15 de Dezembro de 2019
17º/33º
NOTÍCIAS » BRASIL

Dia do Surdo: Uber tem aumento de 221% em motoristas com deficiência auditiva

Segundo Detran, emissão de CNHs para condutores com deficiência auditiva ou surdez cresceu 36% nos últimos 5 anos em SP

Apenas no último ano, a Uber registrou um aumento de 221% no número de parceiros cadastrados na plataforma que afirmam ter deficiência auditiva. As cidades com maior crescimento são Belo Horizonte, Belém, São Paulo, Fortaleza, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Os números comparam dados de 2018 com 2019.

A tendência também é observada no número de habilitações emitidas. De acordo com dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de São Paulo, o número de CNHs (Carteira Nacional de Habilitação) emitidas para condutores com deficiência auditiva aumentou 36% nos últimos 5 anos. O número passou de 6.109 de janeiro a agosto de 2014 para 8.309 no mesmo período deste ano. De 2013 até agosto de 2019, foram emitidas mais de 71 mil carteiras para motoristas surdos ou que usam prótese auditiva. A maior parte, 88% desse total, são de motoristas que usam prótese.

O aumento da demanda de motoristas buscando dirigir com a Uber como forma de geração de renda é justificado pelo acesso descomplicado que a tecnologia da plataforma proporciona. O aplicativo, que abriu um novo mercado para esse grupo de pessoas que enfrenta mais desafios para gerar renda, vê a alta demanda como uma oportunidade para a inclusão de ainda mais pessoas.

Para esses parceiros, o aplicativo pisca para informá-los que há uma nova solicitação e avisa ao usuário, oferecendo a opção de conversa por mensagem e pedindo que o destino seja inserido antes do início da viagem. "No app, os usuários pedem um carro e inserem o destino. A partir daí, cria-se uma rota para o motorista e a comunicação acontece por mensagem. A tecnologia Uber conecta. É uma forma de dar a essas pessoas um acesso que elas não imaginavam anteriormente.", diz José Luis Lobato, gerente de operações da Uber para São Paulo.

É o caso de um dos parceiros da Uber em Brasília que possuem deficiência auditiva ou surdez. A história de Mateus Leduc viralizou nas redes sociais após o post de um usuário que fez uma viagem pelo aplicativo. Depois de perder o último emprego, ele encontrou uma oportunidade para dirigir com o aplicativo. "Não gosto de ficar parado", conta o profissional.

Já a publicação no LinkedIn possui mais de 41 mil curtidas e 800 comentários. "Foi uma das experiências mais humanas que tive. Também achei muito atencioso da parte do motorista apresentar um card informando que era surdo", comenta Edmar Araújo, autor do post.

Veja aqui informações sobre como parceiros com surdez ou deficiência auditiva podem usar o app. Os requisitos para dirigir com o aplicativo da Uber são os mesmos para todos os condutores e podem ser verificados nesse link.

Divulgação - Dia do Surdo: Uber tem aumento de 221% em motoristas com deficiência auditiva
Dia do Surdo: Uber tem aumento de 221% em motoristas com deficiência auditiva


Assessoria de Imprensa
+ VEJA TAMBÉM