o contato com minha família e com as pessoas que amo estão restritos às redes sociais".

Assim como Paola, outros milhares de profissionais da saúde precisou se afastar da família para garantir a segurança deles e assim continuarem atuando na profissão que escolheram, que no caso da enfermeira a escolha foi "por admiração aos profissionais da saúde que se dedicam e se arriscam para ajudar o próximo".

Além disso, Paola afirma que sua profissão "representa empatia, amor e respeito ao próximo", mas, mesmo com essa convicção, a enfermeira diz que é "um grande desafio atuar nesse momento". Ela elenca alguns fatores que contribuem para isso, entre eles o "desafio de manter o controle psicológico, sendo que todos estamos abalados emocionalmente, e a tristeza e sentimento de incapacidade ao ver tantas mortes".

Por outro lado, a motivação "é prazerosa ao ver tantas vidas sendo salvas. É isso que nos motiva a continuar na profissão".
Redação AssisCity
+ VEJA TAMBEM