16 de Setembro de 2019
17º/33º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Ainda restarão estradas

COLUNISTA - Raquel de Andrade

Sim, é possível que as faces se encontrem
na calada da noite acompanhada por uma estrela
é possível que elas se toquem de leve
feito véu levado pela brisa ao reconhecê-las

Sim, talvez os portões se abram
e é possível que os cães façam a festa
quem sabe o coração descubra
o que pode haver por entre a fresta

E no suspiro do último encontro
das faces reproduzidas pelo tempo
quem sabe render-se as suas limitações
gozar da alegria do momento

E mesmo depois, se provada a dor
das faces desencontradas
do riso esculpido em páginas,
ainda restarão estradas...

Aposte nas entranhas da noite
onde tudo pode acontecer
os sonhos são milagrosos
mesmo quando você se perder...

COLUNISTA - Raquel de Andrade
Raquel de Andrade
Escreve semanalmente no AssisCity, tem 33 anos, trabalha na Rede de Supermercados Avenida há 14 anos e ama poesia. Uma frase a resume muito bem: "A poesia fala o que o coração sente, o que toca na alma... é um desabafo, um encontro de emoções, misturada com encantos e desencantos."
+ VEJA TAMBÉM