01 de Dezembro de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Motivação: Não espere tanto dela

Trabalhando na área de exercício físico há mais de 12 anos, você pode imaginar quantas pessoas já conheci, e quantas histórias sobre exercício físico já ouvi.

Dentre as histórias que mais escutei e ainda escuto, é de que algumas pessoas estão à espera da MOTIVAÇÃO "chegar" para dar início à alguma atividade física.

A verdade nua e crua é que pode ser, ou seja, há uma possibilidade que esse dia simplesmente não chegue. Sim, pode ser que essa motivação que você espera, que anseia, não chegue simplesmente pelo fato de você não querer que ela chegue. Parece engraçado, mas não é! Você não tem feito nada e nem pretende fazer para que ela chegue até você!!! Provavelmente está esperando que ela "caia" do céu!

Gostamos mesmo, sem hipocrisia, de ficar sem fazer nada, de parar em um restaurante e poder beber e comer o que quisermos, sem nos preocuparmos com o dia de amanhã, simplesmente por prazer, ou ainda por merecimento, quando digo isso, me incluo, pois muitas vezes devido ao cansaço do trabalho, da casa, da família, a última coisa que vamos querer fazer é exercício.

Divulgação - Cláudia Bueno - educadora física - Foto: Divulgação
Cláudia Bueno - educadora física - Foto: Divulgação


Concordo plenamente em todos os casos, mas não podemos simplesmente fingir que nosso corpo não padecerá, não envelhecerá, não reduzirá lentamente (ou não) suas funções, que aquela sacola de mercado, antes levinha, está ficando cada vez mais pesada, ou que aquelas escadas antes pequenas, estão ficando cada vez mais longas e difíceis de serem subidas.

A verdade é que se a motivação pode vir ou não, você pode ter dúvidas sobre ela, mas a dúvida que não existe é que os nossos anos passarão, e é simples entender essa lógica da vida, e que a QUALIDADE dela dependerá única e exclusivamente de você.

Temos total domínio dessa área de nossa vida, inclusive, já mostramos várias vezes aqui na coluna de domingo, que ela não depende nem de dinheiro, nem de locais, nem mesmo da motivação como estamos vendo, ela depende apenas de uma vontade de querer mudar, ou de apenas dar valor a este corpo, físico, que tanto faz por nós.

Caso seja necessário procure profissionais responsáveis para lhe ajudar nas questões relacionadas à saúde física ou mental. Quando estamos desanimados, sem forças para encarar uma rotina de exercícios, mesmo que pequena, de poucas vezes na semana, esse pode ser um indício de falta de vitaminas e minerais ou ainda uma alteração de seus hormônios. É importante realizar exames periódicos conforme indicação médica, e conte conosco para ajudar!!! Coragem: amanhã é segunda-feira, dia de você CRIAR SUA PRÓPRIA MOTIVAÇÃO!!!
Redação AssisCity
Cláudia Bueno
Cláudia Bueno, Educadora Física - CREF/PR: 017404
+ VEJA TAMBEM