20 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Educação

Nota do Enem é uma "coringa" para estudantes que sonham cursar em universidade

O Enem será aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro (prova impressa) e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro (prova digital)

Faltam exatamente dois meses para a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Considerado um "coringa" para estudantes que desejam ocupar uma vaga em uma das várias instituições acadêmicas pelo país, ela serve como vestibular para universidades públicas e privadas, além de permitir a disputa por bolsas de estudos e financiamentos de mensalidades.

De acordo com Cássio Luige, Especialista em ENEM e Professor de História em cursinhos de pré-vestibulares na cidade Belo Horizonte, o desempenho no exame pode garantir acessos a:

• Vagas em universidades públicas de todo o país pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu);
• Bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos (Prouni);
• Financiamento de mensalidades pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies);
• Vagas em particulares, que usam o Enem como vestibular;
• Bolsas de estudo nas particulares, conforme o desempenho.

NOVIDADE

"A grande novidade é que as notas obtidas nas provas aplicadas na 1ª, 2ª e 3ª Série do Ensino Médio formarão uma pontuação final que poderá ser usada pelos estudantes para pleitear vagas em universidades públicas do país. Desta forma, o conjunto de provas realizadas ao longo dos três anos, o estudante terá a chance de ingressar diretamente nas universidades sem a necessidade de realizar o ENEM tradicional", explica o professor Cássio Luige.

O Enem será aplicado nos dias 17 e 24 de janeiro (prova impressa) e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro (prova digital). A data original, em novembro, foi adiada devido à pandemia do coronavírus.

Em 2019, dos 2.041.136 ingressos em cursos de graduação presenciais, 32% (668.647) foram selecionados via Enem, de acordo com o Censo da Educação Superior do Ministério da Educação (MEC). Entre eles, 275.042 entraram em universidades públicas e 393.605 na rede privada.
Divulgação
+ VEJA TAMBEM