19 de Maio de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Como pequenos hábitos geram grandes mudanças

COLUNISTA - Cláudia Bueno

Há alguns meses participo de um grupo de estudos sobre envelhecimento e reabilitação, e me deparei com alguns resultados de pesquisas acerca da atividade física e o sedentarismo.

Muitas pessoas acreditam que se trabalharem sentadas o dia todo, sem se movimentarem ao longo das horas de trabalho, estas podem ser compensadas com uma hora de exercício físico durante alguns dias da semana.

A verdade é que não! Parece desanimador, mas é a pura realidade. Alguns estudos sobre este tema mostram que uma hora de exercício físico não basta para você melhorar sua SAÚDE, e o que você faz no seu trabalho, durante o tempo em que permanece nele conta, e MUITO!

Divulgação - Cláudio Bueno, educadora física - Foto: Divulgação
Cláudio Bueno, educadora física - Foto: Divulgação


As novas diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), recomendam pelo menos 150 a 300 minutos de atividade aeróbica moderada a vigorosa por semana para todos os adultos, incluindo quem vive com doenças crônicas ou incapacidade, e uma média de 60 minutos por dia para crianças e adolescentes.

Bom, se não muda muita coisa na minha saúde então, por que, e o que devo fazer para melhorar a mesma?

A resposta para esta pergunta também é simples: mudar pequenos hábitos ao longo dia, seja no trabalho, seja no home office. Coisas simples do seu cotidiano, como levantar mais vezes para encher sua garrafinha de água, movimentar mais os braços, se alongar, levantar mais vezes para ir ao banheiro, podem lhe ajudar nessa soma de movimentação ao longo de todo o dia.

Quando falamos sobre a importância de se movimentar é justamente sobre esta situação que quero abordar, e que infelizmente a pandemia também agravou, devido a nossa rotina no trabalho, que também mudou. As taxas de inatividade física aumentaram muito e isso aumenta nossos riscos de desenvolvermos diversas doenças.

Eu tenho certeza que você não quer virar uma estatística, então, comece hoje a se organizar, planejando e reservando um horário para a prática de exercícios físicos sozinho (a) ou em grupo. Deixe despertadores programados de tempos em tempos para se lembrar de levantar e dar aquela voltinha pela sua sala ou pela sua casa.

Vire uma estatística de mudança de vida, bons hábitos e CORAGEM: AMANHÃ É SEGUNDA-FEIRA!!!
Divulgação - Cláudia Bueno
Cláudia Bueno
Cláudia Bueno, Educadora Física - CREF/PR: 017404
+ VEJA TAMBEM